Atualidades

Chega ao fim visita do papa Bento XVI ao Líbano

Chegou ao fim, na tarde deste domingo (16), a 24ª viagem apostólica internacional de Bento XVI que o levou ao Líbano. O sumo pontífice, que permaneceu no país por três dias, agradeceu, em uma cerimônia de despedida no Aeroporto Internacional Rafiq Hariri de Beirute, aos líderes políticos e religiosos e a todo o povo libanês pelo entusiasmo no acolhimento.

“Agradeço cordialmente às veneráveis Igrejas irmãs e às comunidades protestantes. Agradeço de modo particular aos representantes das comunidades muçulmanas. Durante toda a minha estada, pude constatar quanto a vossa presença contribuiu para o bom êxito da minha viagem. O mundo árabe e o mundo inteiro verão, nestes tempos conturbados, cristãos e muçulmanos reunidos para celebrar a paz” – frisou o pontífice em seu discurso.

O papa frisou que durante a sua permanência no Líbano, motivada principalmente pela assinatura e entrega da Exortação apostólica pós-sinodal Ecclesia in Medio Oriente, pode se encontrar com as várias componentes da sociedade libanesa. “Houve momentos mais oficiais, outros mais íntimos, momentos de alta densidade religiosa e fervorosa oração, e outros ainda marcados pelo entusiasmo da juventude. Dou graças a Deus por estas oportunidades que Ele permitiu, pelos encontros qualificados que pude ter, e pela oração que foi feita por todos e a favor de todos no Líbano e no Oriente Médio, independentemente da origem ou da confissão religiosa de cada um”, destacou.

Bento XVI pediu a Deus para que “o Líbano continue sendo um espaço onde homens e mulheres vivam em harmonia e paz uns com os outros, para darem ao mundo, não apenas o testemunho da existência de Deus, mas também da comunhão entre os homens, qualquer que seja a sua sensibilidade política, comunitária e religiosa”.

“Desejo que o Líbano continue permitindo a pluralidade das tradições religiosas e não dê ouvidos à voz daqueles que a querem impedir. Espero que o Líbano reforce a comunhão entre todos os seus habitantes, seja qual for a comunidade e religião a que pertençam, rejeitando tudo o que pode levar à desunião e optando com determinação pela fraternidade. Deus abençoe o Líbano e todos os libaneses”, concluiu Bento XVI.

Telegramas de saudações

Após os três dias passados no Líbano, o papa enviou telegramas de saudações aos chefes de Estado do Líbano, Chipre, Grécia e Itália. Ao presidente do Líbano, General Michel Sleiman, o papa agradece mais uma vez os momentos vividos no País, a bondade, a generosidade e a hospitalidade do povo libanês, das autoridades civis e religiosas e pede abundantes bênçãos divinas sobre o País.

Ao presidente de Chipre e a seus povos, Bento XVI pede as bênçãos de Deus sobre o País. Aos presidentes da Grécia e Itália, o Santo Padre deseja os melhores votos para um futuro de esperança e de paz para os dois povos.

POR: RÁDIO VATICANO

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Alto Alegre realiza Festejo

Equipe da 5º Urgência da Região Nossa Senhora da Conceição promove encontro sobre Reforma Trabalhista

Alto do Moinho, em Canindé realiza festejo a seu Padroeiro

São Luís Gonzaga

Muticom de Férias acontecerá em Maranguape (CE)


QR Code Business Card