Atualidades

Dom Damasceno: ‘A 51ª Assembleia nos revigorou para levar em frente a missão evangelizadora de Cristo’

missa_finalA Celebração Eucarística de encerramento da 51ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reuniu todo o episcopado brasileiro em torno do Altar Central do Santuário Nacional, nesta sexta-feira, 19 de abril.

A celebração foi presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis e concelebrada pelo Arcebispo de São Luís (MA) e vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva e pelo bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner.

No início da celebração, os assessores da CNBB conduziram os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Cruz dos Jovens e o ícone de Nossa Senhora até o Altar Central.

Em sua homilia, Dom Damasceno agradeceu os frutos do trabalho da Assembleia Geral. “Não podemos deixar de agradecer a Deus os frutos de nosso trabalho e de manifestar a imensa gratidão a todos que colaboraram na preparação e realização dessa Assembleia”, afirmou.

O Cardeal ressaltou que vários temas ocuparam a atenção do episcopado e destacou o tema central ‘Comunidade de comunidades: uma nova Paróquia’. “O tema central foi estudado com profundidade e recebeu muitas e excelentes emendas. Esperamos que esse Documento possa ajudar na renovação de nossas paróquias. O texto revisto pela Comissão será publicado na coleção verde da CNBB, para que em todos os regionais, dioceses, paróquias e comunidades, possa ser ainda estudado e enriquecido com novas sugestões, até o mês de outubro, para posterior aprovação na próxima Assembleia”, afirmou.

Dom Raymundo Damasceno destacou ainda dois documentos que seguirão semelhante processo. O Documento ‘Igreja e questão Agrária no início do Século XXI’ retornará também na próxima Assembleia Geral, depois de incorporar as sugestões que forem apresentadas pelos 18 Regionais da CNBB, Dioceses e paróquias.

Citou também a aprovação final do Diretório para a Comunicação da Igreja no Brasil, por sua vez, foi confiado ao Conselho Permanente da CNBB. “Esses documentos envolvem temas importantíssimos para vida da Igreja e para a sociedade brasileira. Alguns deles se referem à vida interna da Igreja; outros dizem respeito a vida da sociedade em geral. A questão agrária está relacionada com a opção preferencial pelos pobres e com a justiça social”, acrescentou.

Peregrinação dos ícones da JMJ

Os bispos puderam contemplar a cruz dos jovens e o ícone de Nossa Senhora que após a celebração foi conduzido pela juventude até o Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida.

Os símbolos da JMJ, após sua peregrinação pelas paróquias da Arquidiocese de Aparecida, chegam ao Santuário Nacional, antes de serem entregues à Diocese de Volta Redonda, onde começará a peregrinação desses dois símbolos pelas Dioceses do Estado do Rio de Janeiro até chegar, em julho próximo, na cidade do Rio de Janeiro para a JMJ.

Mensagem aos bispos

Aos bispos presentes na Santa Missa Dom Damasceno pediu que partilhem com seus presbíteros, diácono, consagrados e fiéis leigos as conclusões da assembleia, fortalecendo, assim, a comunhão para um melhor êxito da ação evangelizadora.

“Queridos irmãos no Episcopado, depois desta nossa 51ª Assembleia Geral, voltaremos para nossas Igrejas particulares. A oração compartilhada nesses dias que aqui vivemos, a conivência fraterna, os temas aprofundados no estudo e no intercâmbio fraterno – tudo isto nos revigorou física e espiritualmente para levar em frente, diante de tantas exigências e mudanças rápidas e profundas, a missão evangelizadora que Cristo nos confiou”, concluiu.

Após a missa, os bispos retomam as últimas atividades da Assembleia Geral com uma sessão de encerramento e coletiva de imprensa.

Fonte: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Presidente da CNBB reflete sobre tema da CF 2018

Ordenação Presbiteral do Diácono Rodrigo Alves de Oliveira Arruda, SCJ

Carta da Articulação das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos da Arquidiocese de Fortaleza acerca da chacina das Cajazeiras e a violência crescente em nossa cidade, estado, país

Voltados ao mistério

Mensagem do Papa para a Quaresma 2018


QR Code Business Card