Atualidades

[ARTIGO] A Festa de São Pedro e São Paulo Apóstolos

A Festa de São Pedro e São Paulo Apóstolos

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald

No dia 29 de junho celebraremos a Festa de São Pedro e de São Paulo, apóstolos. Popularmente, esta festa é chamada o Dia do Papa, sucessor de Pedro. De Pedro a Francisco tivemos 268 papas.  Não podemos esquecer que ao lado de Pedro é celebrado também Paulo, o Apóstolo e grande missionário. Nesta festa, obviamente, nosso pensamento vai para a Cidade Eterna, Roma. Foi naquela cidade que estas duas colunas da Igreja de Cristo se imortalizaram.  A partir do testemunho dos apóstolos queremos refletir sobre nosso seguimento de Jesus, como construtores do Reino de Deus e anunciadores da paz. Na liturgia, recordamos também nosso querido Papa Francisco. Ao celebrarmos a Festa de São Pedro e São Paulo, celebramos a festa do que a Igreja é:  Corpo de Cristo, testemunha de Jesus Cristo, testemunha da vitória de Cristo sobre o mal e sobre a morte.

Pedro e Paulo, duas figuras marcantes e exemplares da história da Igreja. Pedro, representando os discípulos, assume a fé em Jesus Cristo como “o Messias, o Filho do Deus vivo”.  Após a morte e ressurreição de Jesus, é Pedro quem conduz a comunidade, ajudando-a a manter-se unida na fé e a ser fiel na missão, mesmo diante do confronto e das perseguições.

Paulo, após a conversão, identifica-se com Jesus Cristo e sua proposta. Torna-se anunciador do Evangelho através de palavras e, principalmente, pelo testemunho de suas obras: “tornei-me tudo para todos a fim de salvar alguns a todo custo” (1 Cor 9, 22b).

Pedro e Paulo sentem que, nos momentos de perseguição, aqueles que aderem a Jesus Cristo não estão sozinhos. A comunidade está unida a eles e Deus não os abandona, está ao seu lado, fortalecendo os e dando-lhes condições para resistir e perseverar na missão.

Hoje, as leituras nos convidem a marcar nosso seguimento de Jesus Cristo pelo anúncio da Boa Nova e peça realização de ações que contribuam para a construção do Reino de Deus e testemunhem a justiça e a paz. Jesus envia os discípulos como colaboradores de sua obra. São anunciadores da Boa Nova do Reino para todos os homens e mulheres, sem exceção. A missão a ser realizada não é fácil. Jesus demonstra a necessidade da missão: “a messe é grande” (Lc 10, 2). E adverte sobre a dificuldade que irão encontrar: são enviados “como cordeiros para o meio de lobos (Lc. 10, 3). Pede que o anúncio seja realizado com urgência e na simplicidade de vida. Os discípulos são convocados a serem promotores da paz: “a vossa paz repousará sobre ele” (Lc 10,6). A paz – shalom, no sentido bíblico, expressa mais do que a ausência de violência e guerra. Paz é felicidade plena: bênção, esperança,harmonia com Deus e com os outros, saúde e prosperidade. A paz verdadeira é dom de Deus e está relacionada à construção de um mundo justo e mais humano. Celebrando São Pedro e São Paulo somos chamados a tomar consciência de que Deus nos envia para testemunhar o seu Reino: vivendo na unidade da fé; evangelizando na realidade em que vivemos, superando os obstáculos e reavivando a esperança de que um mundo diferente será possível através da vivência da paz evangélica.

Pe. Brendan Coleman – Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Planilha de contribuição das paróquias e das áreas pastorais: outubro de 2017

Festa da Paróquia Nossa Senhora das Graças – Santa Maria

“I Aviva Povo de Deus”

Paróquia Nossa Senhora das Graças e São Pedro na Praia da Tabuba, em Caucaia – CE.

Material que foi veiculado no Jornal JCTV na Rede Vida de Televisão


QR Code Business Card