Atualidades

[NOTÍCIAS/Mundo] Papa Francisco criará 15 novos cardeais

cardeias novosO papa Francisco anunciou, no domingo, 04 de janeiro, os nomes dos 15 cardeais que serão criados no próximo Consistório, em 14 de fevereiro. Entre os indicados destacam-se os arcebispos e bispos latino-americanos. Os futuros cardeais representam 14 países diferentes: 5 da Europa, 3 da Ásia, 3 da América Latina (México incluído), 2 da África e 2 da Oceania.

De acordo com Francisco, os nomes escolhidos “manifestam a indissociável ligação entre a Igreja de Roma e as Igrejas particulares”. Durante coletiva de imprensa, o porta-voz do Vaticano, padre Frederico Lombardi, assegurou que o papa Francisco volta a olhar para as “periferias existenciais”, não se detendo a meras nomeações.

“Nota-se que entre os novos cardeais está somente um da Cúria Romana. Confirma-se também que o papa não se sente vinculado às tradições das ‘sedes cardinalícias’ – que eram motivadas por razões históricas em diversos países – e que, por isso, o cardinalato era quase que, automaticamente, vinculado a tais sedes”, esclareceu padre Lombardi.

Arcebispos eméritos

O papa Francisco também vai criar cardeais cinco arcebispos eméritos, sem direito a voto em Conclave. A escolha foi motivada pelo comprometimento e caridade pastoral dos bispos no serviço da Santa Sé à Igreja.

“Eles representam tantos bispos que, com a mesma solicitude de pastores, deram testemunho de amor a Cristo e ao Povo de Deus seja nas Igrejas particulares, seja na Cúria Romana, assim como no Serviço Diplomático da Santa Sé”, destacou Francisco.

Futuros cardeais

– Dom Dominique Mamberti, Arcebispo de Sagona, Prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica;

– Dom Manuel José Macário do Nascimento Clemente, Patriarca de Lisboa (Portugal);

– Dom Berhaneyesus Demerew Souraphiel, C.M., arcebispo de Addis Abeba (Etiópia);

– Dom John Atcherley Dew, arcebispo de Wellington (Nova Zelândia);

– Dom Edoardo Menichelli, arcebispo de Ancona-Osimo (Itália);

– Dom Pierre Nguyên Văn Nhon, arcebispo de Hanóid (Vietnã);

– Dom Alberto Suárez Inda, arcebispo de Morelia (México);

– Dom Charles Maung Bo, S.D.B., arcebispo de Yangon (Myanmar);

– Dom Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij, arcebispo de Bangkok (Tailândia);

– Dom Francesco Montenegro, arcebispo de Agrigento (Itália);

– Dom Daniel Fernando Sturla Berhouet, S.D.B., arcebispo de Montevidéu (Uruguai);

– Dom Ricardo Blázquez Pérez, arcebispo de Valladolid (Espanha);

– Dom José Luis Lacunza Maestrojuán, O.A.R., bispo de David (Panamá);

– Dom Arlindo Gomes Furtado,  bispo de Santiago de Cabo Verde (Cabo Verde);

– Dom Soane Patita Paini Mafi, bispo de Tonga (Ilhas de Tonga);

Eméritos indicados

– Dom José de Jesús Pimiento Rodríguez, arcebispo emérito de Manizales (Colômbia);

– Dom Luigi De Magistris, arcebispo de Nova, Pró-Penitencieiro Maior emérito (Itália);

– Dom Karl-Joseph Rauber, arcebispo de Giubalziana, Núncio Apostólico; (Alemanha)

– Dom Luis Héctor Villalba, arcebispo emérito de Tucumán (Argentina);

– Dom Júlio Duarte Langa, bispo Emérito de Xai-Xai (Moçambique).

Fonte CNBB – Com informações do News.va e Rádio Vaticano.

Compartilhe

Subir

2 Comentários »

2 Comentários »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Missa de abertura Visita Pastoral

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 9,9-13

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,31-35


QR Code Business Card