Atualidades

Comitê Organizador Local da JMJ tira dúvidas sobre a acolhida aos peregrinos

Campanha_de_Hospedagem_JMJ_2013Faltando pouco menos de 200 dias para a peregrinação que vai reunir milhões de jovens do mundo inteiro junto ao papa Bento XVI, no Rio de Janeiro, a diretora executiva do Setor de Hospedagem da Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio2013), irmã Graça Maria, enviou, na última sexta-feira, dia 4 de janeiro, uma carta e um vídeo para todas as paróquias da arquidiocese do Rio com o objetivo de intensificar a divulgação da Campanha de Hospedagem.

A campanha “Abra seu coração. Abra sua casa” já começou pelo site da JMJ, e agora cartazes serão colocados nas paróquias. Haverá também a adesivagem dos carros e de acordo com a secretária executiva do Setor, Isadora Baptista, é mais uma maneira de expandir e alcançar o maior número de pessoas possível que possam acolher os peregrinos e não sabem como fazer.

Segundo irmã Graça Maria, para acolher os jovens não precisa de muito, apenas boa vontade e um pequeno espaço em casa. Ela afirma ainda que acolher um peregrino é muito seguro.

“O Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013 tem os dados dos documentos dos peregrinos, e dos responsáveis pelo grupo, além de informações sobre sua diocese de origem, paróquia ou movimento. Tudo passa pela organização da JMJ antes de chegar à casa da família de acolhida. O peregrino inscrito não é um desconhecido. Acolher em sua casa um peregrino é seguro”, ressaltou.

Além da acolhida ser simples, não há custo algum e não existe uma data limite para se inscrever. Após o cadastro, a família receberá a visita de responsáveis pela hospedagem, que esclarecerão as dúvidas que surgirem, dando mais informações, se necessário.

“Quanto ao tempo de permanência na casa, o acolhedor também não precisa se preocupar, porque os peregrinos não passam o dia no local de hospedagem. Eles têm uma programação intensa na Jornada. A casa de acolhida é um local para dormir e fazer higiene pessoal. Eles já trazem em sua bagagem colchonete ou saco de dormir e, portanto, é preciso oferecer apenas um espaço para que possa descansar e um banheiro para fazer sua higiene pessoal. A casa pode acolher dois, três peregrinos e até o quanto couber. Quem acolhe também não precisa se preocupar com a segurança do peregrino fora de casa. Eles serão orientados a avisarem a família caso decidam passar a noite fora de casa. Todas as orientações estarão no Manual do Peregrino. O mais importante neste momento é que os cariocas juntem-se a nós na construção da JMJ Rio2013 sendo uma família de acolhida”, destacou irmã Graça.

Dúvidas frequentes:

Por que acolher em família?

Porque colabora com a Igreja, põe em prática a hospitalidade cristã. É uma oportunidade de conhecer jovens do mundo inteiro.

O que oferecer?

Os jovens trazem na bagagem saco de dormir ou colchonete e durante o dia eles estarão em atividades da JMJ. Basta oferecer um espaço para o pernoite e higiene pessoal.

Preciso oferecer refeição?

Não. O peregrino inscrito na JMJ terá alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar), oferecida pela própria organização da JMJ. Quando não for feita essa opção no ato da inscrição, a alimentação será de responsabilidade do próprio peregrino.

Quando hospedar?

No período de 21 a 31 de julho de 2013. Isso porque alguns peregrinos chegam antes da JMJ e/ou saem depois, por conta da disponibilidade de transporte.

Irei acolher peregrinos que não falam português?

Sim. Os laços com pessoas de outros países fazem parte da emoção de uma JMJ. Não será necessário aprender outro idioma, pois as necessidades básicas do peregrino são de fácil entendimento.

Como faço para participar?

Entre no site www.rio2013.com, acesse o menu “Participe/Seja uma Família de Acolhida” e preencha o formulário. Se você não tem acesso à internet, entre em contato pelo telefone: (21) 3177-2013.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 9,9-13

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,31-35

Papa Francisco anuncia duas novas nomeações na manhã desta quarta-feira, 20


QR Code Business Card