Atualidades

Tráfico Humano

padre-Brendan200A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil promove este ano de 2014 durante a Quaresma A Campanha da Fraternidade, cuja finalidade principal é vivenciar e assumir a dimensão comunitária e social da Quaresma. Neste ano o tema da Campanha é: “Tráfico Humano e Fraternidade”, e como lema a Campanha escolheu: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl. 5,1). O Objetivo Geral da Campanha é: “Identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal, com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”.

A CF de 2014 tem também seis objetivos específicos. São: (i) Identificar as causas e modalidades do tráfico humano e os rostos que sofrem com essa exploração; (ii) Denunciar as estruturas e situações causadoras do tráfico humano; (iii) Reivindicar dos poderes públicos, políticas e meios para a reinserção das pessoas atingidas pelo tráfico humano na vida familiar e social; (iv) Promover ações de prevenção e de resgate da cidadania das pessoas em situação de tráfico; (v) Suscitar, à luz da Palavra de Deus, a conversão que conduza ao empenho transformador dessa realidade aviltante da pessoa humana; (vi) Celebrar o mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo, sensibilizando para a solidariedade e o cuidado às vítimas desse mal.

O Papa Francisco assim se referiu ao tráfico humano: “O tráfico de pessoas é uma atividade ignóbil, uma vergonha para as nossas sociedades que se dizem civilizadas”. O Texto Base da CF de 2014 identifica as principais modalidades do tráfico humano mencionando entre outros: o tráfico para a exploração no trabalho; tráfico para a exploração sexual; tráfico para a extração de órgãos; tráfico de crianças e adolescentes etc.

O Texto Base da Campanha deste ano é dividido em quatro partes. A primeira parte trata da fraternidade e tráfico humano, mobilidade e trabalho na globalização, escravidão e preconceito, o enfrentamento ao tráfico humano. A segunda parte trata do lema da Campanha “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Fala sobre o tráfico humano na Bíblia, o ensino social da Igreja sobre o tráfico humano, a dignidade e os Direitos humanos. A terceira parte do texto aborda o enfrentamento ao tráfico humano, o compromisso da Igreja Católica no Brasil sobre o assunto, e oferece propostos para o enfretamento do tráfico humano e indica canais de denúncia de casos de tráfico humano. A quarta parte do livro aborda a natureza, o histórico das CFs, os objetivos permanentes etc.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

“Magnum Principium” do Papa Francisco

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano Mariano

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,11-17

Perdão, dom e graça

Convite e Programação Festa de São Vicente de Paulo


QR Code Business Card