Atualidades

I Conferência Estadual de Enfrentamento ao Crack, Oxi e o Tráfico de Usuários

O presidente da Comissão de Defesa Social, da Assembleia Legilativa do Ceará deputado Delegado Cavalcante anunciou, dia 14 junho durante a sessão plenária, a realização da Conferência Estadual de Enfrentamento ao Crack, Oxi e o Tráfico de Usuários. O tema será “Dependência de Crack entre o Público Feminino, Crianças e Adolescentes”.

O evento, organizado pela Subcomissão para Avaliar a Problemática das Drogas no Estado do Ceará, ligada à Comissão de Defesa Social da Casa, será realizado no próximo dia 8 de agosto, no Plenário 13 de Maio, das 8h às 13h, e conta com o apoio da Associação Brasileira de Assistência aos Dependentes Químicos (Abradeq).

Cavalcante lembrou que a subcomissão criada na Assembleia tem se preocupado “com o mal da droga, que vem atingindo a nossa juventude do Ceará e do Brasil”.

O deputado pontuou que, no evento será discutido o tráfico de usuários. Segundo ele, existe a figura do intermediador, “pessoas que estão se valendo da desgraça alheia para intermediar a internação de dependentes em algumas clínicas e ganharem dinheiro”; além da situação das clínicas terapêuticas no Estado. “Muitas não têm a menor condição de tratar os dependentes”, frisou.

A Pastoral da Sobriedade convida para participar da I Conferência os Agentes da Pastoral e pessoas sensívies a causa. Na oportunidade a Pastoral apresentará seu trabalho e receberá uma homeenagem com Placa Comemorativa aos serviços prestados para sociedade Cearense.

Informações: 85 3388-8707 ou 8687-9628

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pastoral Carcerária lança relatório sobre restrição ao atendimento religioso nas prisões

Dia de jejum e oração pela paz na paróquia de Nossa Senhora Aparecida, Praia do Futuro

Aniversário de 62 Anos da legião de Maria no Ceará

Nota de esclarecimento sobre a utilização de recursos do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS)

Irmã Gabriela Pinna. “Não se resolve a violência com a prisão”


QR Code Business Card