Atualidades

Natividade de Nossa Senhora

O nascimento de Nossa Senhora ou a Natividade de Maria é uma festa litúrgica da Igreja Católica celebrada no dia 8 de setembro, nove meses após a sua Imaculada Conceição. É interessante notar que a Igreja celebra a natividade de somente três pessoas: Cristo, São João Batista e Maria, mãe de Jesus. O nascimento de Cristo e de São João Batista encontram referências no Evangelho, ao passo que a Sagrada Bíblia não dá notícia alguma da natividade de Maria Santíssima. Celebramos com imensa alegria o nascimento da Virgem Maria que é modelo de Evangelho, de seguimento de Cristo, é a primeira criatura humana a tornar-se discípula- missionária de seu Filho Jesus.

Se tivermos que citar uma fonte que confirme o nascimento da Virgem Maria, devemos nos aproximar do primeiro relato que se pode encontrar que é o chamado apócrifo Protoevangelho de Tiago, o qual narra o nascimento de Maria em Jerusalém, lugar no qual, entre os anos 4000 e 600, diversos testemunhos falam de uma basílica em honra de Maria, perto da piscina Probática, ao norte do recinto do templo; após o ano 603, o famoso patriarca Sofrónio afirmou que esse é o lugar onde nasceu de fato a Virgem Maria. Dados que mais tarde a própria arqueologia viria a confirmar.

Esta festa tem sua origem em Jerusalém. Começou a ser celebrada no século V como festa da Basílica Sanctae Mariae ubi nata est,  atualmente conhecida como Bascílica de Santa Ana. No século Vll, já era celebrada pelas igrejas bizantinas e em Roma, como festa do nascimento da Bem-Aventurada Virgem Maria. A festa foi incluída no Calendário Tridentino em 8 de setembro e permanece, até hoje, nesta data. De acordo com a tradição, Maria nasceu de pais velhos e estéreis, chamados Joaquim e Ana, como resposta às suas preces. Eram residentes em Jerusalém, ao lado da piscina de Betesda, onde hoje se ergue a Basílica de Santa Ana; e aí, num sábado, 8 de setembro do ano 20 a.C., nasceu-lhes uma filha que recebeu o nome de Miriam, que em hebraico significa “Senhora da Luz”, passado para o latim como Maria. Maria foi oferecida ao Templo de Jerusalém aos três anos, tendo lá permanecido até doze anos.

Apesar do fato que nenhum acontecimento extraordinário acompanhou o nascimento de Maria e os Evangelhos nada dizem sobre sua natividade. O grande São João Damasceno afirmou que o nascimento a partir de uma mãe estéril já era um sinal das bênçãos especiais que recaem sobre Maria.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

“Magnum Principium” do Papa Francisco

Material em preparação ao Simpósio Arquidiocesano no Ano Mariano

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 7,11-17

Perdão, dom e graça

Convite e Programação Festa de São Vicente de Paulo


QR Code Business Card