Atualidades

“Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”: Rede Cáritas Ceará traz o tema da Campanha Mundial de 2014 para a Semana da Solidariedade

caritas400Todos os anos no início do mês de novembro a Rede Cáritas Brasileira realiza a Semana da Solidariedade, um momento dedicado à reflexão sobre a situação social em que vivemos e à ação solidária que possibilite transformações através da participação cidadã.

Assim como no ano de 2013, a Rede Cáritas traz para a Semana da Solidariedade o tema da Campanha Mundial lançada pela Cáritas Internacionalis, “Uma família humana, alimentos para todos”. No Brasil, o tema da campanha ganhou novos contornos a partir de nosso contexto e realidade social, ganhando o título de “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”. A perspectiva é a do trabalho a partir de questões como a soberania alimentar e a justiça social.

A Semana da Solidariedade tem como marco nesse ano o dia 7 de novembro e se estende até o dia 14. As Cáritas Diocesanas que compõem a Rede Cáritas Ceará realizarão atividades com foco na Campanha Mundial.

O que é a Campanha e como participar?

A Campanha Mundial “Uma família humana, alimentos para todos” lançada no dia 10 de dezembro de 2013 – no Dia Internacional dos Direitos Humanos, tem como objetivo central colaborar com a erradicação da fome e da pobreza no mundo.

Em primeiro lugar, a partir da sensibilização e da mobilização da própria Igreja e de seus organismos para a realidade da fome, da miséria e das desigualdades. Em segundo, pelo diálogo com a sociedade através das ações promovidas pela própria Rede Cáritas e pela Igreja no enfrentamento a essas duras realidades. A Rede Cáritas Ceará, por exemplo, trabalha intensamente com projetos de acesso à água, produção agrícola familiar e agroecológica, articulação com catadoras e catadores de materiais recicláveis, contribui com formação de redes de economia solidária e promove a participação de comunidades na defesa de seus direitos.

Uma das principais estratégias da Campanha no Brasil é realizar um processo de escuta e diálogo para identificar como as próprias pessoas empobrecidas enxergam a realidade de miséria no país. O material dessas conversas será compilado para a construção de um mapa nacional sobre fome, pobreza e direitos. Também estão previstas a realização de audiências públicas locais, regionais e nacionais sobre o tema.

Pela Caritas Internacionalis um projeto de lei será produzido sobre o direito à alimentação. O intuito é que as Cáritas de todo o mundo possam incentivar a adoção da lei por seus governos. A entidade também irá defender na Organização das Nações Unidas uma sessão sobre o direito à alimentação, prevista para ocorrer em 2015 durante a assembléia geral.

Dados da concentração de renda e da desigualdade no mundo e no Brasil

Segundo dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) de 2013, 842 milhões de pessoas ainda passam fome no mundo, ou seja, um em cada oito seres humanos.

De acordo com o Relatório da Riqueza Global, lançado ano passado pelo banco suíço Credit Suisse, se a riqueza produzida em todo o mundo em 2013, que foi de UU$ 241 trilhões, fosse distribuída em partes iguais entre as pessoas adultas do planeta, cada um iria receber UU$ 56.600,00. O relatório ainda aponta que os 10% mais ricos controlam 86% da riqueza global, enquanto apenas 32 milhões de adultos em um mundo com sete bilhões de habitantes, possuem 41% da riqueza mundial. Além disso, dois terços dos adultos da humanidade – 3,2 bilhões – só conseguem dividir 3% da riqueza mundial.

No Brasil, sexta economia mais rica do mundo, 57 milhões de pessoas ainda vivem em estado de pobreza, ou seja, sobrevivendo com meio salário mínimo, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mesmo com programas de distribuição de renda promovidos pelo Governo Federal, 20% dos mais ricos ainda detém 63,8% da renda nacional, enquanto os 20% mais pobres acessam apenas 2,5% de toda a riqueza que é produzida pelo país.

A Cáritas acredita que esta é uma crise moral e humanitária. Ela é agravada por políticas e práticas desleais, tais como distorção de mercado – devido à especulação financeira excessiva em produtos alimentares -, os conflitos armados, o desvio de recursos alimentares do consumo para a produção de energia, o desperdício de alimentos e a falta de acesso a mercados para os produtores de países em desenvolvimento. Mais informações no site: www.caritas.org.br

PROGRAMAÇÃO PARA SEMANA DE SOLIDARIEDADE

Fortaleza

·         06 a 08 de novembro: Encontro Interregional Nordeste para refletir a campanha Mundial: “Uma Família Humana: Pão e Justiça para todas as pessoas” em Aquiraz.

·         07/11, de 14h30 às 18h – Dia de Mobilização nacional de Combate à fome e à pobreza no Jangurussú junto a Ascajan (Associação de catadores e catadoras do Jangurussú) e à comunidade com visita às famílias e diálogo sobre o tema da campanha. Haverá cortejo temático sobre pão, justiça, paz e esperança e no fim da tarde celebração ecumênica no Salão Pastoral Santo Antônio.

·         09/11 – Missa na TV Ceará às 8h da manhã para celebrar o momento da Campanha Mundial.

·         Postagens nas redes sociais sobre “O que é solidariedade”.

Itapipoca:

·         Dias 13 e 14 – Lançamento nas rádios da Campanha Natal de paz sem fome que se estenderá até o dia 23 de dezembro e da Rede Permanente de Solidariedade na comunidade Raposa.

CONTATOS:

Raquel Dantas (85) 9936 5373 / Jeane Freitas (85) 9808 1066 – 3231 4783 / Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza (85) 3388 8716 / Ana Maria Freitas (85) 8614 3495.

Por Jeane Freitas, Cáritas Regional Nordeste I

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,1-3

Missa de abertura Visita Pastoral

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 9,9-13

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep


QR Code Business Card