Atualidades

Evangelho – Mc 2,1-12

6ª-feira da 1ª Semana do Tempo Comum , 13 de Janeiro de 2017 – Cor: Verde

O Filho do Homem tem na terra poder de perdoar pecados

1Alguns dias depois,
Jesus entrou de novo em Cafarnaum.
Logo se espalhou a notícia de que ele estava em casa.
2E reuniram-se ali tantas pessoas,
que já não havia lugar, nem mesmo diante da porta.
E Jesus anunciava-lhes a Palavra.
3Trouxeram-lhe, então, um paralítico,
carregado por quatro homens.
4Mas não conseguindo chegar até Jesus,
por causa da multidão,
abriram então o teto,
bem em cima do lugar onde ele se encontrava.
Por essa abertura desceram a cama
em que o paralítico estava deitado.
5Quando viu a fé daqueles homens,
Jesus disse ao paralítico:
‘Filho, os teus pecados estão perdoados’.
6Ora, alguns mestres da Lei, que estavam ali sentados,
refletiam em seus corações:
7’Como este homem pode falar assim?
Ele está blasfemando:
ninguém pode perdoar pecados, a não ser Deus’.
8Jesus percebeu logo
o que eles estavam pensando no seu íntimo,
e disse: ‘Por que pensais assim em vossos corações?
9O que é mais fácil:
dizer ao paralítico: ‘Os teus pecados estão perdoados’,
ou dizer: ‘Levanta-te, pega a tua cama e anda’?
10Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem
tem, na terra, poder de perdoar pecados,
– disse ele ao paralítico: –
11eu te ordeno:
levanta-te, pega tua cama, e vai para tua casa!’
12O paralítico então se levantou
e, carregando a sua cama, saiu diante de todos.
E ficaram todos admirados e louvavam a Deus, dizendo:
‘Nunca vimos uma coisa assim’.
Palavra da Salvação.

Reflexão

As pessoas do tempo de Jesus têm muita dificuldade para acreditar que ele tenha poder de perdoar pecados. Isso acontece porque perdoar pecados é algo que compete unicamente a Deus, e as pessoas da época de Jesus, principalmente as autoridades religiosas, não o reconheceram como o Filho de Deus. Hoje em dia, porém, vemos acontecer o contrário. Parece que o perdão dos pecados é algo tão comum que a maioria das pessoas não valoriza mais isso como algo excepcional que Deus realiza em nossas vidas, vulgarizando a graça sacramental e não dando o devido valor ao Sacramento da Reconciliação.

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Nubia Amorim disse:

    Ótima reflexão! Na verdade tudo esta sendo banalizado pelo homem; amor ao próximo, perdão etc… enfim mais Jesus! Mais amor por favor!!


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,16-18

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo


QR Code Business Card