Atualidades

[ARTIGO] Amazônia: Pulmão do Mundo e Coração da Igreja

Neto-padre.-250O padre Raymundo Possidônio, o maior especialista em História da Igreja na Amazônia, proferiu, em setembro passado, uma palestra para a criação da Rede Eclesial Pan – Amazônica. Na ocasião  ele mostrou a experiência de Igreja em três momentos.

Primeiro, se referiu ao século 17, quando a Amazônia começou a ser evangelizada. Foi nessa época que apareceram ordens religiosas como os franciscanos, jesuítas, mercedários e carmelitas. Essa experiência durou até aos meados do século 18, quando os jesuítas foram expulsos, também os franciscanos e mercedários. No final do século 18, a Amazônia entrou em crise missionária, que durou mais ou menos um século.

O segundo momento  aconteceu a partir da metade do século 19, com a  retomada da Igreja, principalmente por Roma. Foi uma conquista espiritual do espaço amazônico, por parte da Igreja, que enviou missionários para todas as regiões. Foi um período chamado de “paroquialização” da Amazônia.

O terceiro momento é o mais atual, que começou por volta de 1950, já com outra perspectiva eclesial e eclesiológica: além das preocupações com a cultura moderna, com as ideologias que começaram  a grassar de forma intensa, sobretudo através da política e dos meios de comunicação, das academias universitárias e escolas. A Igreja Católica na Amazônia legal vive hoje com características próprias, enraizadas na sabedoria tradicional e na religiosidade popular que, durante muitos séculos, alimentou e continua a manter viva a espiritualidade dos povos da floresta, das águas e, agora, também do mundo urbano.

Esses três momentos, obviamente, fundamentaram a criação da Rede Eclesial Pan – Amazônica – REPAM, um desejo expresso pelo Papa Francisco, logo após a sua eleição. A missão da REPAM é a resposta de Deus aos clamores dos povos da Amazônia e de toda a humanidade. Ela mantém viva a preocupação do Papa Francisco com a Amazônia, realçando o fato de ele ter lembrado sobre o papel determinante de Igreja para o futuro.

Nesse mesmo contexto, o presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, o inesquecível e dinâmico Cardeal Dom Cláudio Hummes, enviou a todas as dioceses do Brasil, em junho passado, um folder sobre a Amazônia. A finalidade era sensibilizar os brasileiros frente à complexa realidade da Amazônia Legal, é favorecer e despertar o aprofundamento da consciência missionária, atendendo  ao apelo da igreja que se encontra na Amazônia.

D. Cláudio, em sua carta, diz que muitas dioceses e prelazias da Amazônia  Legal carecem de recursos suficientes para a formação de seminaristas e agentes de Pastoral. Muitas dependem de ajuda das Igrejas particulares no Brasil e no exterior.

Se você estiver sensibilizado com essa causa, colabore com a evangelização da Amazônia.

Caixa Econômica Federal

Agências 2220 – Operação 003

Conta Corrente: 000.0004-0

Conferencia Nacional Dos Bispos Do Brasil

E- mail: amazonia@cnbb.org

Pe. Raimundo Neto, Pároco da Paróquia de São Vicente de Paulo

Compartilhe

Subir

1 Comentário »

1 Comentário »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Rede Cearense realiza 16º Feirão de Socioeconomia Solidária

Presidente da CNBB recebe organizadores de ato contra a reforma da Previdência

Criaturas novas de Deus

Nossa Senhora de Guadalupe

Editorial – dezembro 2017: “Campanha para a Evangelização”


QR Code Business Card