Atualidades

CEBs da Arquidiocese de Fortaleza realizam reunião de articulação para o 13º. Intereclesial

A reunião acontecerá no próximo sábado. 4 de fevereiro de 2012, a partir das 8h30min, terminando às 16h00, no Centro de Pastoral Maria, Mae da Igreja, com o objetivo de planejar estratégias de articulação nas nossas comunidades para o 13° Intereclesial. Segundo Airtom, membro da equipe de coordenação das CEBs na Arquidiocese de Fortaleza, espera-se que esse seja mais um momento motivador e animador, como também, de partilha das esperanças, e na crença no jeito novo de ser igreja. Os participantes devem levar seu almoço para um momento de partilha.

O 13º Intereclesial  acontecerá de 07 a 11 de janeiro de 2014, em Juazeiro do Norte – Diocese Crato/CE.

O que é um Intereclesial das CEBs?  É um encontro que reúne os representantes das CEBs – Comunidades Eclesiais de Base de todo o Brasil. A iniciativa de organizar um encontro Intereclesial surgiu na década de 70, sendo realizado o primeiro em 1975, na cidade de Vitória, Espírito Santo. Os Intereclesiais nasceram com a finalidade de partilhar as experiências, a vida, as reflexões das CEBs. Os Intereclesiais propiciam uma experiência eclesial única e muito enriquecedora, apesar ou até mesmo por causa de seus momentos de sofrimento e tensões. Revelam com maior clareza para muitos, a terrível situação de sofrimento do povo pobre. Manifestam também com que profundidade se vive nas bases da Igreja a relação entre fé e política. Servem de uma “lente de aumento” do que acontece em miniatura nas CEBs. Os Intereclesiais, têm propiciado a criação de uma consciência latino-americana com a presença de representantes de muitos países do continente. Esta amplia-se ainda mais pela presença de membros de Igrejas de outros continentes. Com isso, rompe-se a visão estreita e local de Igreja. Os Intereclesiais têm significado exercício privilegiado da prática ecumênica. Isto tem acontecido desde o início. E ultimamente se colocou a difícil prática de convivência com formas muito diferentes de inculturação cristã (indígena e negra) e da dupla prática religiosa de alguns de seus membros. O reforço da dimensão libertadora da Igreja e sua pastoral se dá por ser um encontro de comunidades de base, constituída fundamentalmente de pobres e pelo narrar de seus sofrimentos e lutas.

José Airton de Maria, membro da coordenação arquidiocesana de CEBs ((85) 87366963)

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018


QR Code Business Card