Atualidades

A Porta Santa representa o coração de Deus que se abre cheio de Misericórdia

    Durante a homilia, o Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antonio, fala das recomendações feitas pelo Santo Papa Francisco, onde os Bispos do mundo inteiro abrem as portas das Igrejas, uma atitude que representa o coração misericordioso de Deus que acolhe os fieis.foto

    Ainda durante a Santa Missa, celebrada neste domingo, Dom José Antonio, dize que esse é o  momento ideal para abertura do Ano da Misericórdia.

Leia algumas das palavras ditas pelo Arcebispo de Fortaleza durante a Missa de hoje:

     “Esse Terceiro Domingo da preparação para o Natal foi escolhido para ser o momento de abertura da Porta Santa (Ano da Misericórdia), quando a palavra de Deus nos faz olhar para o grande mistério do amor de Deus, que nós celebraremos mais uma vez no natal. O Grande amor de Deus que veio ao nosso encontro para abrir, para nós, o caminho de uma nova vida trazendo o amor, para curar nossa fragilidade, perdoar nossos pecados, transformar nossos corações conforme o mesmo Deus.

    Por isso, Jesus dizia aos seus discípulos, assim como ele mesmo mostrava na sua própria vida ‘Sejas misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso’,  e que o Pai do céu, cheio de amor para com todos, um amor que não se cansa , um amor que vem sempre em primeiro, esse é um amor que, apesar de todos os pecados do mundo, vem ao nosso encontro oferecendo uma nova vida. Por isso, a palavra de Deus chama alegria, ao povo de Deus se alegra. Alegra-se por esse amor que nunca falta, que é o amor de Deus por nós, e assim, entramos neste ano santo, Ano da Misericordiosa, para uma verdadeira experiência do encontro com o amor de Deus, para que esse amor transforme nossos corações e nos faça semelhante ao seu; misericordioso.”

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Programa Igreja no Brasil nº 255

A gramática do povo de Deus

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,16-18

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15


QR Code Business Card