Atualidades

[Artigo] Com Misericórdia o elegeu – Jornada Vocacional 2016

“Com Misericórdia o elegeu” – Jornada Vocacional 2016

Pe. Rafhael Silva Maciel
Reitor do Seminário Propedêutico de Fortaleza
Missionário da Misericórdia

O lema pontifício do Papa Francisco é também o lema da VII Jornada Vocacional de Fortaleza, que ocorre em sintonia com o Jubileu da Misericórdia: “Com Misericórdia o elegeu”. Esse é um trecho de uma meditação de São Beda, o Venerável, a cerca da passagem de Mateus 9,9, que narra o chamado do publicano Mateus.padre rafael

Celebrando o Jubileu da Misericórdia a meditação sobre o chamado vocacional faz-nos pensar sobre a vocação como uma chamada que parte primeiramente do amor misericordioso do Senhor, que chama os que Ele quer apesar de seus pecados e fragilidades. Por isso podemos pensar na vocação como uma chamada e uma resposta de misericórdia. Disse o Papa Francisco na sua Mensagem para o Dia Mundial de Oração pelas Vocações 2016: “A ação misericordiosa do Senhor perdoa os nossos pecados e abre-nos a uma vida nova que se concretiza na chamada ao discipulado e à missão. Toda a vocação na Igreja tem a sua origem no olhar compassivo de Jesus. A conversão e a vocação são como que duas faces da mesma medalha, interdependentes continuamente em toda a vida do discípulo missionário”.

Chamada de misericórdia porque parte daquele que é a Misericórdia e que quer contar com a generosidade da criatura humana. Ele, o Senhor das consolações chama por amor e para o amor àqueles que Ele escolhe e elege. O mistério da escolha, de eleição de Deus sobre uma pessoa, para a vocação e missão que Ele quer não é compreensível ao entendimento humano, pois apesar das fraquezas e do pecado pessoal de cada um assim mesmo acontece o chamado. A vocação, seja ele qual for, é puro dom da misericórdia divina.

Resposta de misericórdia porque sentir-se eleito pelo Senhor para uma vocação específica na Igreja e no mundo é já uma graça. Todos os que sentem a chamada de Deus para uma vocação sabem que a dignidade pessoal fica aquém da missão para qual foi escolhido. Por isso mesmo, a resposta humana ao chamamento divino deve ser uma resposta de misericórdia, dado que uma vez aceita a vocação e a missão o dever da correspondência a essa aceitação será o pôr-se a serviço dos outros, como extensão da Mão misericordiosa do Senhor. Na Via Sacra da JMJ Cracóvia, falava o Papa aos jovens: “queridos jovens, o Senhor renova-vos o convite para vos tornardes protagonistas no serviço; Ele quer fazer de vós uma resposta concreta às necessidades e sofrimentos da humanidade; quer que sejais um sinal do seu amor misericordioso para o nosso tempo!” (29.07.2016)

Exatamente isso é que queremos refletir na Jornada Vocacional de Fortaleza, uma vez que milhares de jovens ali presentes poderão dizer depois ao Senhor: eu quero o que tu queres; eu me coloco ao serviço dos mais necessitados; eu quero te servir, Senhor, servindo meus irmãos. Sem dúvida não é mérito pessoal, mas eleição que a criatura acolhe para colocar-se como mensageiro, arauto, discípulo, apóstolo da Misericórdia de Deus no mundo de hoje.

Ao pensar sobre o chamado misericordioso de Deus e em modos particulares e exemplares de serviço aos irmãos a Jornada Vocacional está propondo duas ações em sintonia com o pensamento pastoral do Papa Francisco: a doação de sangue, com a presença do HEMOCE e a coleta seletiva de resíduos, que depois serão encaminhados para pastorais que trabalham com catadores de lixo. Chamados para servir, servindo à criação.

Assim, queremos que a Jornada Vocacional continue a dar seus frutos seja no despertar da chamada de Deus no coração dos jovens para uma vocação específica seja para o serviço gratuito do amor aos irmãos e irmãs mais necessitados.

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Segundo Encontro com os Secretários Paroquiais da Região Episcopal Sertão São Francisco das Chagas

Nota de falecimento de padre Gerardo H. Van Rooyen

Liturgia Diária: Evangelho – Mt 7,6.12-14

Papa: cristão não precisa de horóscopo, aberto às surpresas de Deus

A herança missionária de Pedro

QR Code Business Card