Atualidades

Este é o balanço da intensa atividade diplomática da Santa Sé em 2016

Assim como outros Estados do mundo, o Vaticano realiza uma intensa atividade diplomática, com relações com diversos países que também têm seus embaixadores ante a Santa Sé. Esta atividade foi especialmente intensa ao longo do ano passado.

Segundo um comunicado divulgado pela Sala de Imprensa do Vaticano, 182 países têm relações diplomáticas com o Vaticano. São 182 estados mais a União Europeia e a Ordem de Malta.

O Estado com o que o Vaticano estabeleceu relações de forma mais recente é a República Islâmica da Mauritânia, a nível de Nunciatura Apostólica e Embaixada, em 9 de dezembro de 2016.

Desses 182 Estados, mais a União Europeia e a Ordem de Malta, 88 têm embaixadas ante a Santa Sé. As que recentemente foram abertas, durante 2016, foi a do Estado da Palestina depois que entrou em vigor o Acordo global entre a Santa Sé e o Estado da Palestina no dia 26 de junho de 2015, e a da Malásia.

Também têm sede em Roma o Escritório da Liga Árabe, da Organização Internacional para as Migrações, e do Alto Comissionado das Nações Unidas para os Refugiados.

Durante 2016 foram assinados três acordos: no dia 20 de maio, com a República Democrática do Congo sobre assuntos de interesse comum; em 6 de setembro, com a República Centro-africana também sobre assuntos de interesse comum; e, em 22 de outubro, com a República do Benim, relacionado ao estatuto jurídico da Igreja Católica neste país africano.

Do mesmo modo, em 3 de março, foi ratificado o acordo com Timor Oriental a respeito do estatuto jurídico da Igreja Católica e, no dia 15 de outubro, entrou em vigor a Convenção entre a Santa Sé e o Governo da República Italiana em matéria fiscal.

Por outro lado, em 23 de novembro de 2016, entrou em vigor o acordo com a República Francesa, assinado no dia 25 de julho do mesmo ano. Em 15 de setembro, foi assinado um Memorando de Entendimento com o Governo dos Emirados Árabes Unidos sobre a isenção mútua de vistos de ingresso para os titulares de passaporte diplomático e de passaporte especial (oficial e de serviço).

Finalmente, em 19 de setembro de 2016, a Santa Sé também aderiu, em nome e por conta do Estado da Cidade do Vaticano, à Convenção das Nações Unidas contra a corrupção de 31 de outubro de 2003.

Além de ser a sede do papado e o centro espiritual para milhões de cristãos em todo mundo, a Cidade do Vaticano é um Estado soberano e independente com 44 hectares de superfície.

Fonte: ACI Digital

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card