Atualidades

Leitura Orante: 7º Domingo do tempo Comum

7º DOMINGO DO TEMPO COMUM: Evangelho Mt 5, 38-48
Tema: “Amai os inimigos”

Invocação ao Espírito Santo
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Só a Deus honra e glória. Bendigamos o Pai e o Filho e o Espírito Santo. Nós vos invocamos, nós vos louvamos, Nós vos adoramos, oh! Santíssima Trindade. Sois a nossa esperança, a nossa salvação, A nossa glória, oh! Santíssima Trindade. Oh! Santíssima Trindade. Santo, Santo, Santo, Senhor Deus onipotente, O Deus que era, que é, e que há de vir. A vós a glória e o poder pelos séculos dos séculos. Louvor, glória e ação de graças a Vós, Oh! Santíssima Trindade. Amém.

LEITURA: (Verdade) O que diz o texto?
Proclamação da Palavra na Bíblia – Mt 5,38-48.
Observe as pessoas, descubra as palavras e frases que mais chamaram a atenção. os lugares, as relações que fazem parte do contexto.

MEDITAÇÃO: (Caminho) O que o texto diz para nós, hoje?

Passos da Leitura Orante

A resistência ao ofensor ou inimigo não deve ser feita com as mesmas armas usadas por ele, mas através do comportamento que o desarme.
Recordemos uma frase do papa Bento XVI: “a reconciliação e o perdão são, sem dúvida alguma, condições para construir uma verdadeira paz” (Sacramentum Caritatis, 89).

Como é a proposta de Jesus para superar a vingança? Jesus propõe uma atitude nova, diferente, com o objetivo de eliminar pela raiz o círculo da violência. A resistência ao ofensor ou inimigo não deve ser feita com as mesmas armas usadas por ele, mas através do comportamento que o desarme. Essa é a grande novidade trazida por Jesus -o mandamento do amor – a essência do cristianismo que consiste em amar e perdoar não só aos amigos, mas também aos inimigos

O apóstolo São Paulo também fala do assunto, no capítulo 12 aos romanos: “Amados, não façam justiça com as próprias mãos . Se o inimigo tiver fome, dê-lhe de comer, se tiver sede, dê-lhe de beber; desse modo, você fará o outro corar de vergonha. Não se deixe vencer pelo mal, mas vença o mal com o bem” (Rm 12, 19-21).

ORAÇÃO: (Vida) O que o texto nos faz dizer a Deus?

Oração de São Francisco
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
Compreender, que ser compreendido;
Amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

CONTEMPLAÇÃO: (Vida e Missão) Qual meu novo olhar, a partir da Palavra?
O que farei para praticar a caridade, para com as pessoas que me tratam com menosprezo, ou são desleais? Como é a proposta de Jesus para superar a vingança?
Sinto que minha vida é carregada das cores da Palavra de Deus? Minha presença é iluminadora, aponta caminhos de paz, de reconciliação e de amor?

BÊNÇÃO BÍBLICA
Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. (Nm 6, 24-27)

Elaboração: Padre Francisco Ivan de Souza e Haydée Bomfim Morais

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,1-3

Missa de abertura Visita Pastoral

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 9,9-13

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep


QR Code Business Card