Atualidades

[Artigo] Nossa Senhora do Carmo

                                  Nossa Senhora do Carmo

No dia 16 de julho a Igreja católica celebra a Festa de Nossa Senhora do Carmo. A Ordem dos Carmelitas, uma das mais antigas na história da Igreja, embora considere o Profeta Elias como seu patriarca, de fato não tem um verdadeiro fundador, mas tem um grande amor: o culto a Maria, honrada como a bem-aventurada Virgem do Carmo. A palavra “carmo” significa “Vinha do Senhor” ou “Jardim do Senhor”: este nome nos aponta para a famosa montanha que fica na Palestina, donde o profeta Elias e o sucessor Elizeu fizeram história com Deus e com Nossa Senhora, que foi prefigurada pelo primeiro  numa pequena nuvem (cf. 1Rs 18, 20-45). Estes profetas foram “participantes” da Obra Carmelita, que só vingou devido à intervenção de Maria, pois a parte dos monges do Carmelo que sobreviveram, no século XII, da perseguição dos muçulmanos, chegou fugida na Europa. Pela mesma época vivia no condado de Kent, na Inglaterra, um eremita chamado Simão Stock. Ele entrou na Ordem de Nossa Senhora do Carmo. Em 1225 Simão Stock foi eleito Superior Geral da Ordem. Um Capítulo Geral da Ordem, realizado em 1237, determinou a transferência para Europa de quase todos os religiosos, a maioria escolhendo Inglaterra e onde naquele país, em poucos anos, a Ordem tinha 40 conventos.brendan_

No dia 16 de julho de 1225 a Santíssima Virgem ordenou ao papa Honório III, que aprovasse sua Ordem. No dia 16 de julho de 1251, Simão Stock , estando em oração fervorosa, Nossa Senhora lhe apareceu. Veio trazer-lhe um escapulário. “Meu dileto filho, disse-lhe Maria, eis o escapulário que será distintivo de minha Ordem. O aceito como um penhor de privilégio, que alcancei para ti e para todos os membros da Ordem do Carmo. Aquele que morrer vestido deste escapulário será salvo”. Daí o nome de Festa do Escapulário dado à solenidade deste dia.

Hoje, o escapulário de formato pequeno é usado por milhares de pessoas no mundo inteiro para lhe permitir que participem das grandes graças que a ele estão ligadas: entre outras, o privilégio sabatino.  Em sua bula chamada “Sabatina”, o papa João XXII afirma que aqueles que usarem o escapulário serão depressa libertados das penas do purgatório no sábado que se seguir à sua morte.  As vantagens do privilégio sabatino foram confirmados pela sagrada Congregação das Indulgências, em 14 de julho de 1908.  Simão Stock tratou de divulgar a irmandade do escapulário e convidar o mundo católico a participar dos grandes privilégios anexos. Em 1957 o para Pio XII escreveu: “Devemos colocar em primeiro lugar a devoção ao escapulário de Nossa Senhora do Carmo – e ainda – escapulário não é ‘carta branca’ papa pecar; é uma lembrança para viver de maneira cristã, e assim alcançar a graça duma boa morte”.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 20,1-16a

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 8,4-15

Visita Pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Maranguape

II Romaria Bíblica e encontro sobre contabilidade na Região São Pedro e São Paulo

Palestras sobre o tema Comunicação na Faculdade Católica de Fortaleza


QR Code Business Card