Atualidades

Este é o balanço da intensa atividade diplomática da Santa Sé em 2016

Assim como outros Estados do mundo, o Vaticano realiza uma intensa atividade diplomática, com relações com diversos países que também têm seus embaixadores ante a Santa Sé. Esta atividade foi especialmente intensa ao longo do ano passado.

Segundo um comunicado divulgado pela Sala de Imprensa do Vaticano, 182 países têm relações diplomáticas com o Vaticano. São 182 estados mais a União Europeia e a Ordem de Malta.

O Estado com o que o Vaticano estabeleceu relações de forma mais recente é a República Islâmica da Mauritânia, a nível de Nunciatura Apostólica e Embaixada, em 9 de dezembro de 2016.

Desses 182 Estados, mais a União Europeia e a Ordem de Malta, 88 têm embaixadas ante a Santa Sé. As que recentemente foram abertas, durante 2016, foi a do Estado da Palestina depois que entrou em vigor o Acordo global entre a Santa Sé e o Estado da Palestina no dia 26 de junho de 2015, e a da Malásia.

Também têm sede em Roma o Escritório da Liga Árabe, da Organização Internacional para as Migrações, e do Alto Comissionado das Nações Unidas para os Refugiados.

Durante 2016 foram assinados três acordos: no dia 20 de maio, com a República Democrática do Congo sobre assuntos de interesse comum; em 6 de setembro, com a República Centro-africana também sobre assuntos de interesse comum; e, em 22 de outubro, com a República do Benim, relacionado ao estatuto jurídico da Igreja Católica neste país africano.

Do mesmo modo, em 3 de março, foi ratificado o acordo com Timor Oriental a respeito do estatuto jurídico da Igreja Católica e, no dia 15 de outubro, entrou em vigor a Convenção entre a Santa Sé e o Governo da República Italiana em matéria fiscal.

Por outro lado, em 23 de novembro de 2016, entrou em vigor o acordo com a República Francesa, assinado no dia 25 de julho do mesmo ano. Em 15 de setembro, foi assinado um Memorando de Entendimento com o Governo dos Emirados Árabes Unidos sobre a isenção mútua de vistos de ingresso para os titulares de passaporte diplomático e de passaporte especial (oficial e de serviço).

Finalmente, em 19 de setembro de 2016, a Santa Sé também aderiu, em nome e por conta do Estado da Cidade do Vaticano, à Convenção das Nações Unidas contra a corrupção de 31 de outubro de 2003.

Além de ser a sede do papado e o centro espiritual para milhões de cristãos em todo mundo, a Cidade do Vaticano é um Estado soberano e independente com 44 hectares de superfície.

Fonte: ACI Digital

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 9,9-13

Festa na paróquia de São Francisco de Assis, Jacarecanga

Soberania nacional é o eixo central da análise de conjuntura apresentada aos bispos Consep

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,31-35

Papa Francisco anuncia duas novas nomeações na manhã desta quarta-feira, 20


QR Code Business Card