Atualidades

[Artigo] LEIGOS NA IGREJA

No dia 14 de abril deste ano de 2016 foi aprovado pela Conferência dos Bispos do Brasil o documento No. 105 titulado: “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – Sal da Terra e Luz do Mundo (Mt 5, 13-14)”. É um documento de enorme importância porque retoma e aprofunda a participação dos leigos e leigas na evangelização na Igreja Católica no Brasil. A tarefa da evangelização hoje pede uma nova resposta à pergunta quem deve assumir na Igreja  a missão da evangelização? O desafio para a Igreja neste ano de 2016 está justamente em despertar cada batizado e cada comunidade eclesial para essa responsabilidade primeira e intransferível. Foi sobre a vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo que o papa São João Paulo ll escreveu em dezembro de 1988 a Exortação Apóstólica “Christifideles Laici”, possivelmente um dos mais importantes documentos de seu profícuo pontificado.brendan_

Agora  o documento número 105 da CNBB está continuando e atualizando o que o Papa João Paulo ll escreveu. Aqui no Brasil a ação do leigo não é somente necessária, mas em muitos campos absolutamente decisiva. Atualmente o Brasil tem 24.601 padres (cf. Anuário Católico do Brasil, 2015) para uma população de 206.115.203 milhões de habitantes (cf. IBGE, 2015). Embora o número de padres aumentou em recentes anos a situação é ainda precária. Apesar disso, a situação é animadora porque, além  de um sensível aumento nas vocações sacerdotais, os padres têm muitos colaboradores leigos atualmente. Hoje um padre simplesmente não pode dirigir sua paróquia eficientemente sem a ativa colaboração de muitos leigos.

O “protagonismo do leigo” é hoje totalmente indispensável no mundo secular pós-moderno. Atualmente os leigos têm que levar a Nova Evangelização ao lar, à escola, ao local de trabalho, à profissão, ao lazer etc. Hoje, os leigos são chamados a assumir a sua rica diversidade cultural em quatro grandes campos: no campo de serviço de transformação da sociedade, do diálogo religioso, do anúncio missionário de Jesus Cristo e dos ministérios e serviços que servem à construção do testemunho de v ida da comunidade cristã. Gostaria terminar este brevíssimo artigo com as palavras de Dom Leonardo Ulrich Steier, Secretário Geral da CNBB em sua apresentação no documento número 105. O Bispo disse: “Temos uma participação extraordinária dos leigos na Igreja. Mulheres e homens que constroem o Reino da verdade e da graça, do amor e da paz; que assumem serviços e ministérios que tornam a Igreja consoladora, samaritana, profética, serviçal, maternal. Com a benção de Deus, este documento despertará e animará a todos os cristãos leigos e leigas, na nossa Igreja, para que sejam, anúncio e testemunho da vida nova que receberam em Cristo”.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

regiao-n-sra-conceicao170

Região Nossa Senhora da Conceição faz sua assembleia de avaliação e de planejamento

festa-da-vida_popup

8ª Festa da Vida na Arquidiocese de Fortaleza

santa-luzia_t

Paróquia vai receber visita da relíquia de Santa Luzia

padre-ruy_t

Padre Antônio Ruy Barbosa Mendes celebra 25 anos de ordenação presbiteral

brendan_

[Artigo] O STF E A IGREJA CATÓLICA


QR Code Business Card