Atualidades

Coordenadores da 5ª Semana Social Brasileira se reúnem na CNBB

Na manhã do dia 03 de julho, a equipe de coordenação da 5ª Semana Social Brasileira se reuniu para tratar dos preparativos e reflexões a serem abordados no evento. Na pauta do encontro estava análise do evento Rio+20, a Cúpula dos Povos, e a construção da pauta e a metodologia de trabalho a serem utilizadas no Seminário das Pastorais Sociais.

O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz e bispo de Ipameri (GO), dom Guilherme Werlang, estava à frente dos trabalhos e explicou que a apreciação de pontos da conferência Rio+20 e da Cúpula dos povos, tem o objetivo de levar tais pontos à reflexão na 5ª Semana Social Brasileira. “Temos que fazer reflexões e debates para ampliar e aprofundar muitas das pautas discutidas na Rio +20 e na Cúpula dos Povos”, disse dom Guilherme.

Ao participar dos dois eventos, dom Guilherme afirmou que um dos pontos de debate que surgiu foi a questão da economia verde. “Nós percebemos que são visões completamente diferentes, até antagônicas, entre o que chefes dos países entendem por economia verde, e o que a Cúpula dos povos entende. Então nós vamos produzir reflexões para esclarecer tanto para dentro da igreja quanto para a população brasileira, o que nós, enquanto CNBB, enquanto Pastorais Sociais, entendemos como economia verde”, elucidou.

A 5ª Semana Social será realizada em 2013 e terá como tema ‘A participação da sociedade no processo de democratização do Estado – Estado para que e para quem?’, e tem como objetivo articular forças populares e intelectuais no debate de questões sociopolíticas e traçar perspectivas para o país, baseadas na Doutrina Social da igreja.

A reunião dos coordenadores também discutiu pontos de preparação para o Seminário das Pastorais Sociais, que será realizado em agosto deste ano. O Seminário das Pastorais Sociais é um momento de proposição de ações de rearticulação das relações entre o Estado e a Sociedade Civil. O evento é destinado a ativistas sociais, líderes religiosos, agentes de pastorais, estudantes e profissionais das áreas sociais, membros de organizações não governamentais e governamentais.

“No Seminário nós vamos trabalhar em torno da 5ª Semana Social Brasileira. Vamos olhar o que nós já conseguimos realizar, quais são as dificuldades que os regionais e dioceses encontram, e o que esperamos construir para o ano que vem quando vai acontecer o grande encontro final”, disse o presidente se referindo à 5ª Semana Social Brasileira.

Na reunião, os coordenadores traçam estratégias de como entrar em contato com os assessores das dioceses pelo Brasil, no trabalho de preparação da 5ª Semana Social Brasileira. “Temos que olhar hoje quais os próximos passos na construção da 5ª Semana Social Brasileira, o que devemos fazer além do seminário de agosto, e que outras agendas nós precisamos fazer”, finalizou dom Guilherme.

Notícia da CNBB.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card