Atualidades

Organismo que dá voz às mulheres na Santa Sé recebe novas integrantes

“Para papa Francisco “mulheres são dons de Deus”

O Conselho Pontifício da Cultura apresentou na última terça-feira, um dia antes do Dia Internacional da Mulher, comemorado hoje, 8 de março, as novas integrantes do “Consulta Feminina”, organismo que conta com a representação de 37 mulheres de todos os continentes do mundo. Impulsionada pelo papa Francisco, a “Consulta Feminina” foi criada em 2015, e de acordo com o presidente do Conselho Pontifício da Cultura, cardeal Gianfranco Ravasi, tem o objetivo de levar à Cúria Romana um olhar feminino da sociedade contemporânea.

Em entrevista à Rádio Vaticano, o cardeal disse que por meio do organismo “consegue-se introduzir, por exemplo, uma leitura mais global, colorida, da realidade dos temas abordados, afastando um pouco a análise teológica-filosófica, própria da linguagem eclesial”, disse. Ainda de acordo com o bispo, até pouco tempo não havia nenhuma mulher no Conselho Pontifício da Cultura e fez questão de enfatizar que o grupo não é “uma operação de maquiagem”.

Fazem parte da composição do organismo, a ex-embaixadora do Chile para a Santa Sé, Mónica Jiménez; a jornalista turca, Yasemin Taksin e a teóloga iraniana, Sharaz Housman. “O grupo tem a ambição de refletir sobre temas universais na perspectiva das mulheres”, descreve a coordenadora do grupo, Consuelo Corradi.

“Mulheres são mais corajosas que os homens”

Em seus quatro anos de pontificado, o papa Francisco tem dado uma maior atenção às mulheres, mostrando que está ciente dos desafios que elas enfrentam, inclusive dentro da Igreja. Em um de seus discursos, o papa afirmou que sofre ao vê-las desempenhando um papel de servidão em ambientes eclesiais e reconheceu que elas são excluídas dos processos decisórios na Igreja, mas de acordo com ele “o papel das mulheres na Igreja não é feminismo, é um direito”. 

Tanto é direito que Francisco, ao longo de seu pontificado, instituiu a Comissão de Estudo para o Diaconato Feminino e promoveu a criação do grupo “Consulta Feminina” no Conselho Pontifício da Cultura, porque como ele mesmo diz: “A Igreja é mulher”.

“Este é o grande dom de Deus: nos deu a mulher. No Evangelho, ouvimos do que é capaz uma mulher. Mas é algo mais: a mulher é a harmonia, é a poesia, é a beleza. Sem ela o mundo não seria belo, não seria harmônico. Gosto de pensar, mas isso é algo pessoal, que Deus criou a mulher para que todos nós tivéssemos uma mãe (…) E as mulheres são mais corajosos que os homens”, concluiu Francisco.

Fonte: CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Seminário Arquidiocesano São José – Filosofia, celebra seus 30 anos de fundação

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 18,21-19,1

Bom pelicano

Comissão Arquidiocesana de Catequese promove Romaria dos Catequistas

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Redenção (CE) celebra 100 Anos da devoção à Santa Rita


QR Code Business Card