Atualidades

Dom Lustosa: um processo em andamento

No último abril, entre os dias 10 e 14, representantes da Comissão Arquidiocesana pela Causa de Beatificação e Canonização de Dom Antônio de Almeida Lustosa, em Fortaleza, participaram do II Seminário para promover causas de beatificação e canonização da família Salesiana, realizado em Roma. Este Seminário centrou-se no acompanhamento de milagres e na fama de santidade como elementos necessários para as causas.

Dom Antônio de Almeida Lustosa teve lugar nesse evento por ser filho de Dom Bosco, membro da família Salesiana. A tanto que a Comissão se sentiu profundamente acolhida pelo Postulador Geral dos Salesianos Pe. Pier Luigi Cameroni e toda a família salesiana presente no evento. O tema proposto pela equipe organizadora versou sobre a validade de milagres para que as causas tenham sustentação. Contribuíram diversos peritos com palestras de denso conteúdo, sobretudo foi marcante a presença do Cardeal Ângelo Amanto, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos. Sua intervenção demonstrou a importância dos processos em todo o mundo, como uma fala de Deus para a humanidade, uma boa notícia. Pois, segundo o Cardeal, os milagres são uma boa notícia, fala de Deus por meio de seus santos, portanto, como sinais, os milagres indicam a presença de Deus. O mesmo Cardeal ainda assinalou que “os milagres são o respiro de Deus na história do homem. Nos milagres sentimo-nos próximos ao coração misericordioso do Deus criador e redentor”.

A representação da Comissão da Arquidiocese de Fortaleza, composta pela Irmã Margarida Sales (Josefina), Lúcia Lustosa, José Benevides e Pe. Abimael, msc, recebeu valorosa formação para seus trabalhos na causa de Dom Lustosa, tais como: a necessidade de documentar continuamente a fama de santidade, não somente no processo diocesano; a importância de rezar novenas e orações aos Veneráveis e aos Servos de Deus, pelas suas causas; as causas são fatos da Igreja, por isso é preciso envolver o clero, movimentos, o laicato, por ser um dom para a Igreja; conservar o aspecto de intercessão nas invocações, isto é, rezar pedindo que o Servo se dirija a Deus por uma graça que se necessite. Mas, sobretudo, como repetido diversas vezes: dar respiro eclesial à causa de beatificação ou canonização, isto é, fazer dela uma obra, uma missão da Igreja.

Durante as exposições foi assinalado repetidamente o espírito de que hoje as causas de beatificação e canonização são necessárias, como remédio para toda corrupção humana, todo o mal que há no mundo. Apresentá-las como um chamado de Deus à santidade, um chamado a todos os batizados. Pela sua importância na história e riqueza espiritual, foi também assinalado que o demônio não gosta da causa dos beatos e santos, pois leva à falência o seu projeto de ilusão e morte. A santidade é a vitória da vida em Deus.

Quanto à causa de Dom Lustosa, encontra-se em Roma, com o Postulador Geral dos Salesianos, estando na fase da Positio, que é o estágio anterior ao reconhecimento das virtudes, isto é, ao título de Venerável. Sendo agora missão da Comissão Arquidiocesana e de toda a Igreja de Fortaleza, rezar e se empenhar por esta causa, que seguramente traz grandes bênçãos para a Igreja local e marca a história dos fiéis e do clero, com um exemplo de santidade tão próximo, como dom da misericórdia de Deus.

Cabe aqui finalizar agradecendo a toda a Comissão, ao Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio, pelo apoio oferecido para a participação de representantes de Fortaleza nesse seminário em Roma.  Também agradecer ao vice-postulador Pe. Paulo Eduardo Giacomo, sdb, e ao postulador Geral Pe. Cameroni, sdb, por toda a atenção dispensada à causa de Dom Lustosa.

Pe. Abimael F. Nascimento, msc
Mestre em Teologia Sistemática
Assessor Teológico do Processo pela Causa de Beatificação e Canonização de Dom Antônio de Almeida Lustosa.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Papa: as ditaduras começam com a comunicação caluniosa

Dia Mundial do Refugiado promove cultura e debate os desafios do refúgio no Brasil

Nota de falecimento

Aparecida receberá restos mortais de Dom Aloísio Lorscheider, Cardeal repousará na Capela da Ressurreição do Santuário Nacional

Confiança no homem e no mundo


QR Code Business Card