Atualidades

[NOTÍCIAS/Vaticano] Colégio Cardinalício debate reforma da Cúria Romana

0000000consistrio“A meta que queremos alcançar é sempre a de favorecer uma harmonia maior na tarefa dos diversos dicastérios e departamentos, com o fim de lograr uma colaboração mais eficaz com essa transparência absoluta que edifica a sinodalidade e a colegialidade autênticas”, disse o papa Francisco durante a abertura do Consistório Extraordinário do Colégio Cardinalício, ontem, quinta-feira, 12, no Vaticano.

Entre os temas tratados pelos 165 purpurados presentes no Consistório está a reforma da Cúria Romana. De acordo com o papa, “a reforma, muito desejada pela maioria dos cardeais no âmbito das congregações gerais que precederam ao conclave, terá de aperfeiçoar mais a identidade da Cúria Romana, ou seja, de auxiliar o sucessor de Pedro no exercício do supremo ofício pastoral pelo bem e a serviço da Igreja universal e das igrejas particulares”

Francisco disse, ainda, que “a reforma não é um fim em si mesma, mas um meio para dar um forte testemunho cristão; para favorecer uma evangelização mais eficaz, para promover um espírito ecumênico mais fecundo e para alentar um diálogo mais construtivo com todos”.

O coordenador da Comissão dos Nove Cardeais (C-9), cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, e o secretário, dom Marcello Semeraro, apresentaram a síntese do trabalho desenvolvido nestes meses para elaborar a nova Constituição Apostólica sobre a Reforma da Cúria. “Uma síntese realizada com numerosas sugestões, também por parte dos chefes e responsáveis pelos dicastérios, além de especialistas nessa área”, explicou o papa.

Os trabalhos do Consistório, dos quais participam os vinte prelados que serão criados cardeais no próximo sábado, prosseguem até amanhã, 13.

Conselho de Cardeais
Desde segunda-feira, 9, o Conselho dos Nove Cardeias esteve reunido para discutir a reforma da Cúria e questões como o Sínodo e o trabalho da Comissão para a Proteção de Menores. O C-9 é constituído pelos cardeais: Oscar Rodriguez Maradiaga, Giuseppe Bertello, Francisco Errazuriz Ossa, Oswald Gracias, Reinhard Marx, Laurent Monsengwo Pasinya, Sean O’Malley e George Pell e o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin.

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Presidente da CNBB reflete sobre tema da CF 2018

Ordenação Presbiteral do Diácono Rodrigo Alves de Oliveira Arruda, SCJ

Carta da Articulação das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos da Arquidiocese de Fortaleza acerca da chacina das Cajazeiras e a violência crescente em nossa cidade, estado, país

Voltados ao mistério

Mensagem do Papa para a Quaresma 2018


QR Code Business Card