Atualidades

Tráfico Humano

padre-Brendan200Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald*

Um relatório divulgado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) coloca o Brasil como rota oficial do tráfico humano. O documento divulgado em dezembro passado rastreou a situação em 136 países, nos cinco continentes, e detectou a ocorrência de tráfico em 118 deles. Muitas pessoas não têm noções claras sobre em que consiste tráfico de pessoas. Foi definido assim: “O tráfico de pessoas ocorre quando seres humanos são negociados, transportados, recrutados ou aliciados para fins de exploração”. É fato conhecido que o trafico humano acontece no Brasil. As vítimas incluem homens, mulheres e crianças, normalmente aliciados para diversas fins. Entre estes fins os mais comuns são a exploração sexual e o trabalho escravo. O coordenador da Unidade de Governança e Justiça do UNODC Rodrigo Vitória afirma: “Em especial mulheres e crianças brasileiras do sexo feminino sofrem exploração sexual em países da Europa”. Frequentemente as vítimas são enganadas e iludidas pelos traficantes com falsas promessas de bons empregos e excelentes salários. O aliciamento acontece frequentemente em boates, casas noturnas, casas de massagem, motéis e prostíbulos etc. Os criminosos nesta área também usam classificados em jornais, revistas e até na Internet para enganar as vítimas.

Muitas pessoas que são vítimas do tráfico humano são pessoas de pouca escolaridade e de baixo nível de classe social, e os traficantes valem-se dos medos inerentes nas vítimas de suas condições de imigrantes. Normalmente eles têm medo de chamar a polícia, e pessoas que percebem a exploração das vítimas têm medo de denunciá-las por causa de possíveis represálias. Desde o ano 2006, o Brasil possui a Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas aprovado pelo decreto federal 5.948/2006. É muito importante alertar pessoas contra este terrível crime que tem penas de 3 a 8 anos de reclusão.

Aqui no Ceará o Governo do Estado através da Secretaria de Justiça e Cidadania e o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas estão fazendo um grande esforço para combater este tipo de tráfico e especialmente a exploração sexual. Uma pessoa que não vê nada de bom em seu futuro arriscará tudo para ter uma oportunidade e, entre os riscos que correrá, está também o de ser vítima de tráfico.

Manter-se longe dos traficantes assim: a) desconfiando, mesmo se as propostas de bom trabalho forem de amigos ou conhecidos; b) embora que histórias de sucesso na prostituição no exterior (ou no Brasil) são raras, mesmo assim são usadas como iscas pelos aliciadores; c) tenha em mente que uma proposta para trabalho em outro país não acontece tão facilmente e que geralmente esconde escravidão humana; d) nunca entregue seu passaporte a quem fez a proposta de trabalho; e) se precisar de ajuda, procure a Polícia Federal ou o consulado brasileiro mais próximo; f) busque informações e denuncie pela central telefônica 180 ou através do site www.mj.gov.br . No Ceará pode denunciar casos suspeitos ao: Governo do Estado (85)3454.2199 ou a Polícia Federal (Nacional) (61) 2024.8044.

* Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Alto Alegre realiza Festejo

Equipe da 5º Urgência da Região Nossa Senhora da Conceição promove encontro sobre Reforma Trabalhista

Alto do Moinho, em Canindé realiza festejo a seu Padroeiro

São Luís Gonzaga

Muticom de Férias acontecerá em Maranguape (CE)


QR Code Business Card