Atualidades

O Papa Francisco e a Jornada Mundial da Juventude

padre Geovane Saraiva NOVAPadre Geovane saraiva*

Iniciativa religiosa, idealizada pelo Papa João Paulo II em 1984, que consiste no encontro de milhões de católicas jovens, sobretudo, celebrado a cada dois ou três anos, numa cidade escolhida pessoalmente pelo Papa, na qual os jovens do mundo inteiro são convidados a reavivar o dom da fé com Cristo Ressuscitado, senhor da vida e da história. É importante dizer que cada ano, por ocasião do domingo de ramos, recorda-se a Jornada Mundial da Juventude em todas as dioceses no planeta.

Planejam-se em cada Jornada Mundial da Juventude, eventos de natureza catequético e cultural, missas e adorações, momentos fortes de orações, palestras, partilhas e shows. Tudo isso em diversas línguas. Em sua última edição, em Madrid em 2011, reuniu cerca de três milhões de jovens. Apesar de ser proposta pela Igreja Católica, é um convite a todos os jovens do mundo. Não podemos jamais esquecer a expressão do Papa João Paulo II: “A esperança de um mundo melhor está numa juventude sadia, com valores, responsável e, acima de tudo, voltada para Deus e para o próximo”.

É imprescindível olhar para a Jornada Mundial da Juventude, com seu lema: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (MT 28, 19), no contexto de esperança, no ano da fé, agora no mês de julho, de 23 a 28, no Rio de Janeiro, para percebermos a força maravilhosa e incomensurável dos nossos jovens, bem motivados, na busca do ideal de vida, a partir do Jesus Cristo, que na sua divindade supera aquilo que é proposto pelo mundo, no desejo de se edificar um mundo fraterno, solidário e justo.

É a cidade maravilhosa, com a imagem de braços abertos do Cristo, a dominar toda cidade, querendo acolher a juventude e todas as pessoas de boa vontade do mundo inteiro. É claro que temos como figura principal o Papa Francisco, que através de sua palavra de amigo, pai e pastor, irá ainda mais nos encantar. É o próprio Cristo, de braços abertos, na assertiva de Francisco, quando diz que “Deus Jamais se esquece dos pobres e não se cansa de perdoar”.

O Papa Francisco, nosso querido irmão, estará entre nós e falta pouco tempo. O Brasil todo o quer acolher como o amigo e o visitante mais ilustre! Eis o momento privilegiado de escuta e de conversão, momento de celebrar com alegria a beleza de ser seguidor do Mestre e Senhor, unidos num só coração às pessoas que para cá virão. Penso que deste modo o fermento fará crescer a massa e a generosidade ganhará um enorme espaço diante do sonho maior, num encontro pessoal, comunitário e planetário com o Cristo e senhor!

Que a Jornada de 2013 possa significar, não só um avanço da fé e da esperança, mas que surjam sinais de progresso humano, Social, econômico e cultural, tendo como legado maior a convivência harmoniosa, na paz tão sonhada pelo nosso Deus e Pai, capaz de superar os antagonismos e diferenças.

*Padre da Arquidiocese de Fortaleza, escritor, membro da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza, da Academia de Letras dos Municípios do Estado Ceará (ALMECE) e Vice-Presidente da Previdência Sacerdotal – Pároco de Santo Afonso – geovanesaraiva@gmail.com.

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Planilha de contribuição das paróquias e das áreas pastorais: outubro de 2017

Festa da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Santa Maria

“I Aviva Povo de Deus”

Paróquia Nossa Senhora das Graças e São Pedro na Praia da Tabuba, em Caucaia – CE.

Material que foi veiculado no Jornal JCTV na Rede Vida de Televisão


QR Code Business Card