Atualidades

O zelo e a concórdia da Igreja

Por Pe. Geovane Saraiva

O século XII exultou com a vitalidade cultural, originalidade intelectual e profunda espiritualidade de um homem extremamente marcado e seduzido pela bondade infinita de Deus, Bernardo de Claraval, que para muitos foi considerado a maior figura humana da idade média. Ele nasceu na França, numa família importante da nobreza, perto de Dijon, em 1901. Aos 19 anos de idade, passou por uma grande dor, ao perder sua piedosa e querida mãe. Mas a vida prossegue e logo se deu conta que o amor de Deus era algo precioso e sublime, fazendo uma opção, que lhe foi decisiva e fundamental em sua vida, abandonando tudo que era do mundo para ingressar na Ordem dos Cistercienses, que se iniciava e ensaiava seus primeiros passos.

Considerado um homem de personalidade forte, disciplinado, ao mesmo tempo em que procurando viver um grau de santidade, de tal modo, que foi capaz de vencer as resistências, mesmo dentro de sua família. Tornou-se e um líder de muita influência, empolgando a todos, através de seus sermões e comentários sobre as Sagradas Escrituras, e ainda, sobre liturgia da Igreja, no mundo de seu tempo.

Deixou marcas profundas na história da espiritualidade católica. Em diversas ocasiões, obedecendo à voz de Deus, deixou a vida contemplativa para ir ao encontro de questões que agitava o mundo em que ele estava inserido, com sua presença bem determinada, concreta e segura, nos grandes acontecimentos que a humanidade vivia, considerando e levando em conta que ele era um homem de vida contemplativa, um religioso e monge.

São Bernardo, pela graça de Deus, tornou-se um abade inflamado de amor e zelo pela casa de Deus. O zelo pela tua casa me devora (cf. Sl 69,9; Jo 2,17). Foi exímio como pregador, místico, escritor, fundador de mosteiros, abade, conselheiro de papas, reis e bispos. Foi também político polêmico e ao mesmo tempo pacificador.

A grande e maior obra de Bernardo de Claraval foi cantar o amor eterno de Deus, se revelado no Cristo, desde Belém até o Gólgota. Ao mesmo tempo em que foi poeta do amor incomparável de Nossa Senhora, nesta belíssima oração: “Lembrai-vos, ó piedosíssima Virgem Maria, que jamais se ouviu dizer que nenhum daqueles que recorreram à vossa assistência, e reclamaram o vosso auxílio, fosse por Vós desamparado. Animado, eu, pois, com igual confiança, a Vós recorro Virgem entre todas singular, e gemendo sob o peso dos meus pecados, prosto-me aos vossos pés. Não desprezeis as minhas súplicas, ó mãe do Filho de Deus, humanado; antes, dignai-vos ouvi-las e acolhei-as benignamente. Amém”.

O grande Poeta Dante, da Divina Comédia, o elegeu como seu guia no paraíso, colocando nos seus lábios a saudação a Virgem Maria: “Tu, ó Virgem, és tão valiosa na intercessão, de tal modo, que quem quiser alcançar uma graça, sem recorrer a Ti, é semelhante a uma ave, que tenta voar sem asas”.

Na Igreja Católica, a partir da vida de São Bernardo, em tudo que ele fez e deixou, nas expressões de piedade popular, sobretudo, o culto a Virgem Maria, temos muito que louvar e agradecer a Deus. Sua vida foi um verdadeiro hino de louvor, profundamente marcado pela misericórdia infinita de Deus. Terminou seus últimos dias de vida em sua casa, no mosteiro de Claraval, rodeado de afeto e admiração dos seus monges, entregando sua alma a Deus no dia 20 de agosto de 1153. Dezenove anos depois a Igreja o elevou às honras dos altares e depois lhe deu o título de Doutor da Igreja.

Bendito seja Deus por este homem santo, sábio e voltado para a contemplação dos mistérios divinos. “O justo medita a sabedoria e sua palavra ensina a justiça, pois traz no seu coração a lei de seu Deus” (Sl 36, 30s).

* Pe. Geovane Saraiva, padre da Arquidiocese de Fortaleza, Escritor, Membro da Academia de Letras dos Municípios do Estado Ceará (ALMECE), e da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza – pegeovane@paroquiasantoafonso.org.br

 

 

 

Compartilhe

Subir

2 Comentários »

2 Comentários »

  • Geralda Feitosa disse:

    – SÃO BERNARDO, modelo e exemplo de amor e fidelidade a DEUS, devotado a VIRGEM MARIA, vida que transformava vidas, até hoje sua história empolga corações. Agradecida,
    Padre GEOVANE, por nos lembrar tão grande Santo.

  • Pe. Geovane Saraiva disse:

    Obrigado caríssima amiga, Dona Geraldo, pessoa de um valor incomensurável!
    Pe. Geovane Saraiva


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Planilha de contribuição das paróquias e das áreas pastorais: outubro de 2017

Festa da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Santa Maria

“I Aviva Povo de Deus”

Paróquia Nossa Senhora das Graças e São Pedro na Praia da Tabuba, em Caucaia – CE.

Material que foi veiculado no Jornal JCTV na Rede Vida de Televisão


QR Code Business Card