Atualidades

Nota da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz – Uma Nota Oficial importante

No dia 29 de outubro, próximo passado, a Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da justiça e da Paz, da CNBB, publicou uma Nota oficial assinada pelo Presidente da Comissão, Dom Guilerme Werlang, Bispo de Itameri, Goiás. Devido à importância da Nota, que não foi muita divulgada, apresento aqui os dados mais relevantes do documento onde os bispos da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, e os bispos referenciais das Pastorais Sociais, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, reunidos em Brasília, nos dias 18 e 19 de outubro, deste ano de 2016, manifestaram sua preocupação com o cenário de retrocessos dos direitos sociais em curso no Brasil.

Os bispos citados entenderam que: a) as propostas de reforma trabalhista e terceirização; b) a reforma do Ensino Médio; c) a reforma da Previdência Social; e d) a proposta de Emenda Constitucional PEC 241/2016, que estabelece teto nos recursos públicos para as políticas sociais, por vinte anos, colocam em risco os direitos sociais do povo brasileiro, especialmente os empobrecidos.

A Nota diz textualmente: “Em sintonia com a Doutrina Social da Igreja católica, não se pode equilibrar as contas cortando os investimentos nos serviços públicos que atendem aos mais pobres de nossa ação. Não é justo que os pobres paguem essa conta, enquanto outros setores continuam lucrando com a crise. Os bispos afirmaram sua solidariedade com os Movimentos Sociais, principalmente de trabalhadores e trabalhadoras, e com as juventudes, que manifestam seu descontentamento com as propostas do governo, bem como todas as organizações que lutam na defesa dos direitos da população”.

Finalmente, os bispos encorajam as pastorais Sociais a participarem, com os demais movimentos e organizações populares, na defesa das conquistas sociais garantidas na Constituição Federal de 1988, na qual a Conferência nacional dos Bispos do Brasil tanto se empenhou no final da década de 1988. A Nota termina com uma citação do Evangelho de Lucas 1, 51 – 53 “Ele (Deus) interveio com toda a força do seu braço; dispersou os homens de pensamento orgulhoso; precipitou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes; os famintos, Ele os cobriu de bens e os ricos, despediu-os de mãos vazias”.

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald,  Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

padre-Brendan200

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

festa-da-vida_popup

8ª Festa da Vida na Arquidiocese de Fortaleza

santa-luzia_t

Paróquia vai receber visita da relíquia de Santa Luzia

padre-ruy_t

Padre Antônio Ruy Barbosa Mendes celebra 25 anos de ordenação presbiteral

brendan_

[Artigo] O STF E A IGREJA CATÓLICA

CNBB-OK

Nomeados bispos para Grajaú e Rio de Janeiro


QR Code Business Card