Atualidades

Tráfico Humano

padre-Brendan200Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald*

Um relatório divulgado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) coloca o Brasil como rota oficial do tráfico humano. O documento divulgado em dezembro passado rastreou a situação em 136 países, nos cinco continentes, e detectou a ocorrência de tráfico em 118 deles. Muitas pessoas não têm noções claras sobre em que consiste tráfico de pessoas. Foi definido assim: “O tráfico de pessoas ocorre quando seres humanos são negociados, transportados, recrutados ou aliciados para fins de exploração”. É fato conhecido que o trafico humano acontece no Brasil. As vítimas incluem homens, mulheres e crianças, normalmente aliciados para diversas fins. Entre estes fins os mais comuns são a exploração sexual e o trabalho escravo. O coordenador da Unidade de Governança e Justiça do UNODC Rodrigo Vitória afirma: “Em especial mulheres e crianças brasileiras do sexo feminino sofrem exploração sexual em países da Europa”. Frequentemente as vítimas são enganadas e iludidas pelos traficantes com falsas promessas de bons empregos e excelentes salários. O aliciamento acontece frequentemente em boates, casas noturnas, casas de massagem, motéis e prostíbulos etc. Os criminosos nesta área também usam classificados em jornais, revistas e até na Internet para enganar as vítimas.

Muitas pessoas que são vítimas do tráfico humano são pessoas de pouca escolaridade e de baixo nível de classe social, e os traficantes valem-se dos medos inerentes nas vítimas de suas condições de imigrantes. Normalmente eles têm medo de chamar a polícia, e pessoas que percebem a exploração das vítimas têm medo de denunciá-las por causa de possíveis represálias. Desde o ano 2006, o Brasil possui a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas aprovado pelo decreto federal 5.948/2006. É muito importante alertar pessoas contra este terrível crime que tem penas de 3 a 8 anos de reclusão.

Aqui no Ceará o Governo do Estado através da Secretaria de Justiça e Cidadania e o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas estão fazendo um grande esforço para combater este tipo de tráfico e especialmente a exploração sexual. Uma pessoa que não vê nada de bom em seu futuro arriscará tudo para ter uma oportunidade e, entre os riscos que correrá, está também o de ser vítima de tráfico.

Manter-se longe dos traficantes assim: a) desconfiando, mesmo se as propostas de bom trabalho forem de amigos ou conhecidos; b) embora que histórias de sucesso na prostituição no exterior (ou no Brasil) são raras, mesmo assim são usadas como iscas pelos aliciadores; c) tenha em mente que uma proposta para trabalho em outro país não acontece tão facilmente e que geralmente esconde escravidão humana; d) nunca entregue seu passaporte a quem fez a proposta de trabalho; e) se precisar de ajuda, procure a Polícia Federal ou o consulado brasileiro mais próximo; f) busque informações e denuncie pela central telefônica 180 ou através do site www.mj.gov.br . No Ceará pode denunciar casos suspeitos ao: Governo do Estado (85)3454.2199 ou a Polícia Federal (Nacional) (61) 2024.8044.

* Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Clima de alegria, fraternidade e comunhão marcam a 9ª Festa da Vida

Festa da Vida reúne 13 tendas temáticas

Paróquia Nossa Senhora das Dores recebe pela segunda vez a Festa da Vida

Informação sobre o Ano Nacional do Laicato

Igrejas e movimentos sociais realizam a 9º Festa da Vida na Arquidiocese de Fortaleza


QR Code Business Card