Atualidades

“Magnum Principium” do Papa Francisco

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald – Redentorista

O dia 11 de setembro, próximo passado, o Vaticano publicou o “Motu Proprio” do Papa Francisco titulado “Magnum Principium”, assinado no dia 3 de setembro e que entrará em vigor no dia 1º. de outubro de 2017. Esta Carta Apostólica busca-se reafirmar a autoridade da Sé Apostólica na adaptação dos textos litúrgicos às diferentes línguas de uso comum e aumentar a coordenação com as Conferências Nacionais Episcopais nesta tarefa. Desta forma, procura-se garantir a fidelidade das versões dos textos litúrgicos e bíblicos em línguas de uso comum aos textos originais em língua latina.

A Carta Apostólica “Magnum principium” estabelece mudança no cânone 838 do Código Canônico. O cânone 838 diz respeito às traduções. Agora o papa Francisco estabelece que a tradução de textos litúrgicos, aprovada pelas Conferências Episcopais Nacionais, não seja mais submetida à revisão por parte da Santa Sé (recognitio), mas à confirmação (confirmatio).  Desta forma, a Sé Apostólica ratifica, em substância, o trabalho das Conferências Episcopais, pressupondo a sua fidelidade e a correspondência das versões ao texto litúrgico original. Nas palavras do jornal do Vaticano “L’Osservatore Romano”, “ a oração litúrgica deve se adaptar à compreensão do povo para ser plenamente vivida, com um estilo expressivo, fiel aos textos originários, mas capaz de comunicar o anúncio de salvação em qualquer contexto linguístico e cultural.” A mesma fonte em sua edição de 9/9/2017 afirma: “É com o objetivo de favorecer a participação de todos na liturgia << de maneira consciente, ativa e proveitosa>>, como recomendavam os padres do Vaticano ll na constituição Sacrosantum Concilium de 1963”. Basicamente são estes os motivos que levaram o Papa Francisco, com base numa comissão composto de bispos e peritos no assunto, a modificar o cânone 838 do Código Canônico relativo à publicação dos livros litúrgicos e às suas versões nas diversas línguas.

Obviamente este motu próprio vai fortalecer a relação entre a Sé Apostólica e as Conferências Nacionais Episcopais na preparação e na tradução dos textos litúrgicos. Compete agora às Conferências Episcopais Nacionais preparar fielmente as versões dos livros litúrgicos nas línguas vernáculas, adaptadas dentro dos limites fixados, aprová-las e publicar os livros litúrgicos, para as regiões da sua competência após a confirmação da Sé Apostólica.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Planilha de contribuição das paróquias e das áreas pastorais: outubro de 2017

Festa da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Santa Maria

“I Aviva Povo de Deus”

Paróquia Nossa Senhora das Graças e São Pedro na Praia da Tabuba, em Caucaia – CE.

Material que foi veiculado no Jornal JCTV na Rede Vida de Televisão


QR Code Business Card