Atualidades

Faculdade Católica de Fortaleza

fcfA Faculdade Católica de Fortaleza – FCF cria um Curso de Bacharelado em Filosofia no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa, em Aquiraz-CE,. A solenidade de abertura deu-se na manhã do dia 4 de abril. A iniciativa do curso e sua realização são da FCF, em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Ceará. O evento contou com a presença do diretor da FCF, Prof. Ms. Pe. Antônio Almir Magalhães, da Secretária de Justiça e Cidadania, Mariana Lobo. Também estiveram presentes: a defensora pública Aline Miranda, a coordenadora da Pastoral Carcerária do Ceará, desembargadora Celeste Aragão, a coordenadora do curso de Filosofia da FCF, Irmã Celeste, o diretor acadêmico da FCF, Pe. Evaristo Marcos, o diretor Administrativo Financeiro da FCF, Pe. Antonio Francileudo, a coordenadora de educação prisional, Magnólia Costa, a coordenadora de inserção social do preso e egresso, Keydna Carneiro, o deputado estadual, professor Teodoro, além das diretoras da unidade Analupe Araújo e Monica Damasceno, professores da FCF e demais colaboradores do IPF.

Das dezessete candidatas que participaram do processo seletivo, quinze foram aprovadas. As aulas se iniciam neste sábado, 6 de abril, nas dependências do Instituto Penal, das 16h às 19h, e ocorrerão três dias na semana durante três anos. A coordenadora do projeto, professora e psicopedagoga Márcia Bastos, comemorou o sucesso dos trabalhos realizados nesta primeira etapa, o que incluíram: articulação entre as Instituições, inscrições e preparação para o momento seletivo das detentas, vestibular e conclusão com a realização do ato solene de inauguração.

Na programação da solenidade de abertura foi incluso o momento de apresentação das instalações do Instituto Penal por parte de uma das diretoras, Analupe Araújo, assim como das louváveis ações de capacitação e ressocialização das detentas. Com muita satisfação disse o diretor da Faculdade Católica de Fortaleza, Pe. Almir Magalhães: “Ficamos felizes por todas as iniciativas que vemos aqui em benefício dessas pessoas que, no momento, vivem esta privação. A isto se soma, e com um elevado significado, o Curso em Bacharelado em Filosofia, possibilitando que cada momento seja de construção existencial com garantias de uma nova vida pela frente”. Já a coordenadora do Curso, Profa. Dra. Maria Celeste, esclareceu que “a filosofia permitirá que as alunas reflitam sobre o sentido da vida e sejam assim despertadas para novos sonhos e realizações, sobretudo como pessoas críticas e construtoras de um mundo melhor”.

O nigeriano e ex-detento do Instituto Penal Olavo Oliveira 2, Cornelius Ezeokeke, que participou do primeiro Curso Superior ofertado de 2006 a 2010, também pela Faculdade Católica de Fortaleza, falou a todos os presentes da importância deste acontecimento histórico: “É possível as pessoas mudarem, sou um exemplo disto. Iniciativa como esta deve despertar a rede de solidariedade de outras pessoas e instituições, pois a educação e oportunidades de reconstrução salvam vidas que hoje muito precisam”.

Nas palavras da Secretária de Justiça e Cidadania, Mariana Lobo, foram muitos os elogios à Faculdade Católica de Fortaleza: “Agradeço a todos que fazem esta Instituição de Ensino Superior, na pessoa do Sr. Pe. Almir Magalhães, pois vemos o quanto vocês acreditam no Sistema Penitenciário porque acreditam que essas pessoas podem ter uma nova história de vida. Eu confesso que valeu a pena os nossos e os vossos esforços para que este acontecimento se tornasse realidade.”

Na conclusão da Solenidade os documentos do Convênio entre Faculdade Católica de Fortaleza e Secretaria de Justiça e Cidadania foram assinados pelos representantes legais e demais pessoas competentes.

Por Comunicação da FCF

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Carlo Tursi disse:

    Fui convidado a proferir palestra ontem, 28 de novembro de 2014, no Instituto Penal Feminino para as 4 mulheres que estão atualmente cursando Filosofia em regime fechado (algumas das que começaram o projeto já estão em liberdade e frequentam a FCF). A reflexão girou em torno da origem societária da moral e da consciência moral individual enquanto 'super-ego', por um lado, e a origem transcendente dos saltos qualitativos nessa consciência ao longo da história da humanidade. O nível intelectual e reflexivo revelado nas intervenções das estudantes foi impressionante e inspira grandes esperanças. Devo sublinhar fortemente o mérito da coordenadora pedagógica do projeto, profª Márcia Bastos, cuja luta incansável pela recuperação das "meninas" e contra os entraves burocráticos da máquina estatal chega a tocar o sublime. Sinto-me gratificado por poder participar dessa experiência.


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Presidente da CNBB reflete sobre tema da CF 2018

Ordenação Presbiteral do Diácono Rodrigo Alves de Oliveira Arruda, SCJ

Carta da Articulação das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos da Arquidiocese de Fortaleza acerca da chacina das Cajazeiras e a violência crescente em nossa cidade, estado, país

Voltados ao mistério

Mensagem do Papa para a Quaresma 2018


QR Code Business Card