Atualidades

[Artigo] Nova Festa de Santa Maria Madalena

                            Nova   Festa de Santa Maria Madalena

A celebração da Festa de Maria Madalena, memória obrigatória no dia 22 de Julho, foi elevada no Calendário Romano Geral ao grau de festa. Por desejo expresso do papa Francisco, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos publicou no dia 3 de junho, um novo decreto  para estabelecê-lo. A decisão do Santo Padre se enquadra no atual contexto eclesial, que pede uma reflexão mais profunda sobre a dignidade da mulher, a nova evangelização e a grandeza do mistério da misericórdia divina. O Papa Francisco tomou esta decisão precisamente no contexto do Jubileu da Misericórdia para demonstrar a relevância da figura de Maria Madalena “que mostrou um grande amor a Cristo e foi por Cristo tão amada”.brendan_

O Sumo Pontífice apresentou em 2013 uma reflexão sobre Maria Madalena, partindo do relato do Evangelho segundo  São João que retrata esta santa chorando junto a sepultura vazia num momento de profunda tristeza, antes da aparição de Jesus ressuscitado. O papa disse na sua reflexão que Maria Madalena era a “mulher pecadora” que ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos, uma “mulher explorada e também desprezada por aqueles que se julgavam justos”.  Falando sobre Maria Madalena o Papa emérito, Bento XVl chamou a de “discípula” de Jesus, “testemunha do poder do seu amor misericordioso, que é mais forte que o pecado e a morte”. O grande Santo Tomás de Aquino disse que Maria Madalena era “apóstola dos apóstolos”, por que foi ela a primeira testemunha que viu o Ressuscitado e a primeira mensageira que anunciou aos apóstolos atemorizados e trancados no cenáculo a ressureição do Senhor.

Maria Madalena foi uma das poucas pessoas que estava presente ao pé da Cruz, ao lado da Virgem Maria.  Duas mulheres, dois extremos: a Imaculada e uma pecadora pública. Ambas receberam a redenção de Cristo, mas em forma diversa: Maria por antecipação, por força da qual foi concebida imaculada; Maria Madalena, representando a humanidade pecadora foi lavada pelo sangue do Redentor e a infinita misericórdia de Jesus. Maria Madalena é um exemplo de verdadeira e autêntica evangelizadora, uma evangelista que anuncia a alegre mensagem central da Páscoa. Gratidão, então, papa Francisco da parte de todas as mulheres cristãs do mundo, porque, com a criação da nova festa de Santa Maria Madalena, lhes confere especial valor.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista e Assessor da  CNBB Reg. NE1

 

 

 

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

festa-da-vida_popup

8ª Festa da Vida na Arquidiocese de Fortaleza

santa-luzia_t

Paróquia vai receber visita da relíquia de Santa Luzia

padre-ruy_t

Padre Antônio Ruy Barbosa Mendes celebra 25 anos de ordenação presbiteral

brendan_

[Artigo] O STF E A IGREJA CATÓLICA

CNBB-OK

Nomeados bispos para Grajaú e Rio de Janeiro


QR Code Business Card