Atualidades

[ARTIGOS] Anunciação do Senhor

padre-Brendan200No dia 25 de março a Igreja Católica celebra a Festa da Anunciação do Senhor. Esta festa recorda a mensagem do anjo Gabriel à Virgem Maria para lhe anunciar a Encarnação. O consentimento da Virgem, que, segundo o beneplácito de Deus, antecedeu a encarnação (cf. LG 56) é de máxima importância na história da salvação, pois a encarnação do Verbo é a restauração do homem. O Verbo é o protagonista deste mistério, pois é Deus que escolheu a mãe de seu Filho Unigênito, na jovem moça israelita de Nazaré, Maria, descendente da família de Davi. O anúncio do anjo a Maria e o diálogo entre eles visa enfatizar a iniciativa de Deus na encarnação do Verbo. A iniciativa de Deus, no entanto, quis contar com o consentimento livre da jovem Maria, que é apresentada como  “a que recebeu o favor de Deus”. Com a encarnação de Jesus tem início também a Igreja. Por isso, o grande papa Paulo Vl não duvidou de proclamar, no discurso de encerramento da terceira sessão do Concílio Vaticano ll, a Mãe de Jesus também Mãe da Igreja. Santo Afonso Maria de Ligório chamou a Festa da Anunciação de “a festa do sim”.

Falando sobre Maria na linguagem poética e erudita, que lhe  era peculiar, Paulo Vl disse: “Podemos contemplar com olhar de admiração Maria, firme na fé, pronta a obedecer, simples na humildade, exultante quando magnifica o Senhor, ardente na caridade, forte e perseverante no cumprimento da missão, a ponto de se oferecer a si mesma, unida com todos os sentimentos de seu coração ao Filho que morreu na cruz para presentear aos homens com uma nova vida” (Exortação Apostólica “Signum Magnum”, no.27).

O fiat de Maria, isto é, o seu “Seja feito conforme a sua Palavra”, marcou o momento em que a história da humanidade se dividiu em duas partes, antes e depois; a eternidade entrou no tempo e Deus se fez história.  A Festa da Anunciação é a festa que celebra este fulgurante enxerto de Deus no homem, dando seu fruto no Natal com o nascimento de Jesus Cristo (cf. O Santo do Dia, S. Conti, Vozes, 4ª. ed., 1990, p.136).  Hoje lhe agradecemos, adorando o mistério do Verbo presente em seu seio puríssimo. Na festa da Anunciação Maria é apresentada como aquela que escuta, confia e se engaja plenamente na realização da vontade de Deus. Nisso ela é modelo do discípulo e da Igreja. Em 1987, a Congregação para o Culto Divino aprovou uma missa especial para a bem-aventurada Maria na Anunciação do Senhor.

                                                  Pe. Brendan Coleman Mc Donald,  Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card