Atualidades

Marta e Maria, o presente e o futuro

geovane160Por Padre Geovane Saraiva*

Marta e Maria viviam em Betânia, um povoado próximo de Jerusalém e Jesus costumava ir lá visitá-las. Numa dessas visitas, Maria aproveita para sentar ao lado de Jesus e passa a escutá-lo. Marta muita atarefada com o seu trabalho doméstico, a certa altura começa a reclamar de Jesus, pelo fato de não se sensibilizar com seu trabalho pesado, confrontando-o com Maria. Mais que reclamar, Marta pede que Jesus mande Maria ajudá-la no serviço diário. Mas Jesus lhe responde com firmeza: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada” (cf. 10, 38-42).

Jesus nos fala da vida eterna como uma promessa, como um presente do Pai para todas as pessoas que nele acreditam e por ele são capazes de oferecer a própria vida. Ela é um dom, uma graça maravilhosa! Mas que precisa a todo custo ser buscada e ser conquistada. Precisamos ter consciência dos nossos dons e talentos, que Deus nos concedeu, nos confiou.

Deus, na sua bondade sem limites, nos propõe uma norma: “O Senhor retribui a cada um segundo as suas obras” (Mt 16, 27). Ele nos reserva um prêmio, isto é, a coroa da justiça que o Senhor, o justo juiz nos dará naquele dia… (cf. 2Tm 3, 8). Cabe a nós descruzar os braços e procurar fazer a nossa parte. O Apóstolo Paulo nos lembra da importância do trabalho como uma regra de ouro: “Quem não quiser trabalhar também não deve comer” (2Ts 3, 10).

Como viver a nossa fé? Como realizar a nossa missão? É importante olhar para o Evangelho de São Lucas, lá no episódio das duas irmãs de Betânia. Marta, com a vida dura e cheia de afazeres; Maria, com a vida voltada para o silêncio e para a contemplação, merecendo do Mestre uma atenção especial. Maria, segundo a palavra do próprio Jesus, escolheu a melhor parte, que jamais lhe será tirada. Marta fica zangada por causa da ausência da irmã nas atividades da casa, como já deixamos claro.

Para nós que somos batizados e participamos da vida divina, que ao mesmo tempo lutamos, sofremos e nos angustiamos, em meio ao ativismo, nas exigências da vida, é indispensável uma consciência bem clara de que nossa vida deveria sempre e cada vez mais se transformar em oração. A vida ativa e a vida contemplativa, entrelaçadas, caminhando juntas, de mãos dadas, que beleza, que maravilha!

É o projeto de Deus que se realiza em plenitude. Santo Agostinho, na sua incomensurável sabedoria, nos assegura: “Marta e Maria simbolizam as duas vidas, a presente e a futura”. Marta e Maria simbolizam a diversidade de dons, carismas e talentos, seja na ação, seja na contemplação, escuta e interiorização. Que a realidade misteriosa do projeto de Deus, através dessas duas santas mulheres, esteja diante dos nossos olhos, na nossa mente e no nosso coração. Assim seja!

*Padre da Arquidiocese de Fortaleza, escritor, articulista, blogueiro, membro da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza, da Academia de Letras dos Municípios do Estado Ceará (ALMECE) e Vice-Presidente da Previdência Sacerdotal – Pároco de Santo Afonso – geovanesaraiva@gmail.com

Autor dos livros:

“O peregrino da Paz” e “Nascido Para as Coisas Maiores” (centenário de Dom Helder Câmara);

“A Ternura de um Pastor” – 2ª Edição (homenagem ao Cardeal Lorscheider);

“A Esperança Tem Nome” (espiritualidade e compromisso);

“Dom Helder: sonhos e utopias” (o pastor dos empobrecidos);

“25 Anos sobre Águas Sagradas (coletânea de artigos e fotos).

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Barra do Ceará realiza festividade em honra a São Pedro

Festa de São Pedro na Comunidade de Pabussu, Caucaia

Itinerário Catequético (II)

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Alto Alegre realiza Festejo

Equipe da 5º Urgência da Região Nossa Senhora da Conceição promove encontro sobre Reforma Trabalhista


QR Code Business Card