Atualidades

CNBB em 2012

CNBB_50ag_dom_damascenoDom Damasceno Cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, apresenta destaques do ano: “A CNBB, ponto de convergência do esforço dos pastores, sucessores dos apóstolos, procurou marcar presença nos acontecimentos mais significativos dentro e fora do âmbito da comunidade eclesial”.

 O ano de 2012

A Igreja escreveu páginas importantes da história de compromisso com o ser humano em cumprimento ao mandato de amor que nos foi dado por Cristo durante este último ano no Brasil. Este 2012, foi, na verdade, o segundo ano na implementação das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora e conseguimos, com a graça de Deus, imprimir um ritmo de grande empenho marcado pelo entusiasmo nas comunidades de todas as paróquias e dioceses do país. A CNBB, ponto de convergência do esforço dos pastores, sucessores dos apóstolos, procurou marcar presença nos acontecimentos mais significativos dentro e fora do âmbito da comunidade eclesial.

Apresentamos alguns que merecem registro e destaque:

JANEIRO

Continuaçao da peregrinação da Cruz e do Ícone da JMJ

Desde setembro de 2011, a cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora que representam a preparação das comunidades para a realizada da Jornada Mundial da Juventude em 2013 com a presença do Papa Bento XVI no Rio de Janeiro. A Comissão Episcopal Pastoral para Juventude da CNBB, em sintonia com o Pontifício Conselho para os Leigos e o Comitê da Jornada, tem procurado acompanhar esse movimento que conquista os jovens para a oração e a reflexão. Até o final do ano, os símbolos terão passados todos os 17 regionais da CNBB e seguirão para alguns países da América do Sul.

31 – Ato em defesa do CNJ – Brasília (DF)

Aconteceu na sede federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília, um ato público em defesa da competência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em processar e punir juízes e magistrados por desvios ético-disciplinares no exercício da profissão. Com a presença de mais de 500 pessoas, participam do ato, além OAB, diversas entidades representativas da sociedade, como a CNBB e a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), parlamentares, juristas e os ex-ministros da Justiça, Nelson Jobim (primeiro presidente do CNJ) e Márcio Thomaz Bastos, que é também ex-presidente nacional da OAB.

31 – Visita aos Guarani-Kaiowá – região sul (MS)

O secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, depois de percorrer cerca de mil quilômetros e visitar comunidades Guarani Kaiowa na região sul do Mato Grosso do Sul, nos relatou: “A situação é de desamparo e violência. Pelo constatado, a origem de todos os problemas está na falta de andamento dos processos de demarcações de terras tradicionais e na ausência de políticas publicas”.

FEVEREIRO

3 a 7 – Encontro Nacional dos Presbíteros – Aparecida (SP)

Participei do encerramento da celebração final e saudei os padres pela realização do 14º Encontro Nacional de Presbíteros no Santuário de Aparecida. O encontro teve como tema ‘A Identidade e a Espiritualidade do Presbítero no Processo de Mudança de Época’ e reuniu quase 500 padres de todas as partes do Brasil. Na ocasião, foi eleita a nova coordenação da CNP, Comissão Nacional dos Presbíteros que é um organismo da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

7 – Curso anual dos bispos – Rio de Janeiro (RJ)

Participei do 21º Curso para Bispos que reuniu mais de 100 Bispos de todo o Brasil com objetivo de contribuir para a comunhão episcopal, na linha da formação permanente, através da reflexão do tema “50 anos após o Vaticano II- novo dinamismo e novas interrogações para a Igreja”, com destaque para os temas: Palavra de Deus, Ecumenismo e Ensino das Instituições Católicas, nos colocam dentro da preparação da celebração dos 50 anos do Concílio Vaticano II, como foi pedido pelo Santo Padre Bento XVI, na Carta Apostólica sob a forma de Motu Proprio, Porta Fidei.

10 – Nomeação do novo Núncio Apostólico

Papa Bento XVI escolheu Dom Giovanni D’Aniello como novo Núncio Apostólico para o Brasil, sucedendo a Dom Lorenzo Baldisseri. Dom D’Aniello era núncio da Tailândia e Camboja e Delegado Apostólico em Myanmar e Laos. Ele tem 57 anos, nasceu em Aversa (Itália), foi ordenado sacerdote em dezembro de 1978. É doutor em Direito Canônico. Ingressou no Serviço Diplomático da Santa Sé em 1983, tendo desempenhado a sua atividade junto às Representações Pontifícias do Burundi, Tailândia, Líbano, Brasil e Seção para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado, no Vaticano. Dom Lorenzo Baldisseri foi nomeado secretário para a Congregação para os Bispos, no Vaticano.

18 – Consistório: Dom João Braz de Aviz – Roma

Participei, em Roma, do Consistório Ordinário Público realizado pelo Papa Bento XVI para criação de 22 novos cardeais. Entre os cardeais criados pelo Santo Padre estava o nosso Irmão, dom João Braz de Aviz, atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada. A ele foi concedido o título da igreja Santa Helena Prenestina, localizada próxima ao Vaticano.

22 – Campanha da Fraternidade sobre a saúde pública – Brasília (DF)

Para este ano, a Campanha da Fraternidade trouxe como tema “Fraternidade e Saúde Pública” e como lema “Que a saúde se difunda sobre a Terra”. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, participou do lançamento da campanha na sede da CNBB e fez uma referência agradecida à Igreja pela oportunidade de poder discutir a saúde pública no Brasil, dizendo que esperava contribuições sobre diversos projetos desenvolvidos nessa área.

MARÇO

23 a 29 – Viagem de Bento XVI ao México e Cuba

Convidado pelo Papa, participei de sua visita ao México. No México, onde a luta contra o tráfico de droga fez 50 mil mortos em cinco anos, o objetivo da viagem foi procurar “transformar o México com base nos valores cristãos que estão no ADN do povo”, conforme disse o cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado do Vaticano. Em Cuba, onde apenas 10% dos 112 milhões de habitantes se consideram católicos, o Papa teve bela recepção e deixou sua mensagem de esperança ao povo.

ABRIL

11 – Julgamento do caso dos anencéfalos pelo STF – Brasília (DF)

A CNBB convocou o episcopado e todos os fiéis a se reunirem em “vigília de oração pela vida”, tendo em vista o julgamento no Supremo Tribunal Federal, da ação (arguição de descumprimento de Preceito fundamental (ADPF 54/2004), que teve por objetivo legalizar o aborto de fetos com “meroanencefalia”, denominados “anencefálicos” — que “não têm em maior ou menor grau, as partes superiores do encéfalo e que erroneamente, têm sido interpretados como não possuindo todo o encéfalo”, esclacrecemos em Nota e ainda lembramos que “A vida deve ser acolhida como dom e compromisso, mesmo que seu percurso natural seja, presumivelmente, breve. Há uma enorme diferença ética, moral e espiritual entre a morte natural e a morte provocada. Aplica-se aqui, o mandamento ‘Não matarás’”,

18 a 26 – 50ª Assembleia Geral da CNBB – Aparecida (SP)

Realizada pela quarta vez em Aparecida, que desde o ano passado se tornou sede oficial do encontro anual da CNBB, a 50ª Assembleia Geral reúne 335 bispos foi uma assembleia comemorativa. O tema central foi a “Palavra de Deus na vida e missão da Igreja”. O nosso encontro também lembrou os 60 anos da CNBB e os 50 anos do início dos trabalhos do Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965).

19 – 40 anos do CIMI – Aparecida (SP)

Durante a 50a. assembleia geral dos bispos, celebramos os 40 anos de existência do Conselho Indigenista Missionários. Dom Édson Tasquetto Damian, bispo de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, e presidente do Conselho nos lembrou que “temos uma dívida social imensa com os povos indígenas pelos massacres, genocídios, inomináveis crueldades e injustiças praticadas ao longo destes 512 anos de invasão e extermínio. O Conselho Indigenista Missionário é um dos organismos vinculados à CNBB com atuação reconhecida na história recente do Brasil.

25 – Dom Jayme Chemello visita Chernobyl – Ucrânia

Membro do nosso episcopado, Dom Jayme Chemello, o bispo emérito de Pelotas (RS), foi único brasileiro a participar da visita de uma delegação com parlamentares e representantes da sociedade civil de todo o mundo à região de Chernobyl, na Ucrânia, onde em abril de 1986 ocorreu o maior acidente nuclear da história. O convite para a participação brasileira foi feita pela ONG Green Cross, da Suíça, fundada pelo ex-presidente da União Soviética, Mikail Gorbachev.

28 e 29 – Peregrinação Nacional das Famílias – Aparecida (SP)

Participei do 2º Simpósio Nacional das Famílias e da 4ª Peregrinação Nacional das Famílias. Este ano, o Simpósio teve como tema “A Família: o trabalho e a festa”, o mesmo do Encontro Mundial das Famílias, que será realizado em Milão, com a presença de Bento XVI.A estimativa geral foi de que quase 2 mil pessoas tenham participado do Simpósio e 120 mil pessoas da Peregrinação. Além disso, 13 bispos e 50 padres acompanharam de perto os dois eventos.

MAIO

16 – Início dos trabalhos da Comissão Nacional da Verdade – Brasília (DF)

Acolhemos, com satisfação, a instalação da comissão brasileira que visa investigar violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988 no Brasil por agentes do estado. Essa comissão é formada por sete membros nomeados pela presidente do Brasil e catorze auxiliares e essas pessoas estão atuando durante dois anos, sendo que no final desse período, publicarão um relatório dos principais achados, que poderá ser público ou poderá ser enviado apenas para o presidente da república ou o ministro da defesa.

18 – Seminário de Comunicação para juventude – Brasília (DF)

Promovido pela CNBB, um seminário para jovens sobre o tema da comunicação foi realizado com a participação de cerca de 300 jovens profissionais de todo o país que atuam em diversas áreas da comunicação nas paróquias e dioceses. O objetivo do encontro foi debater questões sobre evangelização, juventude e novas mídias. O evento teve a participação do jesuíta italiano, diretor da revista “Civilta Cattolica”, pe. Antonio Spadaro.

31 – VII Encontro mundial das famílias – Milão – Itália

Participei juntamente com a Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família da CNBB do Encontro Mundial das Famílias com o Papa, em Milão, na Itália. O tema tratado foi “A família: o trabalho e a festa”. O Papa Bento XVI, no encerramento do encontro, afirmou que “nos foi confiada a tarefa de construir comunidades eclesiais que sejam cada vez mais família, capazes de refletir a beleza da Trindade e evangelizar não só com a palavra mas – diria eu – por ‘irradiação’, com a força do amor vivido”. O Papa também anunciou que o próximo encontro mundial será na cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, no ano de 2015.

JUNHO

10 – 50º Congresso Eucarístico Internacional – Irlanda

O 50° Congresso Eucarístico Internacional foi realizado na cidade de Dublin, na Irlanda e reuniu mais de 10 mil peregrinos de todo o mundo. O Legado Pontifício para o Congresso Eucarístico Internacional, cardeal Marc Ouellet, na celebração de abertura, afirmou: “Nós viemos aqui”, disse ele, “como família de Deus, chamados por Ele para ouvir a Sua Santa Palavra, para lembrar quem somos à luz da história da salvação, e para responder a Deus através da maior e mais sublime oração conhecida pelo mundo: a Sagrada Eucaristia”.

15 – Cúpula dos Povos e Rio+20 – Rio de Janeiro (RJ)

A CNBB participou da Cúpula dos Povos, durante o a Conferência da ONU chamada de Rio +20 por meio de duas Comissões Episcopais: a das Pastorais Sociais e a do Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso, além da Comissão Brasileira de Justiça e Paz. O Cardeal de São Paulo, dom Odilo Scherer, foi o representante no encontro da ONU.

16 – Encontro da Vida Monástica e Contemplativa – Aparecida (SP)

Participei do Encontro Nacional para a Vida Consagrada Monástica e Contemplativa promovido pela CNBB com o tema “Nossa Pátria é o céu” (Fil 3,20). ‘Vida Monástica e Contemplativa hoje – Identidade, Mística e Missão’. Cerca de 200 religiosos e religiosas de vida monástica e contemplativa participaram do encontro.

26 – Cartilha de orientação para as eleições municipais

Dando continuidade à experiência realizada em anos anteriores, organismos vinculados à CNBB já disponibilizaram a cartilha “Eleições Municipais 2012: cidadania para a democracia”. A publicação foi elaborada numa parceria pelo Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB), Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), Centro Nacional de Fé e Política “Dom Helder Câmara” (CEFEP) e Pastorais Sociais. A proposta apresentada foi a de ajudar o eleitor a realizar uma boa reflexão em vista do voto consciente.

26 – Divulgados dados do Censo 2010 – Mapa das Religiões/IBGE

A CNBB tem se dedicado ao estudo dos dados que foram publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a situação religiosa no país. O Brasil ainda é a maior nação católica do mundo, mas, na última década, a Igreja teve uma redução da ordem de 1,7 milhão de fieis, um encolhimento de 12,2%. Os dados são da nova etapa de divulgação do Censo de 2010.

JULHO

6 – 10º Encontro da Igreja na Amazônia – Santarém (PA)

O 10º Encontro dos bispos da Amazônia celebrou os 40 anos do Documento de Santarém. No documento final, os bispos reafirmaram o compromisso da Igreja com os povos da Amazônia. A reunião O contou com a participação do secretário geral da CNBB, de 35 bispos e de dezenas de religiosos e lideranças, dentre estes alguns que estão sob constante vigilância de segurança em virtude da postura em defesa dos povos – denúncias contra a exploração sexual de crianças, adolescentes e mulheres, tráfico de drogas e de pessoas, trabalho escravo – e por denunciarem a exploração ilegal dos recursos da Amazônia.

9 – Morte do cardeal Eugênio Sales – Rio de Janeiro (RJ)

O cardeal dom Eugenio de Araújo Sales, arcebispo emérito do Rio, faleceu aos 91 anos, após sofrer um infarto em casa. Nascido em Acari (RN), em 11 de novembro de 1920, dom Eugenio Sales foi ordenado bispo aos 33 anos, em Natal, com apenas 11 de sacerdócio. Em 1968, tornou-se arcebispo de Salvador e, em 1971, arcebispo do Rio.

12 a 15 – 3º Congresso Missionário Nacional – Palmas (TO)

A Igreja reuniu em Palmas-TO, mais de 600 pessoas representantes dos 17 Regionais da CNBB, organismos e institutos missionários, grupos de animação missionária entre eles Infância, Adolescência e Juventude Missionária, leigos, ministros ordenados e a vida religiosa consagrada. Ao todo se somaram mais de 600, dos quais 25 bispos, 12 diáconos, 319 leigos/as, 152 presbíteros, 98 religiosas/os, e 31 seminaristas.

13 a 15 – Seminário de Bioética para juventude – Brasília (DF)

As Comissões para Vida e Família e para a Juventude, da CNBB, promoveram o Seminário de Juventude e Bioética. O encontro foi mais um passo de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio em 2013. O objetivo da iniciativa foi aprofundar os conhecimentos sobre temáticas como aborto, anencefalia, células-tronco embrionárias e eutanásia.

19 a 22 – Encontro Nacional da Pascom – Aparecida (SP)

O 3º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação reuniu mais de 600 comunicadores das diversas dioceses do Brasil. Foram quatro dias de formação e troca de experiências entre os profissionais da área e os agentes da Pascom que atuam junto às muitas dioceses do Brasil, com o intuito de proporcionar conhecimentos sobre a melhor forma de utilizar as inovações tecnológicas e os conhecimentos teóricos sem deixar de lado a espiritualidade do comunicador.

21 – Encontro Mundial das Equipes de Nossa Senhora – Brasília (DF)

Participei do Encontro Internacional das Equipes de Nossa Senhora. O Brasil foi o terceiro país no mundo a receber o Movimento e o primeiro de língua não francesa. Este ano, pela primeira vez, o Encontro Internacional aconteceu fora da Europa. As Equipes de Nossa Senhora – ENS – são um movimento cristocêntrico da Igreja Católica Apostólica Romana, fundado pelo Padre Henry Cafarrel e alguns casais franceses durante a Segunda Guerra Mundial, nos idos de 1938, na França.

AGOSTO

11 – Preparação para 5a. Semana Social Brasileira – Brasília (DF)

Um Seminário Nacional marcou, de maneira especial, a Preparação da 5ª Semana Social Brasileira. O encontro reuniu cerca de 110 pessoas, de Pastorais e movimentos sociais de todas as regiões do país. A partir do tema proposto para a 5ª Semana, “A participação da sociedade no processo de democratização do Estado – Estado para quê e para quem”, a 5a. Semana se estende até o primeiro semestre de 2013, as discussões contemplaram a conjuntura brasileira no que tange a democracia e participação social no processo de construção de uma nação mais fraterna e solidária.

12 a 18 – Semana Nacional da Família

A Igreja no Brasil discutiu ‘A Família: o trabalho e a festa’ durante a Semana Nacional da Família usando o roteiro de reflexão e oração conhecido como “Hora da Família”. A iniciativa é da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e da Comissão Nacional da Pastoral Familiar.

14 – Plataforma de evangelização “Anjinhos do Brasil”

A CNBB tomou uma iniciativa inédita de evangelização para crianças de dois a oito anos de idade. O projeto chamado “Anjinhos do Brasil” é uma plataforma multimídia baseada em sete personagens infantis em forma de anjos. O evento de lançamento foi realizado no Museu de Arte Sacra de São Paulo.

SETEMBRO

7 – 18ª edição do Grito dos Excluídos

A CNBB participou do movimento do Grito dos Excluídos sob o lema “Queremos um Estado a serviço da nação, que garanta direitos a toda população”. Organizações e movimentos sociais realizarão uma série de atividades em todo o país. “O Estado tem o dever de dar à população brasileira o acesso ao sistema de saúde, à educação, terra, trabalho, transporte, moradia e lazer. No entanto, isso acontece de forma precária e, em alguns casos, não ocorre”, foi a mensagem deixada pelos movimentos sociais.

7 a 9 – Congresso Teológico 20 anos do Catecismo da Igreja Católica – Curitiba (PR)

O Congresso Teológico Nacional foi organizado pelas Comissões Episcopais Pastorais da CNBB para Animação Bíblico-Catequética, para Educação e Cultura e para a Doutrina da Fé. Além de inúmeros teólogos conferencistas brasileiros, o Congresso contou também a presença do secretário da Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, dom Luís Francisco Ladaria Ferrer.

28 – Nota sobre Eleições municipais

A presidência da CNBB divulgou nota sobre as eleições municipais 2012. O texto foi aprovado durante a reunião do Consep, realizada nesta semana em Brasília (DF). O texto incentiva os eleitores, mesmo aqueles “que não têm obrigação de votar”, a comparecerem às urnas. “O voto, mais do que um direito, é um dever do cidadão e expressa sua corresponsabilidade na construção de uma sociedade justa e igualitária”.

OUTUBRO

Campanha Missionária

Este ano a Igreja no Brasil reflete o tema “Brasil missionário partilha tua fé” em sintonia com os temas do 3º Congresso Missionário Nacional, que aconteceu em Palmas e do 4º Congresso Missionário Americano que também é o 9º Congresso Missionário Latino Americano que se realizarão em Maracaibo, Venezuela, em 2013, com o tema “América Missionária partilha a tua fé”.

1 a 7 – Semana Nacional da Vida e Dia do Nascituro

A Semana da Vida e o Dia do Nascituro foram instituídos pela 43ª Assembleia Geral da CNBB e é ocasião especial para colocar em evidência o valor e beleza desse dom precioso que recebemos de Deus. De modo especial, salientamos o valor sagrado da vida humana, em todas as suas dimensões. Diante de tantos ataques que a vida vem sofrendo em nossos dias, é missão do cristão e da Igreja reafirmar sua importância inestimável e inegociável. A vida é o fundamento sobre o qual se apoiam todos os demais valores.

11 – 50 anos dos Concílio Abertura do Ano da Fé

Participei, a convite do Papa Bento XVI, de uma solene celebração em Roma, precisamente a 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II, concelebrada por centenas de bispos de todo o mundo, dando assim início ao Ano da Fé por ele promulgado. Convidados de honra, em lugar de destaque, o patriarca de Constantinopla – Bartolomeu I, e o arcebispo de Cantuária, Rowan Williams.

12 a 14 – 2o. EBRUC – Curitiba (PR)

O Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos é ecumênico e reúne 550 pessoas, em sua maioria jovens, do Brasil, mas também da Argentina, Chile e Guiné Bissau. O Ebruc foi organizado pelo Setor Universidades da CNBB com o lema “Falamos daquilo que sabemos, testemunhamos o que vimos” ( Jo 3,11). o tema deste ano foi: Educação e cultura, areópagos da missão. E o objetivo apresentado era o de conectar as juventudes e expressões cristãs presentes no meio universitário para refletir sobre a missão evangelizadora nos espaços da educação e cultura.

14 – 60 anos da CNBB

A CNBB completou 60 anos de atividades e serviço da colegialidade episcopal, do planejamento pastoral e da evangelização em nosso país. A Conferência nasceu no Rio de Janeiro em 14 de outubro de 1952. Essas 6 décadas também representam um marco importante para a Igreja no Brasil. CNBB tem atuado na promoção da nova evangelização e se empenha na defesa da dignidade humana, na garantia do direito à vida, e vida digna para todos, bem como na justiça social. Desde a sua criação, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil já teve onze presidentes. Entre as tarefas deste grupo está o relacionamento frequente com a Santa Sé; o diálogo e a cooperação apostólica com as Conferências Episcopais.

7 a 28 – Sínodo dos Bispos – Roma

Com a participação de quatro delegados da CNBB e um bispo convidado pelo Papa, realizou-se, em Roma, o Sínodo dos Bispos para tratar da “Nova Evangelização para a Transmissão da Fé”. Na celebração de conclusão do Sínodo, o Papa Bento XVI disse que “Todos os homens têm o direito de conhecer Jesus Cristo e seu Evangelho e o dever dos cristãos, de todos, sacerdotes, religiosos e laicos, é anunciá-lo”.

NOVEMBRO

5 e 6 – Seminário Relação Estado e Sociedade – Brasília (DF)

A CNBB realizou, em parceria com a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB Nacional), a União Marista do Brasil (UMBRASIL) e o Centro de Assessoria e Apoio a Iniciativas Sociais (CAIS)/Misereo, o Seminário Nacional Relação Estado e Sociedade. O evento reúne no Centro Cultural de Brasília cerca de 120 participantes, representantes de instituições religiosas cristãs, entidades beneficentes e organizações sociais, com o objetivo de debater as relações do Estado com a sociedade civil, para a elaboração conjunta de sugestões que aprimorem as regulações em debate e ao fortalecimento da participação popular. O Ministro Gilberto Carvalho participou dos debates.

DEZEMBRO

Mensagem de Natal

Natal é tempo de paz, de graça e de alegria, e, principalmente, de gratidão a Deus por ter nos enviado, por meio de Maria, seu Filho, para ser o nosso Redentor.

Esta é a causa e a fonte da verdadeira alegria para nós no Natal: a plena convicção de que Deus nos ama infinitamente, a ponto de, pelo mistério da encarnação, assumir a condição humana e tornar-se verdadeiramente um de nós, semelhante a nós em tudo, exceto no pecado.

Este gesto de amor atinge seu ápice quando Jesus aceita, livremente, morrer na cruz por nós. Jesus venceu a morte com a própria morte e ao ressuscitar concedeu-nos a salvação e nos conferiu a dignidade de sermos chamados filhos de Deus. “E a razão pela qual o Verbo de Deus se fez homem foi para que o homem ao entrar em comunhão com o Verbo e ao receber, assim, a filiação divina, se convertesse em filho de Deus. Porque o Filho de Deus se fez homem para nos fazer Deus” (CIC 460).

Jesus veio ao mundo para nos revelar que “Deus é amor”. Ele é justiça, misericórdia e bondade infinita. É esse mistério do amor e da bondade de Deus, manifestado em Nosso Senhor Jesus Cristo, que celebramos no Natal. Se acreditamos, de fato, no verdadeiro sentido do Natal, devemos reafirmar nossa fé e renovar o compromisso, assumido em nosso batismo, de ser discípulo e missionário de Jesus Cristo e de trabalhar pela construção de um mundo mais justo, humano e fraterno. Nós, cristãos, em meio a uma sociedade de consumo e num mundo, muitas vezes, insensível aos valores religiosos, devemos testemunhar que Natal sem Jesus não é verdadeiro Natal.

Alegremo-nos e demos graças a Deus: “Eu vos anuncio uma grande alegria, que será para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um salvador, que é o Cristo Senhor” (Lc 2,10).

Ao querido brasileiro, os melhores votos de um Feliz e Santo Natal e um 2013 com muitas bênçãos do Senhor!

Dom Raymundo Damasceno Assis

Cardeal Arcebispo de Aparecida

Presidente da CNBB

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Assembleia de avaliação e planejamento da Região Episcopal São Pedro e São Paulo

Assembleia da Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres

Comunidade Católica Corpo Místico de Cristo realiza Congresso Mariano

Paróquia Sagrada Família em Ocara realizou Retiro com Agentes Pastorais

O Sínodo da Juventude 2018


QR Code Business Card