Atualidades

Pecado, só de raspão

Por: Padre Geovane Saraiva*

Dom Paulo Ponte, “servo bom e fiel”, foi um homem certo para uma época e para uma realidade certa. Nascido em 1931, no feliz ano da ordenação sacerdotal de Dom Helder Câmara, na comemoração dos 40 anos da “Rerum Novarum”, com o grande movimento da Ação Católica, “Por um mundo melhor”, no lançamento da Encíclica “Quadragésimo Ano”, do Papa Pio XI.

O amor, a caridade, dom maior e mais elevado foi algo constante na vida de Dom Paulo Ponte (cf. 1Cor 12, 31). Uma vocação à vida de oração, na contemplação do mistério revelado e manifestado ao mundo, foi o objetivo perseguido por esse discípulo do Senhor, apaixonado pelo Reino e pela Igreja e por ele entregou a sua própria vida, no amor pelos sacerdotes e, sobretudo, no seu zelo tão profundo pelo trabalho apostólico, na missão da Igreja, tendo como centro, é evidente, a Eucaristia. Por ela soube ir ao encontro dos pobres, os mais pobres, vendo neles o rosto do próprio Cristo.

Sua rara inteligência, sua oratória e demais dons e talentos nos faz lembrar Dom Helder, nascido na mesma cidade de fortaleza, tendo estudado no mesmo Seminário da Prainha e ordenado também, com 22 anos de idade. Coincidências da vida! Ao mesmo tempo, as “coisas novas” do Papa Leão XIII, o movimento “por um mundo melhor” e as alegrias e as esperanças, as tristezas e angústias, sobretudo, dos que mais sofrem, que Dom Helder encarnou com a coragem profética de pastor, foi a sua grande e maior preocupação.

Deixou-se seduzir por Jesus de Nazaré, ao beber numa fonte de água viva, da melhor qualidade, que é a mística, a espiritualidade Padre Charles de Foucauld, ao dizer: “Tão logo acreditei existir um Deus, compreendi que devia fazer uma única coisa, viver só para ele!”. Paulo Ponte abandonou-se totalmente nas mãos de Deus, buscando a conversão permanente, a busca do último lugar, o Evangelho da cruz e a Eucaristia como o centro da sua vida e da sua ação evangelizadora. Procurou bem alto, a exemplo do Irmão universal Carlos de Foucauld, a proclamar o Evangelho com a própria vida.

Dom Paulo Ponte foi um homem da poesia e um sonhador, através das suas homilias e sermões, a encantar as pessoas, tendo como sua grande aspiração e seu grande ideal, o ideal do poeta por excelência: O nosso Deus e Pai. Lembro-me agora da poesia de Mário Quintana: “Se eu fosse um padre, eu, nos meus sermões, não falaria de pecado – muito menos no Anjo Rebelado. Não citaria Santos e Profetas: Nada das suas celestiais promessas ou das suas terríveis maldições… Se eu fosse um padre, eu citaria os poetas”.

Foi o que fez Dom Paulo, não só sonhar, mas os seus sonhos transformaram-se em realidade. É só olhar para o seu trabalho de jovem bispo em 1971, com 40 anos de idade, em Itapipoca. Quantos sonhos, profetismo, amor, caridade e desafios na sua nova diocese! Em 1984, após a grande seca, diante da dor, angústia e sofrimento de sua querida gente, aceitou a nomeação para São Luís do Maranhão. Também encontrou uma Arquidiocese cheia de exigências e desafios! Deus, porém, foi infinitamente maior, marcando profundamente aquele rebanho, que se tornou seu povo querido, doando-lhe a vida.

No dia 15 de março de 2009, foi o dia feliz de sua “partida”, deixando o convívio dos seus, indo participar da visão beatífica do Pai, como tão bem e com tanta convicção afirmou Monsenhor Manfredo Ramos, seu grande e fiel amigo: “Sou grato a Deus, que, na sua bondade, quis colocar nos caminhos de minha indigência e da mesquinhez de minha fé este seu servo bom e fiel”. E ainda, em tom de brincadeira, Manfredo costumava dizer-lhe que “o pecado original pegara-o só de raspão…”. Por sua vida e seu edificante trabalho, um homem certo na hora certa, Deus seja louvado!

*Sacerdote da Arquidiocese de Fortaleza, escritor, membro da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza, da Academia de Letras dos Municípios do Estado Ceará (ALMECE) e Vice-Presidente da Previdência Sacerdotal – Pároco de Santo Afonso – geovanesaraiva@gmail.com

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Assembleia da Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres

Comunidade Católica Corpo Místico de Cristo realiza Congresso Mariano

Paróquia Sagrada Família em Ocara realizou Retiro com Agentes Pastorais

O Sínodo da Juventude 2018

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida


QR Code Business Card