Atualidades

[ARTIGOS] 9º Mutirão Brasileiro de Comunicação

Muticom2003Para uma sociedade rápida e veloz, urge que a comunicação social paute alternativas que valorizem outros elementos, tais como respeito pelos humanos, valorização do bem, do heroísmo, da solidariedade e da vida.

Pensar a comunicação social a partir de valores e princípios é o que propôs o 9º Muticom que trouxe o tema: Ética nas Comunicações, através de palestras com especialistas, debates, grupos de trabalho, apresentação de modelos de comunicação que estão dando certo e avaliação de publicações, sites e outras mídias produzidas por grupos comprometidos e Igreja.

Na programação houve temas de grande relevâncias e grandes especialistas:

Ética nas Comunicações abordado por  Pe. Gildásio Mendes, salesiano, professor, escritor, doutor em Comunicação pela Wayne State University, em Michigan, reconhecido pela USP;

A comunicação social e a construção ética do indivíduo, com abordagem da professora Elizabeth Barros, doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e pós-doutorada em saúde pública pela ENSP/Fiocruz (2001);

A era da desintermediação e o senso religioso contemporâneo, palestra proferida por Dom Leomar Antônio Brustolin, teólogo e escritor, mestre em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (1993) e doutor em Teologia pela Ponticia Università San Tommaso de Roma, Itália (2000);

A Igreja Católica na mídia: análise do discurso, tema abordado por Elson Faxina, jornalista, doutor em Comunicação pela Unisinos-RS, professor de comunicação da Universidade Federal do Paraná, mestre em Televisão, Rádio e Cinema pela ECA-USP, editor de jornalismo da Rádio e Televisão Educativa do Paraná.

A espetacularização da notícia,  com o escritor, repórter e apresentador do programa Profissão Repórter, Caco Barcelos.
Durante o Mutirão Brasileiro de Comunicação houve ainda Grupos de Trabalho:

Análise de materiais impressos;
Análise de sites e redes sociais;
O comportamento do individuo nas Redes Sociais;
A música religiosa como forma de comunicação;
O mercado da fé;
Trânsito religioso;
O padre e os desafios da comunicação;
Educomunicação.
Foram também apresentadas experiências de comunicação educativa

Conexão PASCOM

O Muticom é palco de um grande lançamento. A Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), atendendo à necessidade de uma maior integração dos planos de pastoral no campo da comunicação, respondendo ao apelo de ampla capilaridade na divulgação das informações produzidas pela Igreja e, também, para facilitar a mobilização dos agentes de pastoral da Comunicação em todo o país, criou o Programa de Relacionamento pastoral: Conexão Pascom.

Aproveitando esee grande evento que está mobilizando todos os envolvidos em comunicação nas paróquias do Brasil, Dom Darci Nicioli, Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, enriqueceu muito mais o evento, lançando o Conexão Pascom.

De acordo com a organização, a intenção é montar um cadastro nacional dos agentes de pastoral da Pascom de todas as dioceses do Brasil. O Conexão Pascom será uma newsletter que levará informações que nos estão reservados na caminhada da Igreja.

Saiba mais em: www.cnbb.org.br

Grupo do Regional

Um grupo de 28 agentes da Pastoral da Comunicação do Ceará participou do  9º mutirão de comunicação:  14 de Fortaleza, 5 de Crato, 4 de Itapipoca, 2 de Sobral, 1 de Tianguá, 1 de Crateús e 1 do Conselho de Leigos do Regional. Dentre eles havia 4 padres: Pe. Francisco Bezerra, Pe. Alderí Leite e Pe. Emílio Castelo, de Fortaleza, e Pe. Francisco Oliveira, de Itapipoca.

Alguns depoimentos

– O Muticom de Vitória, Espírito Santo, foi um momento de formação, aprendizado e de muita alegria em ver muitos comunicadores trabalhando e tirando suas dúvidas para fazer cada vez melhor a comunicação na Igreja.  Janayna Gomes – Setor de Comunicação da Arquidiocese de Fortaleza.

– Devemos ter um novo olhar sobre a comunicação e a ética deve ser o nosso valor primordial. Não anunciamos uma notícia, anunciamos uma Verdade, que deve ser transmitida com autenticidade e afetividade.  Alex Ferreira – Pascom Regional NE 1.

– Dias muito gratificantes desde a abertura, com a palestra sobre “Ética nas comunicações”, facilitada pelo padre Gildásio Mendes e nos dias seguintes com celebrações Eucarísticas, palestras e grupos de trabalhos muito bem organizados e com pessoas altamente qualificadas. Aumentaram em mim conhecimentos profundos no que diz respeito à comunicação. Todas as palestras foram enriquecedoras, mas uma delas me impressionou bastante: “A comunicação social e a construção do indivíduo”, pronunciada por Elizabeth Barros, fazendo-me ver como tentar entender melhor o nosso irmão e todos que nos cercam.. No todo, o encontro foi cheio de qualidades.  A convivência com pessoas de todo Brasil, suas culturas e experiências. Estou muito feliz de ter participado do 9º MUTICOM.

Por Marta Andrade – Setor de Comunicação da Arquidiocese de Fortaleza.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Na celebração do I Dia Mundial dos Pobres Arquidiocese lança a 9ª Festa da Vida

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018


QR Code Business Card