Atualidades

Grupo de Assessores reflete sobre o Tema Central da última assembleia geral

GA_06_05_13Teve início, na manhã desta segunda-feira, 6 de maio, a reunião dos assessores da CNBB. O tema discutido hoje se refere aos encaminhamentos do trabalho de levar adiante a reflexão sobre o tema central da 51ª. Assembleia: “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”.

O encontro dos assessores é realizado mensalmente e serve como ocasião para o aprofundamento conjunto dos grandes compromissos da Igreja no Brasil. Esta semana, uma pauta extensa de assuntos será tratada até a tarde da terça-feira, 7 de maio. Padre Rafael Fornasier, secretário da Comissão Episcopal responsável pelo tema central da última assembleia geral dos bispos, retomou os encaminhamentos dados e abriu um espaço para a partilha dos outros assessores a respeito das últimas iniciativas de estudo e debate sobre o texto de trabalho.

Os bispos, em Aparecida, definiram que o texto sobre as paróquias voltaria aos regionais, as dioceses e as paróquias para ser novamente lido e aperfeiçoado. Os assessores da CNBB já começaram a colaborar com essa base na retomada do tema. Pe Décio Walker, da Comissão Episcopal Pastoral para a dimensão Bíblico Catequética, Ir. Maria Eugenia, da Comissão para Cultura e Educação, padre Sidnei Ferreira da Missão Continental, padre Nelito Dornelas e padre Ari dos Reis da Comissão para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, padre Waldimir Porreca da Comissão para Vida e Família, Fr. Faustino Paludo da Comissão para a Liturgia, Monsenhor Antonio Luiz Catelan da Comissão para Doutrina da Fé, Irmã Élide Fogolari da Comissão para a Comunicação, padre Carlos Sávio da Comissão para a Juventude, padre Geraldo Martins da assessoria de Política e padre Deusmar Barreto da Comissão para os Ministérios ordenados tomaram a palavra durante o debate que ainda contou com a participação do subsecretário de Pastoral, padre Francisco de Assis Wloch e as considerações de dom Leonardo Steiner, secretário geral da Conferência.

Entre as contribuições dadas pelos assessores na conversa desta manhã estão as seguintes constatações: o tema central está despertando interesse de todas as dioceses do Brasil; vários regionais já estão promovendo estudos; é preciso dar unidade ao método de estudo sobre o tema para que sejam evitadas a defesa de ideias pessoais sem fundamento no objetivo comum e a perda de tempo; o grupo dos assessores poderia avançar no conhecimento aprofundado sobre texto para oferecer uma ajuda mais consistente de modo a colaborar como subsídio para os estudos nas comunidades.

Dom Leonardo destacou que o tema é vital: “É a vida concreta da Igreja, do ser cristão”. E ainda observou que “não será um documento que vai mudar a Igreja, mas vai abrir caminhos e horizontes. Vamos ter um texto enriquecido que, expresse a vida das comunidades e favoreça a caminhada das Igrejas Particulares que têm saudáveis autonomias”. Padre Rafael Fornasier lembrou que todo movimento de análise e discussão do texto de trabalho sobre as paróquias deve desembocar no envio das contribuições para a CNBB até o dia 15 de outubro para que a Comissão possa acolher essas contribuições no texto que será novamente enviado para os bispos que poderão fazer propostas de emendas antes da votação na próxima assembleia geral em 2014.

Fonte: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo

Palestras sobre o tema Comunicação na Faculdade Católica de Fortaleza


QR Code Business Card