Atualidades

Estamos contando os minutos

gilsom200Gilson Marques Soares*

Estamos contando os minutos e os segundos para a 28ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro, com o tema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19).

Anualmente, a JMJ acontece nas Dioceses, no Domingo de Ramos. E, a cada dois ou três anos, ela ocorre de forma mais ampla em uma cidade escolhida. O principal objetivo é fazer a pessoa de Jesus Cristo o centro da fé e da vida de cada jovem.

Em 1985 era o ano internacional da juventude, proclamado pela ONU, e o papa João Paulo II teve a feliz ideia de, no Domingo Ramos, diante de 300 mil jovens, eles, os próprios jovens, levarem a Cruz Peregrina a todos os cantos da Terra.

Em 1986, foi realizada a primeira JMJ, em Roma. Em 1987, a cidade escolhida foi Buenos Aires, na Argentina, já com um milhão de jovens.

A cruz de madeira, de 3,8m de altura, foi o grande símbolo do Ano da Redenção – 1983/1984. Disse o papa: “Meus queridos jovens, ao concluir o Ano Santo, vos confio o símbolo deste ano jubilar: a Cruz de Cristo! Levai-a pelo mundo afora, como símbolo do amor de Cristo pela humanidade”.

Também tem acompanhado o ícone de Maria em todas as jornadas. É a presença materna de Maria próxima aos jovens. Os dois símbolos passaram por Fortaleza e as demais dioceses do nosso Ceará, no bonito evento chamado Bote Fé.

Depois de percorrer todas as 250 dioceses do Brasil, agora chegam ao Rio de Janeiro para a festa maior. Até o momento, a cidade de Manila, nas Filipinas, conseguiu em 1995 reunir cinco milhões de jovens.

Em 2011, eu estava com um grupo em Madri, na Espanha, quando o papa Bento XVI anunciou o local da próxima jornada solene – Rio de Janeiro. As bandeiras do Brasil tomaram conta do espaço que congregava dois milhões de jovens. As lágrimas também vieram.

A nossa Paróquia Senhor do Bonfim (no bairro Monte Castelo), na Arquidiocese de Fortaleza, vai ao Rio de Janeiro com 113 pessoas, entre padres, freiras, seminaristas, jovens e algumas famílias.

Os jovens desejam ver e ouvir o papa Francisco. É um verdadeiro Cenáculo. Cristo se faz presente, no jovem, em sem grupos organizados, em suas comunidades.

*Pároco da Igreja do Senhor do Bonfim (Monte Castelo) e assessor da CNBB Regional -clerofort@ig.com.br.

Fonte: Jornal O Povo: http://www.opovo.com.br/app/opovo/opiniao/2013/07/06/noticiasjornalopiniao,3087351/estamos-contando-os-minutos.shtml

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Assembleia Geral da Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza

Simpósio Ecumênico: “Iniciação à vida Cristã e Ecumenismo” tem inscrições abertas

Assembleia de avaliação e planejamento da Região Episcopal São Pedro e São Paulo

Assembleia da Região Episcopal Nossa Senhora dos Prazeres

Comunidade Católica Corpo Místico de Cristo realiza Congresso Mariano


QR Code Business Card