Atualidades

Conclave: hoje na Capela Sistina a primeira votação

A partir das 16h30 de Roma, as atenções centram-se no Palácio Apostólico do Vaticano, onde os cardeais eleitores se vão reunir na Capela Paulina para o rito de entrada do Conclave e a procissão até à Capela Sistina, onde decorrem os escrutínios. O Centro Televisivo do Vaticano vai ter uma câmara fixa na chaminé da Sistina para acompanhar em direto a saída do fumo que indica o resultado das eleições: branco, se houver maioria de dois terços [77 votos, neste caso], ou negro, se a votação tiver sido inconclusiva. A eleição é dirigida pelo primeiro cardeal na ordem de precedência, atualmente D. Giovanni Battista Re, prefeito emérito da Congregação para os Bispos, que preside também aos momentos previstos pela liturgia própria.

“Toda a Igreja, unida a nós na oração, invoca sem cessar a graça do Espírito Santo para que seja eleito por nós um Pastor digno de todo o rebanho de Cristo”, refere a oração para o início da procissão. Os cardeais rumam à capela Sistina, rezando a ladainha dos Santos, e tomam os seus lugares ao som do hino ‘Veni, creator Spiritus’, que invoca a ajuda do Espírito Santo. Cada um dos presentes tem de prestar o juramento de “segredo” sobre o que diz respeito à eleição do Papa e comprometer-se a desempenhar fielmente a sua missão caso sejam escolhidos como o novo pontífice.Terminado o juramento, todas as pessoas estranhas à eleição saem após a ordem ‘Extra Omnes’ (todos fora): permanecem apenas o mestre das celebrações litúrgicas e o eclesiástico escolhido para a segunda meditação, o cardeal maltês D. Prosper Grech. Caso os cardeais decidam proceder a um primeiro escrutínio, o resultado será comunicado através do fumo, seguindo-se a recitação da oração de vésperas e o regresso à Casa de Santa Marta.

O Conclave conta com cardeais de 48 países, incluindo dois portugueses: D. José Policarpo, cardeal-patriarca de Lisboa, e D. Manuel Monteiro de Castro, penitenciário-mor da Santa Sé. O grupo de 115 eleitores está assim distribuído geograficamente: Europa – 60 (incluindo 28 italianos); América Latina – 19; América do Norte – 14; África -11; Ásia – 10; Oceânia – 1.O sucessor de Bento XVI, que renunciou ao pontificado, será o 50.º Papa da Igreja Católica nos últimos 500 anos, desde a eleição de Leão X a 19 de março de 1513.

Fonte: http://www.news.va/pt/news/conclave-hoje-na-capela-sistina-a-primeira-votacao

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia do Mondubim realiza festejo à Nossa Senhora

Papa: as ditaduras começam com a comunicação caluniosa

Dia Mundial do Refugiado promove cultura e debate os desafios do refúgio no Brasil

Nota de falecimento

Aparecida receberá restos mortais de Dom Aloísio Lorscheider, Cardeal repousará na Capela da Ressurreição do Santuário Nacional


QR Code Business Card