Atualidades

[Nota de Falecimento] Padre José Maria Cavalcante Costa

Faleceu hoje, 8/9/2015, Padre José Maria Cavalcante Costa

padre josé maria

 

Nascimento: 3/6/1936, Santana do Acaraú – CE

Ordenação:  15/08/1964

Filho de João Batista Pessoa da Costa e de Maria José Cavalcante da Costa.

Nasceu em três de junho de 1936, em Santana do Acaraú – CE, onde foi batizado na igreja matriz de Senhora Santana, em 14 de setembro do mesmo ano. Estudou as primeiras letras na sua terra natal.

Desde a infância manifestou-se o desejo de ser padre, através da piedade da família que era muito piedosa. Também recebeu influência de seu pároco, seminaristas, sacerdotes missionários franciscanos e capuchinhos. Assim, com dez anos e meio, em janeiro de 1947, ingressa na Escola Apostólica de São José, em Tianguá-CE. Em 1951, deixa a Escola Apostólica e começa a estudar no Colégio Castelo Branco, em Fortaleza-CE. E dali entra no Seminário Menor de Fortaleza, falando pessoalmente com o Arcebispo Dom Antônio de Almeida Lustosa. Este ingresso foi no dia 25 de abril de 1951. Conclui o curso no Seminário Menor em oito de dezembro de 1957. Quis ainda voltar à vida franciscana, mas não foi possível. Inicia o Seminário Menor em 1958, sendo ordenado sacerdote em 15 de agosto de 1964, com mais de quatro colegas da Arquidiocese de Fortaleza, por ocasião do Ano Centenário do Seminário da Prainha, por Dom José de Medeiros Delgado, Arcebispo de Fortaleza de 1963 a 1973. Em 16 de agosto, na Capela do Sagrado Coração de Jesus, no Colégio das Dorotéias, cantou sua primeira missa solene, presentes seus pais e demais familiares. E no dia primeiro de novembro, Festa de todos os Santos, celebrou outra primeira Missa em sua terra, Santana do Acaraú, cujo pároco era o Padre Joviniano Loiola Sampaio. Como seminarista, desenvolveu seu espírito missionário e de despojamento. Com o povo pobre, foi compreendendo o que é ser pobre.

Foi nomeado vigário cooperador na Igreja de Nossa Senhora de Ia Salete, cujo pároco era o Padre José Ribeiro Damasceno, de seis de janeiro de 1965 a sete de março de 1966. Foi enviado pela Arquidiocese para ajudar como voluntário na Arquidiocese de São Luís do Maranhão, na paróquia de São Mateus. Em fevereiro de 1967, retorna à Igreja de Fortaleza. É enviado para trabalhar em Aratuba, de 19 de fevereiro de 1967 até agosto de 1974. Passa dois anos e alguns meses na Europa, fazendo Teologia Pastoral, na Universidade dos Dominicanos, em Roma, refletindo sua ação pastoral durante dez anos de ministério sacerdotal (1964 – 1974). Trabalhou duas férias em fábrica de carro na Alemanha. Pensou em ir trabalhar como missionário na África, mas o seu bispo Dom Aloísio Cardeal Lorscheider achou melhor que ele fosse ajudar a Igreja irmã em Rio Branco – Acre. Sai de Roma direto para o Acre. Permanece lá pouco mais de um ano. Retorna ao Ceará em fevereiro de 1978. Vai para Aratuba, nove de fevereiro de 1967. Em 20 de março de 1979, foi para Palmácia. Em março de 1983, Dom Aloísio atendendo ao pedido de Dom José, bispo de Conceição do Araguara, o envia para São Geraldo, porque os seus padres (dois) estavam presos. Em 1986, depois dos padres libertados, ele retorna ao Ceará, à Fortaleza. Permanece durante mais de quatro anos na Paróquia de Acarape -Barreira. De lá vai para Messejana, onde permanece por dois anos, abrindo um trabalho missionário no Guajeru, que criamos com o Povo de Deus. Em fevereiro – março de 1993, tornou-se Área Pastoral, cuja assistência continuou dando, mesmo estando em Pitombeiras, para onde foi em 11 de outubro de 1992 – e ali permanece ate 16 de fevereiro de 1997, quando veio morar na Área Pastoral do Guajeru -Messejana, que já era acompanhada por ele, durante três dias em cada mês. E trabalha hoje em Ideal – CE. E um sacerdote zeloso e despojado.

 

Seu pensamento pessoal:

“Volto-me sempre para Jesus Cristo que nos chama, chama a todos e a mim de maneira forte, insistente, radicalizando. Eis-me aqui, Senhor. Tu me seduziste, Senhor!”.

 

 

 

  • RESUMO:

 

– De 06/01/1965 a 07/03/1966: Vigário Cooperador da Salete;

– De 13/05/1966 a 04/02/1967: Voluntário – Arquidiocese de São Luís, na Paróquia de São Mateus-MA;

– De 19/02/1967 a 04/081974: Vigário de Aratuba;

– Passa dois anos e alguns meses na Europa fazendo Teologia Pastoral na Universidade dos Dominicanos, em Roma;

– De 24/09/1974 a 04/02/1978: Em Roma e voluntário no Rio Branco – AC por mais de um ano e vai para Aratuba-Ce (1977)

– De 19/03/1979 a 20/03/1983: Vigário de Palmácia e Aratuba;

– De 21/03/1983 a 08/02/1986: Voluntariado em São Geraldo em Conceição do Araguaia-PA;

– De 04/03/1986 a 06/10/1990: Vigário de Acarape e Barreira;

– De 06/10/1990 a 11/10/1992: Pároco de Messejana por dois anos, na Área Pastoral do Guajeru;

– De 11/10/1992 a 16/02/1997: Pároco de Pitombeiras;

– De 19/02/1997 a 28/02/2003: Animador da Área Pastoraldo Guajeru;

– De 20/01/2003 Pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Graças – Ideal

– Desde 20/01/2003 até 25/12/2010 tem a Provisão de Pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Graças – Ideal;

– Atualmente – Vigário Paroquial da Paróquia de Chorozinho, Distrito de Timbaúba.

Compartilhe

Subir

22 Comentários »

22 Comentários »

  • CRISÂNGELA disse:

    QUE DEUS O RECEBA DE BRAÇOS ABERTOS EM SEU REINO ETERNO. DESCANSE EM PAZ. FOI ELE QUEM CELEBROU O BATIZADO DO MEU PRIMEIRO FILHO. HOJE JÁ ESTÁ COM VINTE E DOIS ANOS.

  • CRISÂNGELA disse:

    QUE DEUS O RECEBA DE BRAÇOS ABERTOS EM SEU ETERNO. DESCANSE EM PAZ. FOI ELE QUE CELEBROU O BATIZADO DO MEU PRIMEIRO FILHO. HOJE JÁ ESTÁ COM VINTE E DOIS ANOS.

  • Pe. Élio disse:

    Homem-sacerdote de Deus. Orientou-me muito quando estive fazendo um trabalho missionário na paróquia do Pecém. Obrigado pelo seu exemplo de humildade e despojamento. Hoje, natividade de Nossa Senhora, que essa mãe intercessora te acolha e te apresente a Jesus. Assim seja. Pe. Élio

  • dina Martins disse:

    Conheci, participei de missas celebradas por ele aqui na pio x, sempre gostei dele por sua sinceridade e experiência. Que deus receba sua alma.

  • Dalber Silva disse:

    Um grande amigo um grande irmão aqui falta palavras para descrever o quanto ele foi importante na minha vida

  • claudia helena disse:

    Foi e sempre será meu padrinho de batismo. Quando ele morava no municipio de Aratuba.Ele mim batizou,a minha 1Eucarístia e o meu casamento foi tudo feito por ele.Homem de fé, corajoso,simples,humilde. Você padrinho foi muito importante na minha vida e da minha família.Tenho certeza que Deus e nossa senhora vão ti receber de braços abertos.Descanse em Paz!

  • Audeciane Marques disse:

    Um Pastor digno de ser lembrado como colaborador fiel do Reino de Deus. Visitou minha comunidade na última missão pastoral. Um exemplo de vida …

  • João Augusto disse:

    Um grande sacerdote! Sua simplicidade e dedicação ao Reino são marcas de sua trajetória aqui conosco.

  • Silvanar disse:

    Triste com a morte do Padre José Maria!!

    Que Nossa Arquidiocese de Fortaleza e nossa Igreja seja capaz de produzir novos padres com o seu ardor missionário e compromisso com os pobres de Jesus Cristo..

  • Joatan Freitas disse:

    Um exemplo de fé e coerência na vida. Que chegue em paz, Luz e espiritualidade na terra de cima. Deus esteja com sua família e com a Igreja.

  • Sandra Dantas disse:

    A Paróquia de Ideal agradece ao Senhor, por tudo que fizeste por esse povo!!! Obrigada Padre José Maria!

  • Fátima disse:

    Que seja recebido por Jesus Cristo em sua eterna . Descanse em Paz.

  • Pe.Francisco disse:

    Realmente, perdemos um grande padre,profeta e pastor ! Que Deus Pai todo poderoso o receba no seu Reino eterno.

    • Sales Matos disse:

      Belas palavras, este padre ultrapassou o que um homem de Deus, pode fazer pelo seu povo.

      Tive a oportunidade de ser amparado por ele quando jovem, na paróquia de Aratuba, que o bom Deus o receba em seu reino

  • Maria Auxiliadora disse:

    Tive a honra de conviver com ele aqui no Sertão Central e Maciço de Baturité. Profeta dos pobres e oprimidos, minha formação passou por ele. Deixará falta.

  • Clicerio Carvalho disse:

    Que nosso Deus, com sua infinita misericórdia e amor, lhe conforte e acolhe em seu reino. Padre JOSÉ MARIA.

  • Beto Barbosa disse:

    Homem culto, inteligente, amigo e um grande confidente. Sua passagem na paroquia de Aratuba(Ce), foi marcada por sua simplicidade, o que permitiu com que ele penetrasse nas camadas sociais mais desprovidas e esquecidas pelo poder publico. Despojado de todos os bens materiais, Pe José Maria, certamente cumpriu com extrema felicidade sua missão missionaria. Va com Deus amigo, interceda por nós junto a Deus.

  • Eugenio Junior disse:

    Padre Ze Maria,como era carinhosamente chamado realmente calçou as sandalias da humildade,se colocando ao lado dos pobres.Como disse D Edmilson ele era um santo vivo.

  • Josué de Sousa disse:

    Sua passagem pelo Guajerú, marcou profundamente, a vida de centenas de pessoas e em especial a minha. Sacerdote, sério, ético, humilde e acima de tudo com senso humanitário extraordinário. Meu casamento foi realizado por ele e o Monsenhor Antônio Souto em uma barraca improvisada numa ocupação aqui no Guajerú, onde tempo depois o Próprio Dom Aloisio Lorscheider, veio a celebrar a seu convite. Padre que não largava as sandálias e a mochila o simbolo do missionário forte. O céu te espera, pra festa começar, vai em paz meu melhor amigo.

  • Pe. wagner disse:

    que deus o tenha em seu Reino. Pe. Wagner

  • dim disse:

    Homem sério e amigo.

  • dim disse:

    homem serio e amigo


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Programa Igreja no Brasil nº 255

A gramática do povo de Deus

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,16-18

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15


QR Code Business Card