Atualidades

Homilia de dom José Luiz Gomes de Vasconcelos na abertura da Semana Missionária em Fortaleza

Fortaleza, 15 de julho de 2013.

Queridos jovens rapazes e moças que nesta tarde lotam a Catedral Metropolitana de Fortaleza, prezado dom Rosalvo, bispo auxiliar desta Arquidiocese, estimado irmão no episcopado, estimados sacerdotes, estimadas religiosas, irmãos e irmãs em Cristo, sejam todos bem-vindos! Louvado seja Nosso senhor Jesus Cristo!

Gosto de rezar com o salmista: “Como é bom, como é agradável habitarmos todos juntos como Irmãos!” (Sl 32,1) Somos muitos, de várias nacionalidades, de várias paróquias, de famílias diversas; com jeito próprio de ser; mas, em torno desta mesa nos tornamos todos irmãos! Temos em comum a mesma fé no único e verdadeiro Deus, partilhamos a mesma fé que recebemos no batismo. Partilhamos a mesma esperança no Deus que age na história das pessoas humanas. Experimentamos o mesmo amor que brota do coração de Deus e nos impulsiona ao encontro do próximo.

Com esta celebração eucarística damos abertura a Semana Missionária da Juventude na Arquidiocese de Fortaleza que se realiza concomitantemente com todas as dioceses do Brasil em preparação da JMJ que ocorrerá no Rio de Janeiro. Lá o Cristo Redentor nos espera de braços abertos!

Estimados jovens, esta Semana Missionária tem hoje sua abertura solene. Não iniciou, porém, hoje. Iniciou desde o momento que sentimos em nossos corações o chamado de Deus para uma missão. “Ide e evangelizai!” Disse o Senhor e respondemos com entusiasmo e disponibilidade interior: “Eis-me aqui! Envia-me!”.

Esta semana teve início, na realidade domingo. Todas as semanas iniciam no domingo, o dia do Senhor, o primeiro dia da semana. Independentemente do lugar onde nos encontrávamos, todos nós, participamos da santa missa em nossas paróquias de origem. E o que ouvimos? Ouvimos um encontro entre Jesus e um escriba, um mestre da Lei. O que ele perguntou a Jesus? Ele perguntou o que era preciso para ter como herança a vida eterna! Que curioso… será que hoje em dia existe ainda alguém preocupado com a vida eterna? E o que significa a vida eterna? A vida eterna não é somente a vida após a morte. Não! A Vida eterna é a vida em Deus que se inicia no momento em que experimentamos Deus em nossas vidas e por Ele nos deixamos guiar. Esta vida e se prolonga por toda a eternidade! Nem a vida, nem a morte, tronos ou potestades, sofrimentos nem angustias, nada, nada, pode nos separar do amor de Deus! Isto é a vida eterna!

Jesus, domingo passado fez com que o mestre da lei encontrasse na Lei, escrita em seu próprio coração, o sentido da vida! Jesus o fez ver que o único caminho para a vida eterna estava em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

Com a parábola do Bom Samaritano fez compreender que amor não é um sentimentalismo romântico. Amor se traduz por gestos concretos de compaixão, de solidariedade, de doação, de serviço à vida do próximo.É necessário tornar-se próximo para experimentar o amor de Deus e vivenciar o amor ao próximo.

Quais os objetivos desta Semana Missionária?

>  Iluminados pela liturgia eucarística de domingo passado, queremos vivenciar esta Semana Missionária procurando em primeiro lugar um encontro pessoal com Jesus, para assim poder conhecê-Lo mais profundamente, amá-Lo, segui-Lo, servi-Lo.

> Em segundo lugar, n’Ele confiando, precisamos sair, sair de nós mesmos! Sair ao encontro do outro. Não podemos ser missionários sem sair, sem desinstalarmo-nos! “partir é antes de tudo sair de si mesmo” Dizia dom Helder Câmera Arcebispo de Olinda e Recife de saudosa memória.

> Somos chamados a anunciar Jesus! Proclamar um anúncio Kerigmático: anunciar para todos que encontrarmos que Jesus é “a imagem viva do Deus invisível, o primogênito de toda criatura. Que por causa dele, foram criadas todas as coisas no céu e na terra, as visíveis e as invisíveis. Tudo, tudo foi criado por Ele e para Ele” como celebramos domingo passado.

> Somos chamados ainda a percorrer as ruas de nossas cidades brasileiras com os olhos de missionários de Jesus, ou seja, o olhos do bom samaritano. Os olhos da compaixão, os olhos da misericórdia, olhos de amor à vida que foi deixada à beira do caminho.

Esta cidade é muito bela. Encantadora. Os turistas ficam fascinados com suas belas praias e outras belezas naturais. Peço-vos, porém, não saiamos apenas com olhares de turistas, mas com olhar de discípulos e discípulas de Jesus. Sejamos capazes de ver como o nosso povo é religioso, observemos a fé deste povo; eu modo alegre de celebrar a sua fé e ao mesmo tempo vejamos como grande parcela desta população ainda não conhece a Deus e vive como se Ele não existisse. Esta é a causa de tanta violência, estaá a causa das drogas que invadem tantos lares e a tantos destrói.

Estimados jovens, celebramos hoje a festa de Nossa Senhora do Carmo, mãe de Deus e nossa. Modelo de santidade e modele de missionária! Estrela da nova evangelização!

Contemplemos Maria: depois de fazer profunda e indizível experiência de Deus ao ser escolhida para ser a mãe do Salvador prometido, Maria imediatamente partiu em missão. Dirigiu-se apressadamente à região montanhosa para servir sua prima Isabel que estava grávida, no sexto mês de gravidez. Ali, Maria serviu a Isabel nas suas necessidades, e ali ela proclamou as maravilhas que Deus realizou em sua vida: ‘O Senhor fez em mi maravilhas, santo é o seu nome!”

Jovens, sejamos missionários do Senhor Jesus! Partamos depreendidos de tudo. Partamos com os olhar do bom Samaritano, com os olhar de Maria serva do Senhor! Que esta Semana missionária proporcione a todos nós, especialmente aos jovens missionários e missionárias, verdadeiro encontro com Cristo, com o próximo e consigo mesmo. Proporcione-nos um encontro com o sentido da vida que está em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como Jesus nos amou.

Que assim seja!

Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos

Bispo Auxiliar de Fortaleza

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo

Palestras sobre o tema Comunicação na Faculdade Católica de Fortaleza

Convite de Dom José Antonio – Simpósio Arquidiocesano no Ano Mariano

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,1-3


QR Code Business Card