Atualidades

[ARTIGOS] Caminhos para a santidade

padre-Brendan200Como padre Redentorista os caminhos para a santidade usados por nós redentoristas são justamente os caminhos indicados pelo fundador dos Redentoristas, Santo Afonso Maria de Ligouri, Doutor da Igreja e Patrono dos moralistas. Santo Afonso ensinou que cada pessoa é chamada para a santidade. Ele ensinou que “Deus quer que todos se tornem santos, cada um em seu estado de vida: o religioso exatamente como religioso, o padre como padre, o leigo como leigo, o casado como uma pessoa casada, o comerciante como um comerciante e as outras pessoas como caminham na vida”. Santo Afonso colocou na sua obra fundamental: “Toda santidade consiste em amar Jesus Cristo, nosso Deus, nosso sumo bem”.  Ele enfatizou o amor a Deus por nós e o amor que nós devemos ter por Jesus.  Santo Afonso tentou de diversas maneiras fazer com que as pessoas compreendessam o quanto Deus as ama. Com ênfase particular, ele escreveu sobre “os três grandes sinais”: a manjedoura, a cruz e o tabernáculo. É oportuno mencionar que Afonso escreveu dois livros inteiros para cada um destes três grandes mistérios.

Um dos caminhos que Santo Afonso indicou para um cristão ser santo era sua opção pelas pessoas pobres e abandonadas. É curioso como ele fez “uma opção preferencial pelos pobres” mais de duzentos anos antes das Conferências Gerais de Medellín Puebla! Santo Afonso não conseguiu separar o amor a Deus e o amor aos irmãos e irmãs mais pobres..

Para nos ajudar a sermos santos Santo Afonso nunca cansou de falar sobre os mistérios cristãos, a Vida, a Paixão e morte de Jesus Cristo. O sofrimento que Jesus enfrentou para nos salvar. O fato de o Pai ter enviado seu Filho amado  Jesus Cristo para sofrer e morrer por nossos pecados era um sinal de “amor inacreditável”. Sua preocupação com a Paixão não era um interesse mórbido em sofrimento, sangue e morte etc., mas sim uma realização do significado existencial da Cruz, passado, presente e futuro, na parcimônia da vontade de salvação de Deus. Afonso escreveu que “ a total santidade e perfeição de uma pessoa consiste em amar Jesus Cristo, nosso Deus e Nosso Redentor, e a reflexão sobre os sofrimentos de sua Paixão e Morte por nós ajudaria nos a “amar a Deus sobre todas as coisas”

Nos seus escritos espirituais Santo Afonso usa frequentemente a palavra italiana “distacco”. É difícil traduzir esta palavra para o Português. Normalmente é traduzido como desprendimento. Afonso sabia claramente que o maior inimigo do verdadeiro amor de Deus era o falso amor do ego. “Distacco” é o esforço consciente do cristão para dominar a praga do egocentrismo. Santo Afonso enfatizou a importância de atos de mortificação como um caminho para a santidade, citando o Evangelho: “Quem procurar a sua vida, há de perdê-la, e quem perder a sua vida por amor de mim, há de encontra-la” (Mt 10,39). Afonso gostava de fazer uma distinção entre a mortificação externa e interna. A mortificação externa refere-se à disciplina dos sentidos, tais como o jejum, a abstinência, o controle das palavras etc. A mortificação interna refere-se à disciplina e ao esforço para superar determinadas paixões, por exemplo, certos ressentimentos, aversões, curiosidades e apegos perigosos.

Outros caminho para a santidade usado por Afonso foi a oração. Ele é descrito como “Doutor da Oração”. Ele dizia que orar era possível a qualquer pessoa. Nossa oração deve ser uma simples conversa com Deus que é nosso melhor amigo. Nas orações devemos falar sobre nossas alegrias e tristezas, sobre nossas necessidades e agradecer tudo de bom que Deus nos Deus. Afonso sempre citava as palavras de Jesus quando falou sobre oração: “Pedi e será dado; buscai e acharei; batei e será aberto (Mt 7, 7). Outro caminho  muito importante para a santidade segundo Santo Afonso é a importância de rezar a Maria, nossa Mãe abençoada. Ela segundo Afonso , deveria ser nosso modelo na vida cristã. Ele enfatizou muito o poder de intercessão que ele tem junto com seu filho. Maria ele dizia sempre nos leva para seu Filho Jesus. Outro caminho importante para a santidade é a meditação. Há vários tipos de meditação e a pessoa deve escolhe o método mais agradável por ela. Para ele a meditação é a reflexão interior a resposta à Palavra de Deus.

Porém, um dos caminhos mais importantes para a santificação é a devoção à Eucaristia. A grande oração de louvor e agradecimento é a celebração do sacrifício e sacramento da Eucaristia. Devemos assistir à Santa Missa todos os dias se for possível, para honrar e glorificar à Deus, para agradecê-lo por todas as graças e benefícios recebidos, para pedir perdão por nossos pecados e para adquirir as graças que necessitamos. Para Afonso era importante visitar o Santíssimo diariamente nas capelas e igrejas. Ele escreveu um livrinho com orações para os 31 dias do mês com o intuito de ajudar os fiéis a fazer estas visitas. Assim, Afonso nos oferece vários caminhos para a santidade.

                                                                  Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista.

 

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Nota de repúdio dos bispos do Regional CNBB NE1-Ceará diante do escárnio público contra os nossos símbolos sagrados

Em 2017, o Dia Mundial dos Pobres dia será celebrado em 19 de novembro.

Coleta da Campanha Missionária acontece neste final de semana no Brasil e no mundo

Reunião do Conselho Episcopal Regional (CONSER) Regional Nordeste 1 da CNBB – Ceará

Padre Antônio Niemiec é o novo secretário nacional da Pontifícia União Missionária


QR Code Business Card