Atualidades

Palavra de paz e de misericórdia

Estamos no mês de setembro, que é um dos três meses temáticos propostos pela CNBB, que foi instituído para a retomada da consciência e do valor das Sagradas Escrituras na vida e missão do Povo de Deus. Setembro é o período consagrado a um estudo e meditação de um dos livros da Bíblia, em razão que no dia 30 deste mês, celebramos a memória de São Gerônimo, o grande tradutor da “Vulgata” texto oficial das Escrituras, do grego para a língua latina.

Este ano o texto de estudo escolhido foi o Evangelho de São Lucas, com o lema: “Alegrai-vos comigo, encontrei o que estava perdido!” ( Lc. 15,9 ). O evangelista Lucas coloca no centro do seu Evangelho as parábolas da Misericórdia, mostrando o maravilhoso rosto de um Deus Pai compassivo, acolhedor e carinhoso. Podemos acompanhar na narrativa lucana o itinerário do discípulo cristão nos seus cinco aspectos ou dimensões sequenciais: encontro, conversão, seguimento, comunhão fraterna e missão. Perpassa também todo o Evangelho de Lucas a alegria, que é a presença do Espirito Santo fazendo acontecer a salvação e o Reino entre os pequenos.

Vemos ainda no texto lucano a perspectiva Mariana do Evangelho, pois, é possível descobrir o discipulado e a peregrinação da fé e na fé de Maria a Mãe de Jesus. É importante ressaltar que a Bíblia mais que um livro ou uma coleção de livros é uma pessoa que nos fala e quer entrar na nossa vida: Jesus Cristo. Por isso desconhecer a Bíblia é ignorar o próprio Cristo, afirmava São Gerônimo.

Que este mês nos ajude a celebrar a leitura orante da Bíblia, nos motive para implementar a animação bíblica de toda pastoral e nos encaminhe para a missão, pois, não existe evangelização sem o anuncio explícito da Palavra do Senhor. Palavra que será sempre uma descoberta alegre, fascinante, transformadora porque nos leva ao centro do Mistério de Deus amor e seu Sacratíssimo Coração.

Somos um Povo convocado pela Palavra que nos torna Igreja, isto é, Assembléia de pessoas que acreditam, que a Palavra nos ilumina, guia e nos forma, conduzindo-nos para a Pátria definitiva, a Casa do Pai. Deus seja louvado!

Por Dom Roberto Francisco Ferreria Paz, Bispo de Campos (RJ).

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018


QR Code Business Card