Atualidades

“Da igreja que temos para uma igreja à luz do Concílio Vaticano II na América Latina” é tema de encontro em Iparana

Desde o dia 27 de junho, quarta-feira, está acontecendo no SESC Iparana o XIX Encontro Nacional do Movimento das Famílias dos Padres Casados com o tema “Da igreja que temos para uma igreja à luz do Concílio Vaticano II na América Latina”. O Encontro segue até o dia 1º. de julho e conta com a participação de 145 pessoas de várias regiões do Brasil e da Argentina, Chile e México.

Para o casal membro da Comissão temática, comissão que estuda os temas propostos pelo MFPC, Geraldo e Claudete, o encontro está realizando uma importante análise sobre as contribuições do Concilio Vaticano II para os tempos atuais.

Claudete da Silva Morais Frencken comentou que as famílias e os padres casados fazem um importante trabalho nas comunidades eclesiais. “Tudo aquilo que a Igreja permite que os padres casados possam fazer fazemos, um trabalho pelo Reino de Deus”, comentou Claudete. “Na hierarquia da Igreja existe algumas restrições para os padres casados com isso nos deparamos com alguns maus entendimentos. Procuramos desfazer esses desentendimentos contribuindo na formação comunitária”, disse Claudete.

Geraldo Frencken comentou sobre os temas abordados pelos assessores do encontro, disse que padre Manfredo Oliveira em sua reflexão sobre o Concilio Vaticano II, ajuda a detectar – sem saudosismo – o que o Concilio Vaticano II pode ajudar daqui para frente, e qual a contribuição das famílias e padres casados a tudo isso. “Convidamos três assessores: Maria Soave abordando o tema bíblico, Padre Manfredo de Oliveira, que fez uma leitura dos documentos mais importantes do Concilio Vaticano II, jogando luzes para se ver como a Igreja na América Latina tem avançado desde Medelin e Puebla. Amanhã Carlo Tursi fará um retrato da Igreja atual e as perspectivas e presença da Igreja no mundo de hoje”.

Claudete disse ainda que o encontro ajuda as pessoas a abrir mais o olhar para essa realidade e não silenciar a presença dos mais de oito mil padres casados que existem no Brasil. O MFPC quer contribuir para a compreensão dos trabalhos e presença dos padres casados na vida da Igreja. “Que a Igreja possa cada vez mais entender esses sinais, os sinais dos novos tempos, abrir um profundo dialogo”. “Esperamos que a Igreja possa aproveitar bem do potencial dos padres casados, formados com nível superior, e esperamos que não tenha receio de acolhê-los”, disse Geraldo.

Também está presente no encontro o casal Lauro Macías e Tereza Della Torre do México. Lauro Macias disse “meu desejo é servir desde a trincheira onde o senhor me colocou, sinto um ânimo de juventude na Igreja do Brasil, e uma primeira característica da juventude é não ter medo. Vemos que a hierarquia da Igreja no Brasil não tem medo, fala de nós, fala conosco e fala por nós. Não se vê isso em muitos países. Agradeço aos nossos irmãos, bispos do Brasil, por esse interesse em nos ouvir, e saber que somos parte do povo de Deus. Acredito que na Igreja, todos temos algo a colocar para a gloria de Deus, para o serviço ao povo de Deus, principalmente aos mais pobres e necessitados. Então, quando eles nos escutam, nos sentimos membros do povo de Deus.

 “Admiro muito o grupo de sacerdotes casados do Brasil, pela vontade de trabalhar, sobretudo das mulheres, minha grande admiração a elas. São mulheres que se preocupam por se prepararem com temas teológicos, trabalhando com os pobres, no trabalho pastoral com os jovens, ajudando-os a terem um caminho mais certo”, disse Tereza Della Torre.

A Associação Rumos e o Movimento das Famílias dos Padres Casados – MFPC – promovem, a cada dois anos e em diversas cidades do Brasil, encontros nacionais para eleição da sua diretoria e estabelecimento de novas diretrizes, além de alegre convívio fraterno entre as famílias.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card