Atualidades

Jornada Mundial da Juventude

Por Vanderlúcio Souza*

A Semana Missionária será o diferencial do encontro que acontecerá no Brasil em relação às demais já ocorridas.

Aconteceu no dia 30 de maio uma reunião de apresentação dos trabalhos prévios para a Jornada Mundial da Juventude, na sede do Regional Nordeste I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB. O encontro contou com a presença de Padre Toninho e Padre Sávio Ribeiro, ambos, da Comissão Pastoral para a Juventude da CNBB.

Padre Toninho expôs aos representantes de expressões juvenis das nove dioceses que compõem o Regional documentos de estudo e orientações sobre o Dia Nacional da Juventude e a Campanha da Fraternidade que no próximo ano terá como tema Juventude e Fraternidade.

Ficou a cargo de Padre Sávio apresentar a novidade da Jornada Mundial da Juventude que acontecerá de 23 a 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro, em relação às demais já ocorridas. “A Jornada é composta pelas atividades na cidade sede, no caso, o Rio de Janeiro e, desde 1997, atividades que acontecem uma semana antes, chamada de pré-jornada. No Brasil, o diferencial será que a pré-jornada passará a ser chamada de Semana Missionária”, contou.

O projeto da Semana Missionária foi elaborado pelas lideranças de movimentos de jovens no Brasil e apresentado ao Pontifício Conselho para os Leigos, organismo da Sé Romana responsável pelos encontros mundiais da juventude com o papa, e foi aprovado. “Este projeto também foi mostrado em uma reunião com representantes de 98 conferências episcopais, na Espanha. A ideia foi muito bem aceita e é grande a expectativa dos demais países em relação à JMJ no Brasil”, disse o sacerdote.

A Semana Missionária acontecerá nas 276 dioceses católicas do país. “Fé, solidariedade e cultura é o tripé inspirador das atividades que acontecerão de 16 a 20 de julho de 2013 que espera receber jovens oriundos de 193 países. Faz parte da programação evangelização de casa em casa, visita a presídios e hospitais, além da exposição da cultura local através de eventos culturais”, esclareceu Pe. Sávio.

O objetivo do evento não é simplesmente movimentar a fé. “Queremos, através da Jornada Mundial da Juventude promover a formação integral do jovem. Por isso fazem parte da programação atividades voltadas para a cultura e o desenvolvimento. Já são muitos os grupos que se mobilizam para aprender uma nova língua, por exemplo”, exemplificou o padre.

O encontro também movimenta a economia e o turismo. Somente na arquidiocese de Fortaleza, pelo menos vinte mil jovens peregrinos são esperados. Na última Jornada Mundial da Juventude com o Papa, a Câmara do Comércio de Madrid e da Confederação de Empresários estimou em 160 milhões de euros o total arrecadado durante o encontro.

Em substituição a Dom José Luiz, hoje bispo em Pesqueira – PE, Dom Odeli Magri, da Diocese de Sobral, foi nomeado como bispo referencial para a juventude. O bispo esteve presente no encontro. “Avalio como positivo e proveitoso este treinamento. É a primeira reunião nesta função e percebi uma boa participação dos líderes. Esperamos que a partir de julho, data que será dada a largada para a Jornada Mundial da Juventude, todos possam se envolver ainda mais neste projeto”, disse.

*Comunidade Católica Shalom, assessor de imprensa

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Assembleia Geral da Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza

Simpósio Ecumênico: “Iniciação à vida Cristã e Ecumenismo” tem inscrições abertas

Assembleia de avaliação e planejamento da Região Episcopal São Pedro e São Paulo

Assembleia da Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres

Comunidade Católica Corpo Místico de Cristo realiza Congresso Mariano


QR Code Business Card