Atualidades

Nota da PJ em solidariedade a tragédia ocorrida no RS

pjSigamos no compromisso com a vida da juventude!

“Bendito seja Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo!

Na sua grande misericórdia ele nos fez renascer pela

ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,

para uma viva esperança.”

(1Pd 1,3)

A Pastoral da Juventude recebe com profunda tristeza e dor a notícia da tragédia que aconteceu nesta madrugada do dia 27 de janeiro em Santa Maria/RS. Tragédia que ceifou a vida de mais de 233 jovens e deixou outros/as tantos/as feridos/as. Projetos de vida e sonhos foram interrompidos abruptamente pela fatalidade e pela falta de cuidado.

Nossa solidariedade a todos os familiares, amigos/as e conhecidos/as dos/das jovens vítimas dessa terrível tragédia. Choramos juntos/as por tantas vidas interrompidas. Entre as vítimas se encontravam a jovem Maria Mariana Ferreira, do Grupo de Jovens ASPA – Amigos Semeando Paz e Amor, da Paróquia Nossa Senhora de Aparecida – Santa Maria. Unimo-nos à Arquidiocese de Santa Maria, à PJ dessa arquidiocese e à PJ do Rio Grande do Sul para juntos/as nos mobilizarmos no socorro e cuidado com os/as feridos/as e com as famílias dos/as falecidos/as.

Igualmente manifestamos nossa solidariedade e apoio a todos/as, que doando suas vidas, estão contribuindo no cuidado, no atendimento e no socorro aos/às feridos/as e às famílias dos/as falecidos/as.

Convocamos toda a sociedade brasileira a ser cuidadora da vida da juventude, promovendo ações pela vida, efetivando políticas públicas de juventude e garantindo os direitos dos/as jovens em nosso país.

Diante da morte não podemos nos calar. Não podemos aceitar que a morte tenha a última palavra. Aprendemos a ter esta postura por meio do seguimento a Jesus Cristo, o Jovem de Nazaré. Que a memória desses jovens falecidos/as e feridos/as nos comprometa sempre mais com a vida da juventude, em especial com os/as que mais sofrem e estão à margem da sociedade. Gastemos nossas vidas no cuidado, no serviço e no amor incondicional à juventude.

Na Páscoa de Cristo temos a certeza que a morte não tem a última palavra, por isso, apesar da dor e da tristeza, sigamos, juntos/as, no compromisso com a vida da juventude. A Juventude Quer Viver!

Coordenação Nacional e Comissão Nacional de Assessores/as da Pastoral da Juventude

Clique aqui e veja a proposta de ODJ para celebrar em memória às vítimas.

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »

  • Daniela disse:

    toda essa dor é fruto de tantas injustiças ,impunidades que acontecem a todo momento no BRASIL inclusive do jovem assasssinado em fortaleza neste final de semana, neste momento muitos da educação, da saúde, fazem as mesmas tranbicagens assassinando inocentes ocultamente e a sociedade so vera isto quando uma chacina acontecer ou seja mais de 10 morrer no mesmo dia ou local.na Argentina aconteceu o mesmo MAS o povo fez diferente e conseguiu pelo menos valer tantas lagrimas e dor derramadas…todo ano um GRITO ALARMANTE ACONTECE EM JANEIRO, PARA que POSSAMOS sair de nossas igrejas e ir para ruas lutar protestar sem cessar , mas passa um mes e nao acontece nada fica a dor da familia.lembram das vitimas das enchentes do Rio em petropolis, morro do jumbo,o gado da seca, povo do nordeste? só lembranças!


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

“Magnum Principium” do Papa Francisco

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano Mariano

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,11-17

Perdão, dom e graça

Convite e Programação Festa de São Vicente de Paulo


QR Code Business Card