Atualidades

Santo Afonso Maria de Ligório

No 1º. de agosto de 2017, celebramos a Festa de Santo Afonso Maria de Ligório., fundador dos Congregação do Santíssimo Redentor mais conhecida como como a Congregação dos Padres Redentoristas. Ele nasceu em Marianella, perto de Nápoles na Itália, de família nobre em 1696. Recebeu uma excelente educação humanística que terminou com ele se formando advogado. Durante oito anos exerceu com grande sucesso essa profissão. Depois de um fracasso num importante caso nos tribunais, converteu-se inteiramente a Deus.  Depois disso fez seus estudos eclesiásticos, e foi ordenado sacerdote em 1727. Os historiadores da Igreja o consideram homem extraordinário pela sua capacidade multiforme: era advogado, músico, teólogo, pintor, poeta, escritor, moralista e apologista. Ele escreveu mais de 120 obras sobre tópicos como espiritualidade, teologia moral, meditações, retiros e sermões que foram traduzidas em 86 línguas. A pregação, a direção de almas, o trato com os sacerdotes da capital suscitaram nele uma vocação decisiva pela evangelização dos pobres do interior.

Em 1732 fundou a Congregação do Santíssimo Redentor, popularmente conhecida como a Congregação Redentorista, para seguir o exemplo de Jesus Cristo anunciando a Boa Nova aos pobres e mais abandonados. Embora seja impossível resumir num artigo a chamada “espiritualidade afonsiana” podemos citar aqui alguns aspectos desta espiritualidade:
a) o nosso chamado à santidade;
b) o amor de Deus por nós;
c) a meditação da paixão e morte de Jesus;
d) a importância de amar Jesus Cristo, Nosso Deus e nosso Redentor;
e) a obediência á  vontade divina manifestada na Sagrada Escritura;
f) a condenação do egocentrismo;
g) a importância da mortificação (interna e externa);
h) a necessidade da oração;
i)  a devoção à Nossa Senhora;
j) a frequente meditação;
k) a importância da Santa Missa e visitas ao Santíssimo diariamente;
l) a importância do Sacramento de Penitência (Confissão) etc.

Durante mais de quarenta anos dedicou-se a percorrer com seus companheiros redentoristas praticamente todo o sul da Itália evangelizando através das Santas Missões e pregações. Em 1762 foi nomeado bispo de Santa Águeda dos Godos.

Ficou famoso na sua diocese para as visitas pastorais nas paróquias e com a pregação dos seus missionários redentoristas. No ano 1775 renunciou a seu cargo por motivos de enfermidade, e voltou a morar na comunidade redentorista em Pagani.  Durante os últimos doze anos de sua vida sofreu com graves problemas internos da comunidade, até o ponto de ver-se excluído de sua própria congregação! Morreu em 1º. de agosto de 1787 com 91 anos de idade. Foi canonizado em 26 de maio de 1839 e declarado Doutor da Igreja em 23 de março de 1871. Finalmente o Papa Pio Xll o proclamou patrono dos confessores e moralistas em 26 de abril de 1950. Suas obras como escritor compreendem três gêneros: obras de teologia moral, nas quais se destaca a Theologia Moralis (1748), obras acéticas e devocionais e obras teológicas. Santo Afonso escreveu vários livros em honra de Nossa Senhora, como a “Devoção Mariana”, “Orações à Mãe Divina”, “A Verdadeira Esposa de Cristo”, e o mais famoso de todos; “As Glórias de Maria”. Sua festa é celebrada no 1º. dia de agosto cada ano.

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo

Palestras sobre o tema Comunicação na Faculdade Católica de Fortaleza

Convite de Dom José Antonio – Simpósio Arquidiocesano no Ano Mariano

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,1-3


QR Code Business Card