Atualidades

[ARTIGO] Instrumentum Laboris

                                    INSTRUMENTUM  LABORIS

brendan_

O “instrumentum laboris” (documento de trabalho) do Extraordinário Sínodo sobre a Família que acontecerá em Roma em outubro foi publicado pelo Vaticano há poucos dias. O Sínodo tem que buscar respostas para algumas das questões mais difíceis sobre a família atual para a Igreja Católica.  Não é segredo que na Europa, nos Estados Unidos e outros países há uma enorme diferença entre a teoria católica e a prática católica nesses países. Os seguintes itens, entre outros, estão na pauta do Sínodo para serem estudados pelos 150 Cardeais e Bispos  que compõem o Sínodo: comunhão para pessoas numa segunda união, aprofundamento  da natureza da Lei Natural, contracepção, procriação assistida, coabitação antes do casamento, a transmissão da fé na família, uniões homoafetivas, a demora dos pedidos para a anulação de um casamento (frequentemente o processo dura anos!), os novos tipos de famílias que existem hoje, a dificuldade de comunicação dentro da família, as pressões exercidas pelos horários e pelos ritmos de trabalho etc.

Entre os problemas que a família contemporânea enfrenta encontramos: doenças, infidelidade, falecimentos, violência doméstica, abuso sexual na família, desemprego juvenil, divórcio e separação, casamentos casuais sem registro civil ou religioso, drogas, abuso de álcool, migração,   medo de ter prole numa sociedade secularista, materialista, individualista consumista e hedonista etc. Há também o problema de comunicação entre os membros da família. Televisão, Internet, computadores, “smartphones”, celulares, iPADS etc. dificulta uma comunicação real na família. Esses meios monopolizam o tempo das relações familiares, e  estão substituindo relacionamentos reais e pessoais na família com relacionamentos virtuais.

O conceito da Lei Natural como é conhecido em vários contextos culturais diferentes é um problema altamente problemático e complexo. A expressão é compreendida numa variedade de maneiras ou sentidos diferentes, e não é compreendida por muitos. O conhecimento do conceito da Lei Natural é importante para o inter-relacionamento entre amor, sexualidade e fertilidade. O Sínodo Extraordinário em outubro precisa explicar claramente ao Povo de Deus porque cada ato sexual (cópula carnal)) tem que estar “aberto à vida”. Acreditamos que os Cardeais e Bispos que foram convidados para participar neste Extraordinário Sínodo de outubro que vem, consultarão um dos grandes documentos do Concílio Vaticano ll, especificamente “Gaudium et Spes” e o Capítulo titulado “A Promoção da Dignidade do Matrimônio e da Família”  (47-52) e a Exortação Apostólica “Familiares Consortio” do Papa João Paulo ll.  O Sínodo começará com os participantes cantando o cântico “Veni Creator Spiritus, mentes tuorum visita…”, e assim, acreditamos que o Espírito Santo ajudará os Cardeais e Bispos na árdua tarefa que eles têm. Ninguém pode antecipar o que acontecerá em outubro no Sínodo. Encontramo-nos no começa de uma profunda reflexão sobre a família, que terminará somente em outubro de 2015 com o segundo Sínodo dedicado a este tema.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista e Assessor da C NBB Reg.1

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paulinas promove encontro de formação sobre a CF 2018

CF 2018: Especialista em segurança pública analisa a face da violência no Brasil

Hino da Campanha da Fraternidade 2018 oficial com letra

As Comunidades Eclesiais de Base da Arquidiocese de Fortaleza estão se preparando para participar do 14° Intereclesial de CEBs

Dom José Antonio inaugura Obras Papais no CEU, próximo dia 21


QR Code Business Card