Atualidades

Encontro de Formação sobre a CF 2017

A Equipe Arquidiocesana de Animação das Campanhas realizou dia 20 próximo passado, no Centro de Pastoral Maria Mãe da Igreja, um dia de formação sobre a Campanha da Fraternidade 2017.

A Campanha da Fraternidade 2017 traz como tema ”Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida” e como lema ”Cultivar e guardar a Criação” (Gn 2, 15).

Com muita simplicidade e competência as assessoras e colaboradoras Maria Elenise Mesquita e Haydée Moraes Bonfim conduziram os trabalhos ao longo do dia a partir do texto base da CF que apresenta, através da metodologia VER, JULGAR e AGIR um rico subsídio sobre os biomas brasileiros.

Participaram aproximadamente 50 pessoas das paróquias Jesus, Maria, José – Antonio Bezerra, Paróquia São Francisco de Assis – Canindezinho, São Miguel Arcanjo – Itapebussu, Santíssima Trindade – José Valter, São Pedro – Barra do Ceará, Sagrado Coração de Jesus – Nova Metrópole, São Francisco das Chagas – Canindé, Nossa Senhora das Graças – Pirambu, Nossa Senhora da Conceição – Conjunto Ceará, Nossa Senhora de Fátima – Fátima, Nossa Senhora da Palma – Baturité. Participaram também membros das Pastorais da Criança, Operária, das Comunidades Eclesiais de Base-CEBs, do Secretariado de Pastoral e da Comunidade Shalom.

São várias as Campanhas da Fraternidade assumidas pela Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil, e portanto, por toda a Igreja do Brasil, que trouxeram, concretamente, temas socioambientais:

  • 1979 – “Por um mundo mais humano” “Preserve o que é de todos”.  A Igreja abordou com profetismo a defesa e a preservação da ecologia como um dos grandes desafios da humanidade
  • 1986 –”Fraternidade e a terra” “Terra de Deus, terra de irmãos”.  A terra  –  dom de Deus está mal distribuída
  • 2004 – “Fraternidade e a Água” – “Água, fonte de vida”. Água fonte de vida – necessidade de todos os seres vivos e um direito da pessoa humana
  • 2007 – “Fraternidade e Amazônia” – “Vida e missão neste chão”. Conhecer a realidade em que vivem os povos da Amazônia. Cuidado com a vida humana, principalmente com a dos mais pobres, e com a natureza.
  • 2011 – “Fraternidade e a Vida no Planeta” – “A criação geme dores de parto” (Rm 8,22). Alerta sobre a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas
  • 2016 – “Casa Comum, nossa responsabilidade” – “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am, 5, 24). Assegurar o direito ao saneamento básico e o empenho na busca de politicas públicas – garantia da Casa Comum.
  • 2017 – “Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida” – “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2, 15).  Com o objetivo de cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho.
  • Todas as Campanhas da Fraternidade, além do objetivo geral e dos objetivos específicos visam:
  • despertar a solidariedade dos fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução;
  • educar para a vida em fraternidade, com base na justiça e no amor, exigências centrais do Evangelho;
  • renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja Católica na evangelização e na promoção humana, tendo em vista uma sociedade justa e solidária.

A Campanha da Fraternidade 2017 nos desafia, mais uma vez, a agirmos urgentemente, com empenho e coragem, no sentido de cultivar e guardar a criação. Cultivar e guardar significa cuidar, proteger, ser gerador de vida, vida plena para todos os seres criados.

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card