Atualidades

[ARTIGOS] Violência na sociedade brasileira

padre-Brendan200O texto base da Campanha da Fraternidade 2015 é um dos mais ricos e informativos nestes últimos anos. Fiel ao seu tema: “Fraternidade: Igreja e Sociedade” o texto apresenta um rico histórico das relações entre a Igreja e a sociedade no Brasil. Aborda também um dos problemas atuais mais angustiantes do povo brasileiro – a violência em nossa sociedade. É fato notório que a violência não para de crescer, “sob todas as formas e em todos os estratos da sociedade”. O texto base nos oferece as seguintes estatísticas: uma taxa de 20,4 homicídios por 100 mil habitantes, a oitava pior marca entre 100 nações com estatísticas confiáveis sobre o tema! É interessante ver os estados com as mais altas taxas de homicídios no país: Alagoas (55,3), Espírito Santo (39,4), Pará (34,6), Bahia (34,4) e Paraíba (32,8), segundo a pesquisa  “com maior incidência nas periferias urbanas e em cidades com rápido crescimento”. Atualmente são 50 mil mortes violentas por ano aqui no Brasil. A maioria esmagadora destas mortes violentas está ligada ao comércio de drogas e aos usuários das drogas. O texto base da Campanha da Fraternidade 2015 nos informa que o Brasil é o maior consumidor mundial de drogas como o crack, e o segundo de cocaína. Um fato agravante é que este “consumo devastador de drogas chegou às cidades do interior”. Segundo a mesma fonte “Em meados de 2014, 350 mil pessoas usavam crack regularmente em São Paulo”.

O texto base aborda outros graves problemas nossos, como a impunidade. O índice de crimes e delitos esclarecidos é muito baixo, contribuindo assim para a sensação de impunidade na sociedade brasileira. O fato que nós temos mais de meio milhão de brasileiros encarcerados é realmente uma vergonha nacional. É interessante notar que a maior parte destes encarcerados é jovem, negra, pobre com pouco estudo e com poucas oportunidades de reintegração social. Por causa destes dados constantemente ouvimos debates sobre a diminuição da maioridade penal e até sobre a pena de morte! Conforme o rodapé no. 38 do texto base da campanha entre 1980 e 2011, as mortes não naturais e violentas de jovens, como acidentes, homicídio ou suicídio, cresceram 207,9%.  Se forem considerados só os homicídios, o aumenta chega a 326,1%.

Durante sua visita ao Brasil em 2013, o Papa Francisco exortou todos os cristãos a não assumirem uma posição pessimista diante das dificuldades presentes em nossa sociedade, nem uma posição meramente reativa ou pior, de resistência e isolamento. Ele os chamou a unir forças com os homens e mulheres de boa vontade que desejam serem construtores de um mundo melhor. Um mundo mais justo, mais fraterno, mais solidário e com mais paz.

(Dados do Texto-base da Campanha da Fraternidade 2015)

                                                         Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Planilha de contribuição das paróquias e das áreas pastorais: outubro de 2017

Festa da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Santa Maria

“I Aviva Povo de Deus”

Paróquia Nossa Senhora das Graças e São Pedro na Praia da Tabuba, em Caucaia – CE.

Material que foi veiculado no Jornal JCTV na Rede Vida de Televisão


QR Code Business Card