Atualidades

Morre o bispo de São José dos Pinhais, dom Ladislau Biernaski

Na manhã de hoje, 13, às 11h30, morreu o bispo de São José dos Pinhais (PR), dom Ladislau Biernaski. O bispo estava internado há pouco mais de semana por conta de um câncer, e devido à múltipla falência dos órgãos, veio a óbito nesta manhã.

O velório será realizado às 9h, na próxima quarta-feira, 15, na Catedral de São José dos Pinhais. A cerimônia será presidida pelo arcebispo de Curitiba (PR), dom Moacyr José Vitti.

Dom Ladislau Biernaski, 74 anos, nasceu 1937 em Almirante Tamandaré (PR). Sua Ordenação Presbiteral se deu no dia 06 de julho de 1963, em Curitiba (PR), e a Ordenação Episcopal foi no dia 27 de maio de 1979, em Roma, Itália.

Dom Biernaski foi bispo auxiliar de Curitiba (PR), do ano de 1979 a 2006. Ele também foi responsável por diversas Pastorais Sociais no Brasil, como a Pastoral Operária, Comissão Pastoral da Terra (onde foi vice-presidente de 1997 à 2003, e atual presidente), Pastoral Carcerária (1979) e Pastoral do Menor (1988). Em sua larga atuação no Regional Sul 2, foi membro da presidência (1999) e secretário executivo (2007).

O lema de dom Ladislau era “Ele é a nossa paz”.

Nota de pesar da CNBB pelo falecimento de dom Ladislau Biernaski

“O consolo que nos ampara nesta hora é contemplar, de forma agradecida, a vida de um homem justo”, afirma dom Leonardo Steiner, em nota de pesar da CNBB pelo falecimento de dom Ladislau Biernaski, bispo de São José dos Pinhais (PR), falecido na manhã desta segunda-feira, 13 de fevereiro.

Confira a nota:

Nota de pesar pelo falecimento de dom Ladislau Biernaski

 A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta o seu pesar pela morte de dom Ladislau Biernaski, do bispo de São José dos Pinhais (PR), ocorrido na manhã desta segunda-feira, dia 13 de fevereiro.

Nossa fé em Cristo nos leva a renovar com os familiares, os irmãos e as irmãs da diocese de São José dos Pinhais, a certeza da ressurreição. O consolo que nos ampara nesta hora é contemplar, de forma agradecida, a vida de um homem justo.

O ministério episcopal de dom Ladislau foi marcado pela inteira dedicação à pastoral e ao povo. Esteve presente e atuante de 1979 até 2006, como bispo auxiliar de Curitiba (PR). Acompanhou, em nome de nossa Conferência, as ações das Pastorais Sociais no Brasil, como a Pastoral Operária e a Comissão Pastoral da Terra, da qual foi vice-presidente de 1997 a 2003, e era seu atual presidente. Acompanhou a Pastoral Carcerária e a Pastoral do Menor. Também prestou relevantes serviços no Regional Sul 2.

“Ele é a nossa paz”, foi seu lema episcopal e hoje é a nossa expressão de confiança ao reconhecer a firme atuação de Dom Ladislau em favor do Reino de Deus. Neste momento, unimos-nos a todos os que rezam em ação de graças pela sua vida.

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo auxiliar de Brasília

Secretário Geral da CNBB

Comissão Pastoral da Terra lamenta o falecimento de seu presidente, dom Ladislau Biernaski

Segundo a nota da CPT, dom Ladislau deixou um legado de luta pelos direitos dos camponeses e contra a violência no campo.

Leia agora a íntegra da nota da Comissão Pastoral da Terra sobre o falecimento de dom Ladislau Biernaski, bispo de São José dos Pinhais (PR) e presidente da CPT.

 O bispo de São José dos Pinhais (PR) e presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) faleceu hoje, dia 13 de fevereiro, aos 74 anos, em decorrência de um câncer. De origem camponesa, dom Ladislau nos deixa seu legado de luta pelos direitos dos camponeses e contra a violência no campo.

Nos grandes momentos de tensão e de conflito envolvendo os movimentos sociais, Dom Ladislau nunca se furtou em ficar do lado dos trabalhadores e trabalhadoras, e a eles manifestar seu apoio. No Paraná, Dom Ladislau sempre acompanhou as pastorais sociais, particularmente a Pastoral Operária, a Comissão Pastoral da Terra e a Pastoral Carcerária. Foi Vice-Presidente Nacional da CPT de 1997 a 2003 e desde 2009 ocupava a presidência. Conhecido como o bispo da Reforma Agrária, Dom Ladislau teve importante contribuição nos documentos sociais da CNBB que abordam o tema.

“A reforma agrária é aquilo que vai atacar na raiz a questão dos conflitos e a falta de paz no campo”, com essas palavras, Dom Ladislau Biernaski defendeu, mais uma vez, a reforma agrária, durante o lançamento do relatório anual da CPT, no ano passado, Conflitos no Campo Brasil 2010. Em outro momento, atacou o projeto do novo Código Florestal. “Aldo Rebelo perdeu uma grande oportunidade de ajudar o País a sair da devastação, impunidade dos grileiros e pouco investimento nos pequenos agricultores. Ele perdeu uma grande oportunidade de fazer a diferença. Lamento por ele.”, afirmou.

Comissão Pastoral da Terra

Por: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card