Atualidades

Pastoral dos Surdos realiza sua 2ª Reunião Anual

Do dia 13 a 15 de julho, estiveram reunidos na cidade de Apucarana (PR), os membros da Coordenação Nacional da Pastoral dos Surdos para a 2ª Reunião Anual. O objetivo do encontro foi agregar todos os membros da Coordenação, composta pelo Professor José Carlos de Oliveira, surdo (Florianópolis/SC), coordenador nacional, Padre Helio de Jesus, surdo (São Luís/MA), assessor nacional da pastoral, Professor Jurandir Junior – ouvinte (Recife/PE), coordenador nacional dos intérpretes católicos, padre Loir de Oliveira, ouvinte (Ponta Grossa/PR), pelo professor Cesar Bacchim, ouvinte (Rio de Janeiro/RJ) – secretário nacional e por Dom Celso Antonio Marchiori, bispo da Diocese de Apucarana.

Dom Celso está à frente da Pastoral como bispo referencial, março de 2011, quando fora chamado pelo então Secretário-Geral, dom Dimas Barbosa. Depois de um ano de posse de dom Celso e com a renovação dos assessores, a segunda reunião foi importante e necessária para avaliar a caminhada dos Regionais (15) cuja atuação da pastoral está nas Igrejas e dioceses.

Diversos acontecimentos da Pastoral estão sendo pensados e organizados, tais como a participação dos jovens surdos na JMJ em 2013, no Rio de Janeiro, e o 16º ENAPAS (Encontro Nacional da Pastoral dos Surdos) e do 6º ENCICAT (Encontro Nacional dos Intérpretes Católicos) em Porto Alegre (RS) nos dias 09, 10, 11 e 12 de janeiro de 2014.

A Pastoral dos surdos, presente nas diversas paróquias desde os anos 80/90, vem conquistando espaço eclesial, colocando o surdo como protagonista da evangelização e do seguimento da Jesus Cristo.

De acordo com o secretário Nacional da Pastoral dos Surdos e dos Intérpretes Católicos, Cesar Bacchim, “além da catequese para os surdos, há um movimento forte de participação dos mesmos nos ministérios leigos e o bonito testemunho do surdo “ouve” a Palavra de Deus e a pratica, sendo testemunha viva nos ambientes profissionais e familiares. Atualmente há um conhecimento maior sobre essa deficiência tanto pela sociedade em geral, como pela própria Igreja”.

Por: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia do Mondubim realiza festejo à Nossa Senhora

Papa: as ditaduras começam com a comunicação caluniosa

Dia Mundial do Refugiado promove cultura e debate os desafios do refúgio no Brasil

Nota de falecimento

Aparecida receberá restos mortais de Dom Aloísio Lorscheider, Cardeal repousará na Capela da Ressurreição do Santuário Nacional


QR Code Business Card